Como Montar Uma Loja de Embalagens

Como montar uma loja de embalagens
Como montar uma loja de embalagens

Como montar uma loja de embalagens e ter lucro em sua empresa. O poder de compra do consumidor brasileiro aumentou muito nos últimos anos. A quantidade de pessoas que vão às ruas comprar, seja para si próprio, ou para presentear um familiar ou um amigo aumentou significativamente. E, assim, há a necessidade de se produzir mais embalagens para tais produtos procurados pelo consumidor.

Por isso, montar uma loja de embalagens é um negócio que facilmente faz sucesso. Claro que em época de festas, como natal, dia dos pais, dia das crianças, etc, o consumo é muito maior, e, portanto, a demanda por embalagens por parte das empresas que comercializam também é muito maior. Mas, atualmente, o consumo acontece durante todo o ano, principalmente, porque é possível comercializar embalagens para produtos de clientes, sejam eles de beleza, alimentício ou eletrônico.

Nesse artigo, você vai conhecer as particularidades desse negócio e, consequentemente, o tipo de informação mais importante que você deve conhecer bem antes de montar uma loja de embalagens.

Planejamento

Há apenas duas questões para as quais é preciso dar atenção especial, com esse tipo de negócio. Questões que devem ser tratadas logo no início do processo para abrir um comércio de embalagens e que já provocaram o fracasso de alguns empreendedores. Primeiramente, esses empreendedores não realizaram um planejamento prévio, depois, pela ineficácia na estruturação e gestão do negócio.

Por mais que o presente escolhido não seja lá grande coisa, a embalagem faz toda a diferença. Há diversos tipos de embalagens que podem ser trabalhadas. Podem variar tanto no material – papelão, plástico, pano, fibra, entre outros -, quanto no tamanho, na cor e, principalmente, nos detalhes. Os detalhes fazem a diferença. Podem-se usar fitas, estampas, pequenos enfeites, cartões etc.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 5 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

Essas variações vão de acordo com o produto do seu contratante, mas o ideal é não trabalhar com contratantes muito diferentes um do outro. Planeje isso antes de fechar contratos com qualquer cliente. Escolha empresas de um mesmo setor do comércio, ou no máximo de dois ou três setores diferentes – principalmente no início do negócio. Isso não significa, porém, que as embalagens serão padronizadas para cada tipo de setor. Pelo contrário. Quanto mais singular for a embalagem de cada cliente, mais satisfeito ele ficará. Afinal, ele quer que seu produto se destaque na prateleira do supermercado, da loja de brinquedos ou padaria.

De qualquer forma, ouça o seu cliente. Entenda profundamente o conceito do produto para o qual você irá fabricar uma embalagem. Isso depende da quantidade de dinheiro que ele quer investir e a forma como quer comercializá-lo. Pergunte a ele todos os detalhes do produto a ser vendido, para satisfazê-lo da melhor forma no que diz respeito ao tipo de produto que ele procura e ao custo que determinada embalagem irá custar a ele. Personalize ao máximo cada embalagem, de modo a tornar o produto do seu cliente único, mas sem aumentar o custo – nenhum cliente gosta de gastar mais do que poderia.

Relacionamento com o cliente

Nesse tipo de negócio, o feedback do cliente vale muito. É a partir daí que você vai procurar melhorar o serviço oferecido. Atenção: os contratos nesse tipo de negócio não costumam ser curtos, mas um dia eles acabam, e, se seu cliente não estiver satisfeito, ele irá mudar de fabricante. É esse tratamento diferenciado que faz com que as relações se intensifiquem, o que permite também usar esse exemplo de sucesso conseguido para atrair novos clientes.

Uma forma de alcançar a fidelidade de seus clientes é oferecendo a ele certos benefícios ao longo do tempo. Crie mais, apresente novos designs de embalagens para seus clientes – principalmente em datas de grandes vendas e surpreenda-o.

Fornecedores para uma loja de embalagens

Outro aspecto importante para pensar quando estiver planejando seu negócio diz respeito aos seus fornecedores. A matéria prima mais utilizada por você provavelmente será o papel e o plástico. Mas não é tão simples assim. Na hora de estruturar esse fornecimento, reflita sobre as seguintes questões: Quais condições de aquisição serão mais adequadas? Como negociar e obter facilidades de pagamentos condizentes com a estratégia de venda? Quais volumes devem ser adquiridos em função de previsão de venda e prazos de fornecimento? Quais níveis de estoque devem ser considerados, que atendam a operação da sua empresa sem comprometer a disponibilidade financeira?

Projete também sobre as possíveis dificuldades que sua empresa possa passar. Por isso, é importante saber exatamente como será a sua empresa, quais serão os dirigentes, a legislação necessária para o local onde será instalada a empresa etc. Tenha também uma previsão exata de orçamento – investimento, custos e despesas. Isso pode determinar o sucesso do negócio. Saiba que muito provavelmente você passará por um período sem lucro, e talvez até prejuízo.

Mercadoria específica

Caso você opte por uma loja de embalagens especificamente de presentes há também outra forma de trabalhar, um pouco diferente da citada acima: o seu cliente não é mais o fabricante de produtos, mas sim, diretamente o consumidor dos produtos. Ou seja, você não irá vender caixas de bombonspara uma empresa de chocolate, mas sim para quem vai comprar o chocolate.

Você irá, então, montar uma loja de embalagens de presentes que vende diretamente para o consumidor. Ou seja, há outras vantagens e desvantagens com as quais você irá lidar.

Inicialmente, pense que, se essa pessoa está comprando uma embalagem de presente avulsa, significa que ela é mais exigente ainda que o cliente anterior. Ou seja, cada produto seu deverá ser mais personalizado e único ainda.

Se, por um lado, você pode determinar individualmente o preço dos seus produtos, por outro, a venda não é garantida. Ela depende de fatores externos.

Escolha do local

O local em que sua loja se encontra é um exemplo de fator externo: ela deve estar necessariamente em uma região de comércio, onde as pessoas que estejam fazendo suas compras tenham a possibilidade e a vontade de adquirir uma embalagem diferenciada para embrulhar o presente que acaba de comprar.

Também é preciso levar em conta a aparência da loja – sem se importar muito com o tamanho que o espaço possui, ele deve ser atraente ao pedestre: colorido, bonito, com produtos variados, para todos os gostos.

Serviço oferecido

Outro fator externo, que talvez seja o mais importante, é o serviço dos seus vendedores. O relacionamento com os clientes por parte desses vendedores precisa ser trabalhado com extrema atenção. E pense que essa relação é diferente da relação com o cliente anteriormente citado, a empresa. Você não deve criar uma relação de longo prazo, mas, sim, conquistar o cliente imediatamente. Por esse motivo, você, empresário, deve refletir, por exemplo, se você irá trabalhar na loja pessoalmente, mais próximo de seu cliente e, portanto, controlando melhor o relacionamento com o mesmo; ou se apenas será o dono do negócio e encarregará esse trabalho a outra pessoa – que deve ser, portanto, alguém de sua confiança.

Faça seu plano de negócios e monte sua loja de embalagens!

Como Montar Uma Loja de Embalagens
0 votos, nota média 0.00 ou 0% de avaliação

 

DICA IMPORTANTE!

Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Contrate uma consultoria, estude em livros, use o kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas não arrisque suas economias em um chute!

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA