Como revolucionar o marketing da sua empresa

7 Sinais de que você é um empreendedor de sucesso.Dicas para ampliar o impacto das suas ações e conquistar mais clientes para seu negócio através do marketingAo contrário do que muitas pessoas pensam marketing não se resume apenas em propaganda. Podemos entender por marketing todas as ações realizadas por uma empresa para atrair e fidelizar novos clientes.

O marketing é um composto de estratégias que a empresa utiliza e que abrange uma boa política de preços, um bom plano de distribuição e ações promocionais bem direcionadas.

Conhecendo o ambiente de negócios para o marketing

Você precisa conhecer bem o ambiente em que sua empresa está inserida. Saber quem são seus concorrentes diretos (produtos/serviços iguais aos seus) e indiretos (produtos/serviços que podem substituir os seus) e seus clientes.

Além disso, é necessário ficar atento às mudanças macroeconômicas (inflação, política de câmbio, taxa básica de juros, etc) para se antecipar a quaisquer impactos que esses fatores possam exercer sobre as atividades da sua empresa.

Metas do plano de marketing

Após analisar o contexto macroeconômico de sua empresa, você precisa traçar as metas do seu plano de marketing. Essas metas precisam ter 5 características básicas. Elas devem ser:

  • Específicas – Exemplo: conquistar 50 novos clientes no semestre.
  • Mensuráveis – Exemplo: aumentar 20% as vendas.
  • Atingíveis – Exemplo: cada vendedor deverá visitar mais 5 novos clientes por semana.
  • Relevantes – Exemplo: essas medidas aumentarão a receita líquida em 10%.
  • Tempo – Exemplo: os resultados devem ser obtidos até o dia x.

Estratégia de Preços

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Os preços dos seus produtos ou serviços devem permitir cobrir todos os custos de produção e despesas fixas, financiar novos investimentos e gerar lucro. Tudo isso sem perder o foco na concorrência.

A linha de partida para definir o preço de venda é o custo. A partir daí você tem que enquadrar o seu preço de acordo com os preços praticados pela concorrência.

Produtos e serviços mais simples e comuns devem competir em termos de preços com a concorrência, enquanto que produtos e serviços mais diferenciados, com pouca concorrência, permitem a inserção de uma margem de lucro maior.

A política de preços da sua empresa não deve ser estática. Fique atento às datas comemorativas onde o volume de vendas aumenta e permite a realização de boas promoções.

Descubra seus canais de distribuição

Não basta conhecer seus concorrentes e chamar a atenção dos clientes com boas políticas de preços. Você precisa levar seus produtos até os consumidores. Dessa forma, você deve analisar as alternativas de vendas para traçar a logística de distribuição. Analise qual a melhor alternativa para o seu modelo de negócio.

Por conta própria: onde você investe em uma equipe de vendas, uma loja física e/ou virtual.

Por meio de terceiros: através de distribuidores, atacadistas ou representantes comerciais. Tenha em mente que nessa modalidade o volume de vendas será bem maior, porém as margens de lucros serão reduzidas ao máximo.

Conhecendo seu cliente para o plano de marketing

Utilize ferramentas e mecanismos como blogs, redes sociais e pesquisas de campo para captar a real necessidade de seus clientes. Muitas empresas julgam que conhecem as necessidades de seus clientes, mas podem se enganar.

Além disso, é importante focar em um público específico e descobrir um nicho de mercado que sua empresa irá explorar. Não adianta querer ser o maior em tudo, tente fazer o melhor para alguém e o conquistará como cliente.

Para o seu plano de marketing, faça uma tabela com os dados do seu público-alvo para cada produto. Nessa tabela você deverá analisar dados como: sexo, idade, localização, características profissionais, características econômicas, características sociais, etc.

Participe de feiras e construa parcerias

Consulte associações do seu segmento de mercado, o Sebrae e a União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe) para ter acesso aos calendários anuais de feiras sobre a atividade da sua empresa.

Você pode participar como visitante ou como expositor. De qualquer forma, será uma excelente oportunidade de estabelecer novos contatos comerciais com seu público alvo. Leve material de divulgação e crie uma lista de contatos para trabalhar o relacionamento após a feira. Muitas parcerias e grandes negócios poderão surgir nesses eventos.

Verifique se seu negócio possui serviços ou produtos complementares aos negócios de outras empresas e firme parcerias. Por exemplo, uma imobiliária pode fazer parceira com empresas de manutenção predial, assim, ela pode indicar os serviços de reparos, manutenção, pintura, etc, para seus clientes recebendo uma comissão por isso, ou através da indicação de novos clientes por parte da empresa de manutenção predial.

Crie uma estratégia de vendas

No plano de marketing, você precisa criar uma estratégia de vendas para sua empresa e deve seguir alguns passos básicos para isso:

Motivação: certifique-se que sua equipe de vendas esteja motivada e comprometida com seu projeto.

Treinamento: invista em treinamento para sua equipe de vendas. Dessa forma, ela se sentirá mais preparada para efetuar a abordagem ao cliente e concretizar a venda.

Plano de ação: é o conjunto de orientações que você dará a sua equipe de vendas para que ela possa atuar de forma integrada e homogênea quando estiver em campo.

Avalie: elabore mecanismos para medir os resultados e saber em quais pontos sua equipe precisa melhorar.

Invista no Pós-Venda

Muitas empresas tratam seus clientes como se fossem descartáveis. Fazem todo o esforço possível para vender pela primeira vez, mas não continuam oferecendo outras oportunidades para esses clientes. Não cometa esse erro.

Analise o grau de satisfação de seu cliente através de pesquisas e aproveite a oportunidade para oferecer algum benefício novo de forma gratuita. Assim, você cativará o cliente e toda vez que fizer uma nova oferta, terá maiores chances de concretizar uma nova venda. Lembre-se: cada cliente conquistado deve ser mantido.

Muitos empresários visitam clientes apenas quando são contatadas ou para conseguir novas vendas, transmitindo a mensagem de que o cliente só tem valor quando gera faturamento para o negócio. Pare de perder tempo com atividades operacionais, organize-se e saia de sua sala rumo ao mundo real de seus clientes. Estabeleça uma agenda proativa de visitas a clientes e parceiros. O relacionamento com o público também faz parte do composto de marketing.

Associe-se e cresça

Quando bem conduzido, o associativismo trás muitas vantagens, e você pode recorrer a essa estratégia para alcançar novos mercados e crescer. Existem muitas empresas que se organizam sob associações e, dessa forma, alcançam grandes clientes com os quais, sozinhas, não seriam capazes de negociar.

Caso não conheça nenhuma ação nesse sentido na sua região, você pode consultar o Sebrae para ajudá-lo.

Buscando ajuda dos profissionais do marketing

É comum que nas empresas pequenas os donos queiram atuar em todas as áreas. Porém, da mesma forma que em um time de futebol você não pode jogar sozinho em todas as posições, na sua empresa você deve ter pessoas especializadas para cada área.

Se não tiver como manter um profissional de marketing dentro de sua empresa procure ajuda de agências de marketing ou consultores para lhe auxiliarem na elaboração da sua estratégia de vendas e marketing.

Tenha o hábito de separar parte do faturamento da sua empresa para reinvestir em propaganda e marketing. Não se esqueça que cada centavo gasto com divulgação, se for bem empregado, poderá trazer muitos reais de lucro para sua empresa.

Busque inspiração para fazer o seu marketing

Você pode aprende lições valiosas através da observação de como as grandes empresas trabalham suas ações de marketing. Não pense em simplesmente copiar as ideias, mas sim em compreender o conceito que está por trás das ideias e analisar como elas se aplicam ao seu caso.

Observe, por exemplo, como essas empresas promovem o lançamento de novos produtos, o que fazem para atrair mais clientes e fidelizá-los, como organizam as equipes de vendas, quais canais escolhem para a venda de seus produtos e serviços, como determinam a política de preços e descontos, etc. Através da observação, você irá ampliar o seu conhecimento e alcançar seu público alvo, criando estratégias de marketing específicas para o seu negócio.

O que você achou das dicas para montar uma estratégia de marketing para a sua empresa?

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA