Produção de Vegetais Desidratados

Produção de Vegetais Desidratados
Produção de Vegetais Desidratados

A conservação de alimentos é algo buscado pelo homem desde sempre e as formas mais antigas são a secagem da carne ao sol e a fermentação, até hoje muito usadas. Mas existe um tipo de conservação que é pouco usada no Brasil, mas que promete ser de grande sucesso: a desidratação de vegetais.

Por ser um mercado que ainda está crescendo e que precisa ser desenvolvido no país, por que não investir na produção de vegetais desidratados?

O mercado no Brasil

A desidratação de vegetais começou nas grandes guerras, época em que a secagem de legumes e hortaliças passou a ser feita pelas indústrias, por conta da escassez de alimentos e oportunidade de conservá-los por mais tempo.

No Brasil, a situação ainda engatinha. Os hábitos não são completamente difundidos, talvez pelo fato das pessoas não saberem exatamente os benefícios desse tipo de alimento. Por conta disso, o empreendedor deverá investir em muita informação sobre isso e precisará recorrer a uma gama de profissionais para poder estabelecer um planejamento de marketing que tenha resultados positivos.

Os vegetais desidratados são 1/5 mais leves do que o peso original, sendo assim, não ocupam tanto espaço e ainda conservam a quantidade exata e necessária de vitaminas. Com essa forma, ainda pode ser usado junto com outros produtos secos, como sopas, por exemplo.

Alimentos desidratados

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Para a conservação vegetais desidratados é preciso ter bastante controle da umidade, que deve ficar em torno de 5%, pois desse jeito não ocorre declínio do sabor, do cheiro e da cor e precisa ser embalado à vácuo para estar isento de umidade, de contato com o ar e com insetos.

Clientes da produção de vegetais desidratados

Os clientes da produção de vegetais desidratados são estabelecimentos que na verdade, funcionam como intermediários: São mercados, lojas de produtos naturais, lanchonetes, bares, restaurantes, escolas, casas de festas e pizzarias. É a partir desses que o consumidor final terá acesso aos produtos.

O empreendedor deverá então identificar para quem pretende voltar a sua produção para poder fazer todo um trabalho de vendas bem direcionado e ter sucesso no negócio. Uma pesquisa de mercado é uma ferramenta largamente utilizada para conhecer bem o perfil do público-alvo pretendido.

A produção de vegetais desidratados deve ser conhecida

A produção de vegetais desidratados precisa ser divulgada, pois não há negócio que sobreviva sem ser conhecido pelos possíveis clientes. Dessa maneira, o primeiro passo a ser dado é ir ao cliente, marcar uma reunião, levar uma amostra do produto e negociar muito. Mostrar-se receptivo, disposto a fazer preços mais em conta (pelo menos no início até ter a confiança deles) e ser bem atencioso são atitudes imprescindíveis.

Uma segunda orientação é investir em material publicitário. Elaborar um folder com as informações necessárias é fundamental até mesmo para levar na reunião com os possíveis clientes. Esse tipo de material é importante para que o comprador possa ter ali por perto, quando ele quiser informações sobre tal mercadoria.

Paralelamente à elaboração do impresso, a preparação de um site também é válida. Hoje em dia, é possível encontrar quase tudo na internet, se não de tudo. Por conta disso, uma página eletrônica com informações claras, sem espaços para interpretações e bem concisas são ótimas também para auxiliar na divulgação.

É importante ressaltar que os clientes da produção de vegetais desidratados são esses intermediários, mas que na verdade o consumidor final é que deve estar satisfeito, afinal, se ele não gostar do produto, não vai mais comprá-lo e, consequentemente, os intermediários também não. Portanto, como satisfazer o cliente final? É preciso ter um produto de qualidade, com embalagem adequada que vai preservar esse aspecto, limpo e com ótima aparência. É necessário também mostrar na embalagem as vitaminas que estão ali conservadas e ainda o endereço do site, da fábrica e meios de contato.

Produção de vegetais desidratados

O Brasil tem na agroindústria o motor da sua economia. É por meio dela que o país consegue se destacar no mercado mundial. Paralelamente a isso, o desperdício de produtos agrícolas também é muito grande e ocorre por diversos motivos.

Uma solução é exatamente a produção de vegetais desidratados, porque desse jeito pode haver o argumento de evitar essas altas taxas de perda de alimentos. Em tempos de conservação da natureza, sustentabilidade e sentimento humanitário, esses discursos são excelentes armas para serem usadas no marketing do negócio.

Infraestrutura do empreendimento

Para montar uma produção de vegetais desidratados, é necessário ter os seguintes equipamentos: secador, tanque, utensílios, bandejas e mesa.

Os vegetais passam por uma pré-lavagem e ficam mergulhados durante 20 minutos em solução clorosa. Após isso, são lavados e depois vão para a máquina de ressecamento.

O imóvel onde funcionará a produção de vegetais desidratados deve ser dividido em duas grandes partes: a área da produção e a área administrativa, onde os clientes também poderão ser recebidos.

O que considerar para escolher a melhor localização do imóvel

Definir onde funcionará a produção de vegetais desidratados é essencial para o êxito da empresa que começará a dar os primeiros passos. Há quatro pontos que precisam ser levados em conta no momento de escolher o imóvel: a proximidade com os clientes e facilidade deles chegarem, as características da rua, a distância entre o empreendimento e os fornecedores e ainda a existência dos concorrentes.

Como os clientes são basicamente os intermediários, os mercados, restaurantes, pizzarias, casas de festas etc, é preciso então estar perto deles para não haver dificuldades na entrega dos produtos. Por conta disso, é necessário então ter amplo espaço para descarregamento dos caminhões que levarão os vegetais desidratados em grande quantidade, é preciso também ter estacionamento próprio para não atrapalhar o trânsito no local e ainda estar próximo a bancos que são muito necessários em determinados momentos.

Por ser uma fábrica, é preciso ter atenção redobrada quanto à escolha do local onde ela vai funcionar, porque existem áreas que não são permitidas por lei abrigar estabelecimentos desse tipo. Para saber se pode ou não, é interessante então buscar informações com a prefeitura, só ela poderá dar esses dados com precisão baseada no plano diretor urbano.

O empreendedor também precisa verificar se há abastecimento normal de água, luz, telefone, internet, esgoto e se existe segurança no lugar.

No caso dos fornecedores, é preciso estar próximo a eles ou em um local de fácil acesso para que as mercadorias cheguem rapidamente e com qualidade, ainda mais porque se trata de vegetais, altamente perecíveis.

Por fim, a presença de concorrentes deve ser levada em conta também, pois pela simples proximidade os preços podem ser afetados diretamente e a preferência por uma ou outra produção de desidratados também sofre interferência.

Gostou da ideia de começar uma produção de vegetais desidratados? Compartilhe:

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA