Comércio Eletrônico: Crescendo Na Contramão Da Economia

Aprenda como montar um comércio eletrônico e iniciar uma atividade lucrativa
Aprenda como montar um comércio eletrônico e iniciar uma atividade lucrativa

O comércio eletrônico ou também como é conhecido ‘e-commerce’ cresceu significativamente nos últimos anos. No ano de 2011 o comércio eletrônico movimentava aproximadamente 27 bilhões, em 2015 estima-se que se obtenha uma movimentação financeira de quase 50 bilhões de reais.

Parte dos motivos que levam as pessoas à montar um comércio eletrônico são a alta lucratividade, baixo custo para montar o negócio, possibilidade de atingir um público amplo e claro, a comodidade.

Mas, o que pode parecer simples em um primeiro momento, é bem mais complexo do que se pensa. Montar um comércio eletrônico exige planejamento, organização, conhecimento e uma série de outros fatores que podem vir frustrar o seu tão sonhado objetivo.

Quer saber como montar um comércio eletrônico do zero e que realmente lhe traga a lucratividade almejada? Então aproveite nossas dicas!

  1. O Que Vender no Comércio Eletrônico?

A pergunta número 1 que deve ser feita ao abrir qualquer negócio é: O que eu devo/posso vender? O comércio eletrônico permite você vender praticamente tudo, o que não significa que qualquer opção seja uma boa ideia.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Para escolher o que vender em um comércio eletrônico você deve levar em consideração os seguintes fatores:

  • Mercado;
  • Concorrência;
  • Qualidade do produto/serviço;
  • Preço;
  • Conhecimento do setor;
  • Demanda;
  • Lucratividade;

Observando estes fatores você conseguirá chegar a uma consideração adequada sobre qual é o melhor produto/serviço para trabalhar no seu comércio eletrônico.

Uma boa forma de obter ideias é através de pesquisas na própria internet, também, fazendo a chamada brainstorming (tempestade de ideias), na qual você anota em um papel todas as ideias que tiver, mesmo que um tanto “esdrúxulas” e, posteriormente, as analisa.

Veja também como montar uma loja virtual, será importante no seu comércio eletrônico.

  1. Descubra o Público Alvo do seu Comércio Eletrônico

Tão importante quanto saber o que vender em um comércio eletrônico é saber para quem vender. A isso nós chamamos de público alvo ou buyer person (pessoa compradora).

Para descobrir o seu público alvo você deve fazer um estudo. Uma ótima opção é pagar para uma empresa de pesquisa pelo estudo, mas, também, pode-se fazer através de consultas na internet.

Primeiro, estabeleça perguntas necessárias para descobrir quem são as pessoas que buscam e compram pelo seu produto, por exemplo:

  • Homem, mulher ou ambos?
  • Qual é a faixa etária?
  • Que tipo de profissão exercem?
  • Quais são os meios de comunicação mais utilizados?
  • Quais são as preocupações?
  • Já possuem filhos?
  • Quem influencia na tomada de decisão?
  • Quais são os hábitos?
  • Qual é a média salarial?
  • Quais são os impedimentos da compra?
  • O que motivam a efetuar a compra?

Perceba que você pode formular um questionário bem específico e que irá lhe trazer informações precisas sobre o público alvo, com isso, poderá focar suas campanhas de marketing nas pessoas certas, gastando menos e convertendo em mais vendas.

Boas formas de obter as informações acima são através de comentários de compras em produtos semelhantes, fóruns, discussões ou até mesmo nas redes sociais.

  1. Planeje a Estrutura do E-commerce?

Montar um comércio eletrônico está entre as atividades mais baratas
Montar um comércio eletrônico está entre as atividades mais baratas

Um erro comum das pessoas que montam um comércio eletrônico é simplesmente criar e não planejar a estrutura.

Por exemplo, quais serão as categorias do seu site? Como irá estruturar os produtos? Quantas fotos? Terão vídeos? Botão de compra? Terá um blog? Qual será a forma utilizada para captar visitantes?

A estrutura adequada de um site é fundamental para conseguir ter uma boa conversão de vendas. Você pode encontrar dezenas de testes de empresas que, simplesmente ao mudar o botão de compra ou até mesmo o lado, tiveram alterações de vendas assombrosas.

Então, estude a sua estrutura do comércio eletrônico, pode fazer toda a diferença na sua lucratividade.

Uma boa dica, caso você não saiba como fazer o seu comércio eletrônico é aderir as chamadas franquia de loja virtual, assim receberá toda a estrutura pronta e o know how.

  1. Escolha um Bom Domínio e Hospedagem

O domínio é a URL do seu site (de forma simplória), por exemplo, www.seusite.com, com isso, encontrar um nome que relacione à sua marca é imprescindível.

Você tem basicamente duas formas de trabalhar o seu domínio, através da palavra chave relacionada com o que você irá oferecer, ou pela marca propriamente dita do seu negócio.

Por exemplo. Supondo que você irá vender roupas plus size e a sua marca se chame Plus For You.

  • Roupasplusize .com poderia ser o seu domínio (claro, já deve existir este);
  • Você poderia fazer PFYroupas ou Plus For You .com. Assim você irá criar a identificação do domínio com a sua marca e não com o objetivo em si.

Você pode registrar o seu domínio diretamente no Registros BR ou, normalmente, na sua própria hospedagem (aconselhável, é mais fácil).

A hospedagem de qualidade irá manter seu site ativo, hospedagens de baixa qualidade costumam ter “problemas” e, consequentemente, seu site fica offline com frequência, o que pode ocasionar em perda de credibilidade e de vendas.

Procure por boas hospedagens, o custo com domínio e hospedagem é baixo, vale a pena pagar, 3 a 5 reais a mais e ter uma boa hospedagem para seu site.

Veja o brilhante texto da Folha de S. Paulo sobre o e-commerce e as vantagens frente as lojas físicas. Lojas Virtuais Vivem Boom.

  1. Crie o Seu Site

O seu site é a porta de entrada para os consumidores comprarem seu produto, então, dê a devida atenção à ele.

Você já fez todo o estudo de estruturação do seu negócio, páginas do site, categorias, imagens e etc.

Agora é preciso repassar para a sua homepage de forma organizada e que conduza o usuário até a compra. Sugiro que você contrate um especialista em desenvolvimento web, salvo se você tiver conhecimento, neste caso, pode fazer você mesmo sem problemas.

Para melhorar o seu desempenho de vendas, acesse nosso post sobre vendas pela internet.

  1. Desenvolva Comodidade de Entrega e Pagamento

A cada dia que passa as pessoas compram mais pela internet, isso acontece principalmente pela comodidade e praticidade. Você compra, paga no cartão de crédito ou em boleto e pronto, basta esperar alguns dias e o produto está na sua casa.

Por isso, ao montar um comércio eletrônico você deve introduzir um bom sistema de pagamento, pode ser, por exemplo, o PAGSEGURO, BCASH, MOIB ou o F2B. Não será difícil encontrar soluções para sistema de pagamento.

Contudo, cuidado no momento de instalá-lo e configurar, qualquer erro pode vir a lhe trazer prejuízos, afinal, são transferências bancárias. Se possível, procure alguém capacitado para fazer a introdução do sistema de pagamento no site.

Também, você precisará entregar os produtos que serão adquiridos pelo seu comércio eletrônico. Crie um sistema de logística em que o cliente tenha o menor prazo possível para receber o produto e, ao mesmo tempo, para você fique conveniente. Por exemplo, ir segundas e quinas nos correios para enviar as compras.

Desenvolva um sistema de rastreamento e de cálculo de frete (caso seja cobrado), isso traz mais credibilidade e comodidade para os clientes.

  1. Faça um Plano de Marketing no Comércio Eletrônico

Quando se trata de vendas pela internet, o marketing digital deixa de ser uma opção e se torna obrigatoriedade. Você apenas será lembrado se você aparecer, e, na internet, isso é realmente difícil.

Quando se tem um comércio físico, as pessoas passam pela frente do seu empreendimento e você aparece, sem contar que a concorrência, por ser local, é menor. Já na internet, praticamente todo o marketing gira em torno de motores de busca, como é o caso do Google.

Por isso, estratégias de marketing para o comércio eletrônico devem ser estudadas e bem elaboradas, dentre elas:

  • SEO (Search Engine Optimization);
  • Anúncios patrocinados;
  • Marketing em Mídias Sociais;
  • Marketing de Conteúdo;
  • Programas de Afiliados;

Estas costumam ser as estratégias mais utilizadas e efetivas em comércio eletrônico, por isso, busque conhecer perfeitamente, caso contrário, serei honesto, dificilmente terá chance de ganhar e

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA