Nome Para Empresas

Nome para empresas
Nome para empresas

Depois do planejamento e execução está tudo pronto para que o negócio se torne um sucesso, só falta um detalhe: o nome para empresas.

O nome dado à empresa deve transmitir seu conceito e identificar o que a empresa pretende vender. Por isso, o nome da empresa é também um componente de marketing e deve ser pensado com cuidado e muita antecedência para se obter sucesso. Os cuidados ao escolher o nome da empresa devem atender aos requisitos de exclusividade, originalidade e outros.

Escolher o nome a ser dado para um empreendimento é uma tarefa fácil para alguns, isso porque há muito já tem em mente uma definição daquilo que ficará do letreiro na fachada de sua empresa.

Para a maioria dos empreendedores a parte mais fácil, como já foi salientado, é organizar o material, contratar colaboradores, escolher onde a empresa será aberta, todavia todo esse esforço pode ir por água abaixo caso o nome para empresas não seja favorável, portanto muita atenção deve ser direcionada à criação de um nome; fazendo uma analogia, ninguém escolhe o nome de um filho de maneira desorganizada e se vier a fazer isso, seu filho com toda certeza sofrerá as consequências, bem como sua empresa sofrerá as implicações devido o nome pessimamente escolhido.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Por isso, daremos algumas dicas de como não errar ao escolher o nome para sua empresa.

Erros cometidos ao escolher o nome para empresas

O planejamento

Escolher o nome para empresa exige um plano de negócios prévio, pois a imagem no mercado e a reputação da empresa irão remeter ao nome da empresa, que deve estar na mente dos consumidores e para ocupar esse espaço, é necessário criar um nome tenha força de marketing.

O nome da marca ou da empresa remete ao posicionamento da empresa e ao conceito que a empresa pretende transmitir.

Nomes curtos ou longos

Um nome curto é mais fácil de ser lembrado e um nome longo pode causar ruídos de comunicação, além de ser mais difícil de ser recordado.

Mas nem sempre os nomes longos são negativos e dependendo do tipo de mercado, significa um requisito valioso para o marketing. Um exemplo disso é a empresa: ”O melhor bolo de Chocolate do Mundo”. Este nome é longo, mas remete exatamente ao que a empresa pretende transmitir e o posicionamento de mercado.

Nome parecido com o do concorrente

O nome parecido com o do concorrente além de confundir os clientes poderá fazer com que os consumidores lembrem mais rapidamente dos produtos dos concorrentes, essa estratégia é muito frágil e por isso, não é recomendada.

Nomes muito específicos

Especificar o nome da empresa de acordo com a região ou com os produtos é também um erro e uma estratégia muito frágil, pois a empresa deve estar sempre preparada para crescer e ampliar mercados. Por isso, os nomes específicos limitam ampliação e expansão.

Por exemplo, nunca remeta o nome da empresa a somente um produto ou serviço, sob pena de nunca poder oferecer uma variedade de produtos, sendo que o grande gancho do mercado atualmente é estar preparado para oferecer um mix. O mesmo erro quando o empreendedor associa a empresa ao seu próprio nome e se abrir outra empresa, os consumidores sempre associarão ao nome anterior.

Nomes estrangeiros

Nomear a empresa com nomes estrangeiros não é considerado um erro, a não ser que o significado não seja positivo, não associe o conceito da empresa ou marca ou se o nome não tiver fácil pronuncia e sonoridade.

Não ignore a sonoridade

A sonoridade é importante na língua portuguesa, palavras com sonoridade agradável são associadas a algo positivo, são capazes de encantar e conquistar; assim, cuidado com o uso de vogais e consoantes.

Como nomear a empresa por classificação

Antes de nomear a empresa entenda como os nomes são classificados e a importância disso para a empresa.

A classificação de mercado dividiu os nomes de marcas em: Descritivos, Metafóricos, Encontrados, Artificiais, Próprios e Abreviações.

Também dividiu em cinco categorias. Vamos a breve explicação das categorias:

Nomes Patronímicos – Esses nomes associam o nome da empresa ao nome do empresário ou fundador. Um exemplo disso são as marcas tradicionais no mercado como, a Companhia Odebrecht, Camargo Corrêa e outras marcas que levam a sigla dos nomes dos seus fundadores como a C&A: Clemens e August Brenninkmeyer. Os nomes de empresas associados aos nomes de seus fundadores carregam o peso da tradição e da credibilidade.

Nomes descritivos – Os nomes descritivos são empregados para denominar a atividade executada da empresa e por isso, o nome remete ao que a empresa oferece ou negocia, como é o caso da FedEx, Intel e outros.

Os nomes são geralmente elaborados com siglas e têm como características serem de difícil registro, pois a especificidade do nome pode limitar a atuação da empresa ou marca. Um exemplo disso é a Pioneira da Borracha que agora oferece apenas brinquedos, mudando o nome para PBKids.

Nomes toponímicos – Estes nomes remetem ao local de origem. A vantagem é que o nome pode se tornar o nome de uma marca mundial e até com um certo charme, como é o caso da Nokia que recebeu o nome em homenagem ao rio Nokia na Finlándia.

Os nomes toponímicos podem representar barreiras ao ser registrados, pois tem-se como exemplo o nome Bahia para coco ralado e Minas Gerais para Aguardente, pois esses nomes remetem à regionalidade dos produtos. Portanto, os nomes dados que fazem referência à localidade é um risco, até porque vivemos em um mercado globalizado.

Nomes simbólicos ou metafóricos – Esses nomes revelam o que a empresa pretende oferecer de forma indireta e um exemplo é a marca de carros UNO, que faz referência à unicidade e exclusividade que o carro pretende oferecer. São nomes portanto, sugestivos.

Os nomes encontrados ou escolhidos – Estes nomes não têm relação direta com o que a marca ou empresa oferece. A vantagem é a originalidade e exclusividade e a desvantagem são os gastos com publicidade para que os consumidores remetam o nome à marca.

Um exemplo disso são as empresas de telefonia Claro e Vivo, cujos nomes não remetem à atividade de telefonia, mas que por serem originais, simples e ao mesmo tempo abrangentes, o nome se tornou uma ideia viável e duradoura, com aspectos de marketing positivos.

Neologismos – A criação de nomes pode ser um diferencial para que as empresas criem um nome que remeta à atividade e que seja um nome original, com siglas para formar uma palavra. Um exemplo é o Lubrol que juntou as palavras Lubrificante e óleo e BR para denominar o país Brasil. A vantagem dessa junção de palavras é a simplicidade e ótimos resultados finais, se o nome tiver uma personalidade forte, isso será uma vantagem de marketing a mais.

Nomes com status – Os nomes com status têm a função de fazer com o que o consumo seja induzido, sugerindo uma marca ou empresa de qualidade e assim influenciando um consumo com status.

Exemplos disso sãos os nomes Diamante Negro, Minister, American Express e outros. Sendo que o status pode surgir pela qualidade e posicionamento de mercado, o que dará à marca um status independente do nome que ela leve.

Caso você mesmo queira dar o nome a sua empresa sigas as dicas abaixo

  • Em viagens preste atenção nos nomes instigantes de frutas, costumes, e dos próprios locais. Muitos clientes escolhem em qual empresa entrarão pelo o que acreditam que estará lá.
  • Escolher absolutamente sozinho é abrir espaço para o fracasso. Reúna com sócios ou familiares interessados especificamente para ajudar na escolha do nome, por várias opiniões serem expostas esse tipo de reunião recebe o nome de “brainstorming”, em tradução literal “tempestade de ideias”.

Cada opinião deve ser anotada sem que, logo de cara, seja demonstrada atenção ou repudia exagerada à determinada opinião.

Depois de colocar em ordem de preferência as opiniões uma nova reunião precisa ser agendada.

  • Faça a ligação do nome de sua empresa àquilo por ela oferecido. Um empreendimento chamado “Bom paladar” nos leva a pensar que se trata de algo ligado à comida, “Aventura extrema” seria uma agência de turismo e assim por diante.
  • Utilizar uma brincadeira ortográfica pode ser uma saída interessante. Isso pode ser feito adicionando ou retirando uma letra, há quem faça a inversão de caracteres, digamos que o nome da loja seja “Reversão”, o “R” pode ser colocado de maneira invertida: “Я”.
  • Coloque o bom senso em foco. Para chamar atenção muitos empresários colocam a perder um bom investimento, pois apenas querem chamar atenção e acabam divergindo do principal objetivo: Comunicar o interesse de sua marca.
  • Imitar o nome de outras marcas não é uma saída elegante, o cliente identifica o plágio e sua marca não pode crescer com a fama de imitadora, pois seu sucesso sempre estará vinculado a um outro nome.
  • Evite ser austero em sua escolha. O bom humor é uma boa saída e chama bastante atenção.
  • Algo muito utilizado, em determinadas vezes de maneira exagerada, mas ainda assim uma saída, é utilizar nomes estrangeiros com sonoridade familiar. Exemplos: “féminin“, “masculin“, ambas as palavras francesas.
  • Os nomes estrangeiros mais empregados em lojas são os vindo do francês, italiano e latim. Entende-se que a pronúncia de nomes nessas línguas é mais agradável.
  • Fugindo do estrangeirismo uma grande “sacada” é consultar o dicionário. Lá há uma gama de palavras interessantes, com significado instigante. Procure uma palavra na qual o duplo sentido não existe, a não ser que seja do seu interesse chamar a atenção como no caso do nome de loja “tranze”. No anúncio há uma mulher vestida de maneira chamativa
  • Se em suas viagens você encontrar um nome agradável e pensar em utilizá-lo só porque acha que nunca irão descobrir: Não faça isso. Pense que um dia sua loja pode alcançar proporções internacionais. Basta um anúncio no YouTube , Facebook, ou em alguma outra rede social feito eu sua própria conta, e milhões podem ter acesso ao endereço e nome de sua empresa
  • Nacional ou com palavras estrangeiras, o nome precisa ser algo fácil e agradável de ser pronunciado. Não se engane ao colocar dois nomes, dificilmente os dois serão utilizados, os brasileiros tendem a abreviar nomes compostos. Pense nisso e já crie o nome abreviado, um exemplo forte quanto a isso é o nome, já citado, “C&A”.

Um erro comum é juntar dois nomes de pessoas, se isso não dá um bom resultado com nomes de pessoas, não dará certo no nome de sua loja.

  • Caso nenhuma ideia lhe venha a mente mesmo depois de todas as dicas dadas, vá até o local de sua empresa , comporte-se tal qual um cliente passando em frente a ela e se pergunte o que chamaria sua atenção.

Determinado comerciante, sem ideia alguma de como chamar sua empresa,uma loja de roupas, seguiu a dica acima e percebeu estar em uma esquina movimentadíssima do centro comercial de sua cidade. Ele registrou sua empresa com o nome “Esquina do Jeans”.

É aconselhável que o nome da empresa deva ser um dos primeiros elementos, afinal você precisará dele para registrar seu empreendimento. Caso nenhuma ideia ocorra um profissional da área de marketing deve ser consultado.

Dizer a este profissional o que se pretende com o nome irá ajudá-lo em uma boa escolha. Deve ser um nome que remeta ás marcas e estilos de que sua empresa abordará, chamar de “Escandalosa” uma loja onde apenas roupas infantis são vendidas pode acabar atraindo um público diferente do almejado.

Como um cartão de visitas, é assim que pode ser comparado o nome de um empreendimento, afinal ele será a primeira coisa a qual o cliente olhará, portanto atenção quanto ao nome de sua empresa.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

4 COMENTÁRIOS

  1. Gostei muito das dicas. Estou montando um pequeno negocio relacionado a vendas de frutas secas e castanhas (nozes,ameixa,castanha do Pará,cerejas, damasco,tamaras e outros) e me deparei com uma dúvida, de como chamará minha empresa, vou pensar um pouco, ia colocar as letras de meu nome, desiste tão logo lí suas dicas. Obrigado.

  2. Adorei !quero abrir minha empresa que tem em vista só trabalhar com unhas e cuidados de manicure e pedicure estou muito na divida do nome certo mas as suas dicas foi fundamental pra mim. Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA