Como Montar um Site de Compras Coletivas

Como montar um site de compras coletivas
Como montar um site de compras coletivas

Aprenda o que deve ser feito para montar um site de compras coletivas, a nova febre do mercado. Hoje em dia, não se fala em outra coisa na hora de conseguir uma boa promoção online que não seja em sites de compras coletivas. Esta é a nova febre do mercado, uma onda que pode ser momentânea ou duradoura, mas que tem causado uma verdadeira guerra com o surgimento de tantos sites e com a variedade de serviços.
Para quem curte Internet, computador e tem um bom tino para negociações, montar um site de compras coletivas pode ser uma boa ideia para lucrar e o melhor é que tudo pode ser feito sem sair casa, bastando apenas ter um telefone, um computador com acesso à Internet e uma boa conexão com a web para poder facilitar o serviço.

O que é um site de compras coletivas?

Um site de compras coletivas funciona da seguinte forma: o produto é ofertado em determinada quantidade e o cliente fará a compra online, que pode ser por débito em conta, com cartão de crédito ou ainda por pagamento de boleto bancário. O segredo está no que vai ser ofertado e os clientes irão vir aos poucos, uma vez que o funcionamento de tais sites deve ser inteiramente gratuito.

Geralmente, tais sites mandam para os clientes cadastrados as ofertas do dia por email, uma forma de informar e fazer com que as pessoas se inscrevam no site e também se crie um mailing de contatos para sites posteriores e para oferecer mais serviços, caso o proprietário do site queira. O ideal é que se envie um email por dia, para não ser considerado um spam. Com o tempo e as boas ofertas, os clientes já vão esperar a sua mensagem todos os dias e você vai ganhar notoriedade, como os gigantes do meio já o fizeram.

Como fazer para montar um site de compras coletivas?

É preciso ter uma equipe básica de três pessoas trabalhando juntas: um programador que pode ser também web designer, um administrador e um profissional de marketing. Assim, terá tudo para funcionar bem. O primeiro passo é desenvolver o site em si, que irá contar com o trabalho do designer para criar o layout do site, o visual e o programador que juntamente com a imagem, irá fazer o tal site funcionar. O tempo médio de desenvolvimento de um site deste porte é de dois meses, pois é preciso que esteja em pleno funcionamento para entrar no ar. Infelizmente, aqui não são permitidos erros, porque toda a empresa depende de um bom funcionamento do site para que ele seja considerado bom e eficiente.

O site de compras coletivas precisa ter um sistema de ofertas, que funcione com uma ferramenta de postagem de texto bem semelhante a uma plataforma de blog. Depois é preciso uma área para o cliente cadastrar seus dados e assim poder efetuar pagamentos e imprimir o cupom da compra. Além disso, deve haver um sistema de compras, também conhecido como carrinho de compras em que o cliente irá ser direcionado para o pagamento da oferta escolhida. O valor do site varia de acordo com o profissional que o desenvolveu, mas pode custar de R$ 800 a R$ 2 mil, a ser entregue em pleno funcionamento. É preciso contratar um profissional de confiança, para em caso de problemas como o site sair do ar ou outros pequenos defeitos na programação, ele seja contatado para resolvê-los.

Quanto custa para manter um site de compras coletivas no ar?

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Montar um site de compras coletivas é como abrir uma empresa normal que deve funcionar legalmente. Para isso, você precisa que seja aberta uma firma, não precisando ser de grande porte. Pode ter apenas a abertura simples, sem ou com sócios, um CNPJ e assim poder fechar contratos em nome da empresa. Esta documentação deve custar em média R$ 1 mil, contando com os custos da contratação de um contador, o profissional ideal para orientar em tal processo.

Os serviços a serem pagos para manter um site de compras coletivas no ar são a hospedagem, que é um valor mensal para que o site fique ativo na Internet, o domínio, que é endereço do site a ser pago em taxa anual e também o servidor para que ele funcione, que pode ser a mesma empresa de hospedagem, também em taxa mensal. Tudo isso pode custar por mês em média R$ 400 ou um pouco mais.

Como conseguir as compras coletivas?

O segredo deste modelo de empreendimento é sem dúvida o que está sendo ofertado e por isso, os sites de compras coletivas fazem tanto sucesso no Brasil. O trabalho de conseguir as ofertas será todo do profissional de marketing, o responsável por fazer o contato entre site e empresas para ofertar o serviço. Este processo funciona de forma simples: um dos empregados do site entra em contato com a empresa e oferece a possibilidade de anunciar o produto e vender por um preço reduzido, mas em grande quantidade, cobrando um percentual por venda. A cada venda o site pode lucrar 5, 10 ou 20 por cento, varia conforme o produto e o preço do item ofertado. O lucro do ofertador será na quantidade e por isso ele deve abaixar a sua margem de lucro para vender mais itens e o site não deve cobrar muito acima do valor para ficar atrativo para o cliente.

O segredo é oferecer uma variedade de serviços e produtos que agradem aos clientes. São bons serviços para vender em sites de compras coletivas os voltados à estética como salão de beleza, massagens e descontos em academias de ginástica. Outra dica é a venda de produtos eletrônicos como celulares, tablets, notebooks e netbooks. Pacotes de viagens também vendem bem, bem como descontos em bares e restaurantes.

Mas é preciso ficar atento à qualidade dos produtos e serviços prestados pelas empresas, ao conteúdo dos contratos e às questões legais que envolvem o oferecimento de serviços na Internet para não correr o risco de ter processos por conta de consumidores lesados.

Ficou interessado em montar um site de compras coletivas? Compartilhe conosco!

 

4.00 avg. rating (79% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

11 COMENTÁRIOS

  1. Agradeço aos amigos da editora Novo Negócio pelas dicas e sugestões nos auxiliando em nossas decisões diárias. Obrigado pela parceria.

  2. Estou interessada em montar uma empresa de compra coletiva. Queria uma orientação. Como dar o primeiro passo,os três profissionais,onde encontrar?

  3. Eu até tava tentando amadurecer a ideia, mas é muito complicado e o gasto eu não posso assumir agora! Vou buscar algo rentável também e com um custo mais barato, menos complicado! Mas parabéns pela matéria! Pra quem está disposto a pagar o que é cobrado, vale sim a pena montar o site! Grande abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA