Como Montar Um Parque de Diversões

Como Montar Um Parque de DiversõesJá pensou em montar um parque de diversões na sua cidade? Veja como ultrapassar as principais barreiras!

Quais são as opções de lazer da sua cidade? Você já parou para pensar nesta questão? Este é um ótimo ponto para refletir, especialmente se você tem a intenção de abrir um negócio próprio. Afinal de contas, ao decidir fazer um investimento, o ideal é desenvolver uma proposta que seja capaz de atender às necessidades das pessoas que residem na região e tenha bom potencial de consumo.

O ideal, antes de abrir qualquer tipo de negócio, é fazer um estudo detalhado do mercado atual, avaliando desde a concorrência até o potencial de crescimento no setor. Para conseguir fazer um estudo adequado, busque desenvolver um plano de negócios, o qual conterá todos os pontos específicos.

Ainda não sabe como fazer o plano de negócios? Sem problemas, aqui na plataforma desenvolvemos um texto específico sobre o tema, confira agora mesmo: como elaborar um plano de negócios.

Você já pensou em abrir um parque de diversões? Esta é uma boa oportunidade de negócio, especialmente se você mora em uma cidade pequena e com poucas opções, pois chama a atenção e torna-se um ponto de encontro das pessoas, o que aumenta as suas possibilidades de obter bons rendimentos financeiros. Para trabalhar com esta atividade é necessário fazer uma série de planejamento para que seja viável oferecer um serviço de qualidade.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Veja, ao conseguir tornar o seu parque de diversões um ponto de encontro, você não estará lucrando apenas com o divertimento e atrações, pelo contrário, ganhará em venda de comida e bebida, o que costuma gerar uma receita muito boa, já que os preços em parques de diversões são bem caros.

Para abrir um parque de diversões você precisará seguir à risca diversas exigências legais, pois os brinquedos disponibilizados jamais podem colocar em risco a integridade dos clientes. Também é importante saber escolher as atividades que irão compor a sua cartela de serviços.

Por ser um negócio relativamente complexo de ser montado, desenvolvemos esse texto ensinando como proceder com os principais pontos de dificuldade enfrentados no negócio. Preparado? Vamos lá!

Conheça Mais Sobre a Atividade de Parque de Diversões

Você já deve ter percebido que nos tempos atuais as pessoas têm muitas opções do que fazer, mas ao mesmo tempo se sentem entediadas, não é verdade? Isso acontece porque na os indivíduos possuem uma necessidade de desenvolverem atividades de lazer. A busca por tarefas que tragam relaxamento é algo contemporâneo, tendo surgido depois da Revolução Industrial, pois com o crescimento do uso de novas tecnologias houve a criação da mercantilização e consumo do tempo livre.

Uma das formas de comercializar o tempo livre mais tradicional e que segue em crescimento até hoje é através dos parques de diversão, que além de oferecerem entretenimento pessoal, este tipo de negócio também preza pelo coletivo, uma vez que as pessoas costumam se reunir em grupos para ir aos brinquedos e ter boas conversas nas famosas praças de alimentação dos parques de diversão.

O parque de diversões é um tipo de negócio que tem os seus serviços voltados para o público em massa, podendo compreender as pessoas de todos os gêneros e idades, sendo que há possibilidade de focar no público jovem de 15 a 25 anos, que é a faixa que mais consome os produtos disponibilizados por esta empresa.

Mercado Para Abrir Um Parque de Diversões

O mercado para abrir um parque de diversões é considerado bastante próspero no Brasil, uma vez que há uma tendência de crescimento na busca e consumo de produtos e serviços de lazer por parte dos brasileiros. Este tipo de negócio tem um bom potencial de rendimento financeiro porque compreende um público amplo, podendo oferecer as suas atividades para crianças até idosos.

Um parque de diversões pode ser montado em três modalidades diferentes, são elas: indoor, que é construído em um espaço fechado e é mais limitado, em shoppings, que tem um tamanho médio e é mais voltado para recriação, e ao ar livre, que requer um espaço maior e disponibiliza mais serviços.

O tipo de parque de diversões que você irá optar montar dependerá muito daquele estudo prévio mencionado, é preciso verificar o que a sua cidade comporta, o que está em falta para as pessoas e o que terá maior probabilidade de fazer sucesso.

Neste setor de atuação, a concorrência depende da cada região, por exemplo, em cidades pequenas você pode criar o seu próprio filão de mercado, sendo o primeiro a montar um parque de diversões e conquistar a preferência do público. Para obter sucesso nesta área é necessário investir na qualidade e segurança dos serviços disponibilizados.

Na verdade, a concorrência nesse setor ainda é baixa, tendo basicamente parques de diversões em shoppings ou móveis, aqueles que ficam alguns dias na sua cidade e vão embora, normalmente para eventos.

Como Montar Um Parque de Diversões

Você acredita que montar um parque de diversões é uma boa possibilidade de negócio para a sua cidade? Neste caso, o primeiro passo é tirar a sua ideia do papel e transformá-la em realidade, o que exige muito planejamento. Acompanhe abaixo nossas dicas de como montar um parque de diversões, ultrapassando as principais dificuldades desse tipo de negócio.

1- Local Para Montar o Parque de Diversões

A localização é de fundamental importância para qualquer modalidade de negócio, principalmente para montar um parque de diversões. O local deve ser escolhido a partir da análise de vários pontos. Primeiramente, é necessário compreender que o espaço deve estar acessível e ter boa visibilidade para o público. Em locais fechados, o parque deve ter no mínimo 100m², já em lugares abertos a metragem comum é de 1.000 m².

O local escolhido para abrir o parque de diversões também tem que levar em consideração as suas condições para investimento. Se você já conta com um terreno espaçoso, o ideal é optar por montar o negócio ao ar livre. Quem tem um capital mediano e disponibilidade para arcar com o aluguel pode montar o parque em um shopping. Mas, se o dinheiro é pouco, pode-se escolher o parque indoor, que é montado em eventos em locais fechados.

2- Exigências Específicas Para Montar Um Parque de Diversões

Para montar o parque de diversões é necessário atender a uma série de exigências legais específicas para este tipo de atividade. A primeira coisa a se fazer é procurar a Junta Comercial da cidade para solicitar a abertura do negócio, onde será possível obter todas as orientações para dar segmento ao negócio.

Na sequência, é preciso ir até a prefeitura para pedir o Alvará de Funcionamento, a Licença Ambiental para parque de diversões ao ar livre e a Licença do Corpo dos Bombeiros. As autorizações são concedidas após uma vistoria no local para constatar que todas as normas estão sendo seguidas.

Na próxima etapa você também deve obter o registro do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), que pode ser solicitado no site da Secretaria da Fazenda, além de fazer a sua inscrição na Secretaria da Fazenda Estadual e no Sindicato Patronal para fazer o recolhimento de impostos e poder registrar os funcionários.

3- Estrutura Para Montar o Parque de Diversões

A estrutura para montar o parque de diversões deve ser planejada nos mínimos detalhes. Antes de qualquer coisa, é preciso compreender que esta modalidade de negócio tem que ser altamente segura para os clientes, pois qualquer falha nos brinquedos pode colocar a vida das pessoas em risco. Por isso, o projeto da estrutura deve ser montado juntamente com assessoria da Defesa Civil da cidade.

Para quem está começando, o ideal é optar pelos modelos de parque de diversões mais comuns, que são compostos por Brinquedos De Parque de Diversões barco pirata, autopista, cataclisma, dancing fly, crazy dance, montanha russa, double shock, roda gigante, tiro ao alvo e kamikaze. Os brinquedos devem ser comprados novos, a maioria dos fornecedores destes produtos são estrangeiros, sendo necessário importá-los.

Para atender os clientes também é preciso dispor de balcão para a bilheteria, caixa, cadeira, uma cozinha equipada para a venda de alimentos e banheiros químicos. Se preferir, também pode montar um pequeno escritório para que a administração do negócio seja mais próxima. O total de investimento para montar um parque de diversões gira em torno de R$ 50.000 reais a R$ 150.000 reais.

4- Equipe Para Trabalhar no Parque de Diversões

A equipe para trabalhar no parque de diversões depende do tamanho do estabelecimento e do leque de serviços que serão oferecidos, ou seja, quanto mais atividades forem prestadas, consequentemente, mais funcionários serão necessários para executá-las.

Para deixar o parque de diversão funcionando, você vai precisar de um administrador, um gerente, um auxiliar de serviços gerais, um técnico para fazer a manutenção frequente dos brinquedos, um instrutor para cada brinquedo, além de 1 atendente na bilheteria e outro na praça de alimentação.

Trabalhar com funcionários para cada brinquedo é importante, embora alguns parques de diversões não respeitem. Lembre-se, você estará trabalhando em uma atividade que está diretamente ligada a riscos, e a falta de pessoas qualificadas e quantidade de funcionários adequado podem ocasionar sérios transtornos e indenizações.

E Você, o Que Acha de Montar um Parque de Diversões na Sua Cidade? Deixe Suas Dúvidas!

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA