Como Montar um Food Truck: COMPLETO!

Cada vez mais recebemos perguntas sobre como montar um food truck, e não é para menos, este modelo de negócio tem ganhado relevância devido ao seu custo mais baixo e ótima lucratividade. O food truck é um “caminhão de comida” (tradução literal), é aquelas famosas towner que você encontra nas ruas vendendo cachorro quente, pipoca, xis, entre outras comidas.

A nova modalidade de negócio food truck está invadindo as ruas e fazendo sucesso e agora você pode aprender como montar um food truck
A nova modalidade de negócio food truck está invadindo as ruas e fazendo sucesso e agora você pode aprender como montar um food truck

A expansão do movimento do food truck no Brasil ocorreu em 2014 e, desde então, tem se expandido, sendo caso de sucesso de muitos pequenos empreendedores, os quais, que antes viam como uma forma de renda extra, passaram a trabalhar como renda principal e viver muito bem com os ganhos.

Mas afinal, como montar um food truck? Basta apenas comprar um veículo estilizado e devidamente adaptado para fabricação e comercialização de lanches? A resposta é não!

Mas afinal, como montar um food truck? Basta apenas comprar um veículo estilizado e devidamente adaptado para fabricação e comercialização de lanches? A resposta é não!

Este negócio exige um bom ponto, lanche de qualidade, estratégias para chamar a atenção do público, preço acessível, observação de legislação específica e muito mais. Está pronto para saber como montar um food truck do zero?

Mercado de Food Truck

O mercado de Food Truck tem crescido de forma espantosa, para se ter uma ideia, no ano de 2014, observou-se um movimento financeiro de R$ 140 bilhões de reais.

Nos EUA, um dos locais em que se iniciou o Food Truck (juntamente com regiões da Europa), o segmento de food truck foi um dos que mais cresceu, passando de 15% para 37% das receitas do setor entre o período de 2008 e 2012, conforme analise da IBISWorld.

Embora o mercado de food truck seja uma ótima opção de negócio ambulante, adentrar no meio precisa ser precedido de análises, pois você irá disputar mercado não apenas com outros vendedores ambulantes, mas também com pequenos restaurantes e lancherias.

Lembre-se de que você precisará de um food truck personalizado, e isto pode demorar tempo, em algumas oficinas especializadas, o prazo de espera pode atingir até 4 meses, então, caso esteja com presa, comece a pesquisar o melhor lugar para adquirir.

Exigências Legais para Montar um Food Truck

Em virtude de o Food Truck ser um negócio com legislação mais específica, além de se tratar de setor alimentício, um dos mais fiscalizados no Brasil, criamos por tópicos o que você precisa fazer para deixar tudo dentro dos conformes legais:

  1. Descubra se existe Lei Municipal específica que regulamenta a cozinha sobre rodas. Hoje, na cidade de São Paulo e Rio de Janeiro existe legislação específica, por isso é importante verificar na sua cidade.
  2. Faça uma consulta comercial na Secretaria de Urbanismo (Prefeitura). Isso servirá para descobrir se você pode montar um food truck no ponto escolhido;
  3. Verificar se a sua marca já não está sendo utilizada por outra empresa;
  4. Fazer o arquivamento do contrato social ou declaração de empresário individual. Você deve fazer isso na Junta Comercial da sua cidade;
  5. Verifique todas as exigências da RDC 49 da ANVISA, que deve ser seguida por todos os vendedores ambulantes, inclusive com exigências quanto a higiene.
  1. Faça o pedido do CNPJ na Receita Federal;
  2. Solicite a Inscrição Estadual na Receita Estadual;
  3. Pedido de Alvará de Funcionamento: aqui está o ponto mais delicado de quem deseja montar um food truck. Após protocolar o pedido de Alvará, um responsável da vigilância sanitária irá averiguar o seu local de trabalho, e acredite, a lista de exigências é acentuada, por isso, informe-se no órgão de vigilância da sua cidade para deixar em dia o seu estabelecimento móvel;
  4. Solicite o Termo de Permissão de Uso (TPU) na prefeitura da sua cidade. Esse documento é obrigatório para poder permanecer no ponto comercial e vender os lanches.
  5. Solicite o enquadramento na Entidade Sindical para efetuar as contribuições anuais;
  6. Fazer a Conectividade Social para contribuições de INSS e FGTS – Caixa Econômica Federal;
  7. Comércio Ambulante: você será considerado um comerciante ambulante de alimentos, por isso, você terá que fazer um cadastro como micro empreendedor individual ou em outra categoria, contudo, é importante que você entre em contato com a Prefeitura da sua cidade para averiguar a existência de alguma legislação/exigências específicas.

Faça tudo dentro dos padrões legais, mesmo que demore um pouco de tempo para iniciar seu negócio e ganhar dinheiro, caso contrário, você poderá ter suas atividades suspensas e receber uma multa.

O processo de liberação de toda a documentação para poder trabalhar com um food truck pode varias de 3 meses a 6 meses. Em cidades pequenas, a tendência é conseguir a liberação antes desse prazo.

Escolha do Cardápio do Food Truck

Você já pensou no cardápio do seu food truck? Esse é um dos pontos mais importantes, justamente porque a localização, compra de equipamentos e até mesmo o investimento e lucratividade estarão interligados ao cardápio.

Por exemplo, um cardápio de lanches rápidos como hot dog ou espetinhos, tem como ponto ideal saídas de festas. Além disso, um food truck para a venda de espetinhos pode ser mais simples e precisa de uma mini churrasqueira adaptada, o que não se encontra na maioria dos carrinhos.

Então a questão é, qual é o seu cardápio?

Uma boa dica para tomar essa decisão antes de montar o seu food truck é analisar a concorrência. Visite outros food trucks na sua cidade e verifique o que estão vendendo, bem como, quais são os pedidos mais frequentes.

Uma enquete divulgada no Facebook (campanha paga) pode facilmente ajudar na sua escolha e você gastará menos de R$ 50,00 reais.

Coloque na enquete os lanches que está pensando em comercializar e peça para que as pessoas selecionem. É importante colocar segmentação na campanha, por exemplo, Salvador, Belo Horizonte, enfim.

Depois de saber exatamente o seu cardápio, faça um levantamento de preço, custos e lucratividade, assim descobrirá se realmente vale a pena montar um food truck na sua cidade.

Localização Ideal Ao Montar um Food Truck

Ao decidir montar um food truck a localização ideal é fundamental, embora você não esteja obrigado a permanecer em um único local (venda ambulante), ainda será necessário ter seu próprio ponto.

O ponto escolhido pelo Food Truck o tornará conhecido, diminuindo as variações de ganhos mensais. Normalmente, um food truck permanece no seu ponto comercial, deslocando-se apenas em caso de eventos na cidade.

Isso porque, ao montar um food truck em um bom ponto comercial, é possível criar uma boa referência, fazendo com que as pessoas, quando estiverem a fim de um lanche, lembrem-se do seu food truck.

Por isso seguir horários de atendimento e um ponto fixo é muito importante.

Para encontrar a localização ideal ao montar um food truck você deve levar em consideração fatores como:

  • Fluxo de pessoas: qual é a média de pessoas que transitam pelo local que você irá montar o seu food truck?
  • Concorrentes na região: verifique a quantidade de concorrentes naquele ponto, principalmente outros food trucks, isso pode reduzir significativamente as suas vendas. Conte como concorrentes as lancherias e vendedores ambulantes, mesmo que de produtos diferentes do seu.
  • Condições Sanitárias: quais são as condições sanitárias no local? Existem banheiros? É limpo? Higiene é considerado um grande diferencial competitivo para montar um food truck.
  • Fácil acesso: você deve procurar por um ponto de fácil acesso, em que os carros possam estacionar e de preferência com pouco engarrafamento.
  • Transporte público: estar próximo de pontos de transporte público costuma ser uma boa opção para aumentar as vendas do food truck. Isso porque, as pessoas tendem a “não comer” durante o trabalho e, ao descer das lotações, buscam por um lanche rápido e barato.
  • Avaliação de pontos visíveis x pouco visíveis: às vezes, devido aos custos de licença para determinados pontos para food truck, pode ser mais atrativo procurar um ponto menos visível e investir em boas campanhas de marketing. Nesse caso, duas serão as vantagens: pouca concorrência em um local mais distante e público recorrente (pessoas impactadas com a campanha de marketing). Perceba, o Food Truck trabalhará com mídia publicitária e não com propaganda “de localização” em que as pessoas passam e veem o food truck.
  • Cozinha de acesso: ao montar um food truck,ter próximo ao seu ponto uma cozinha facilitará muito a produção, ainda mais em caso de emergência ou eventuais necessidades, como precisar de mais água, espaço para preparo, etc;

Lembre-se de fazer um estudo do ponto comercial, análise de mercado e um planejamento estratégico para montar um food truck, pois, embora seja um ótimo negócio, cada caso é um caso, e pode ser que não seja tão lucrativo na sua localidade. Se você não sabe como fazer isso, aqui eu te ajudo.

Equipamentos e Estrutura Para Montar um Food Truck

Está se perguntando quais são os equipamentos para montar um food truck? Com certeza é um dos tópicos mais importantes. Embora o food truck seja uma “adaptação” de uma pequena van ou até mesmo um mini caminhão, não pode faltar os equipamentos fundamentais para o preparo do produto.

Abaixo listamos os equipamentos imprescindíveis para um food truck, confira:

  • Coifa;
  • Balcão de trabalho;
  • Pia em inox;
  • Revestimento em inox;
  • balcão frio em aço
  • Fogão e forno industrial;
  • Gerador;
  • Instalação de gás;
  • Coletor de detritos;
  • Freezer;
  • Micro-ondas;
  • Geladeira;
  • Armário;
  • Prateleiras;
  • Instalação elétrica;
  • Utensílios;

Os equipamentos acima são o básico para iniciar, e o custo pode variar entre R$ 20.000,00 e R$ 30.000,00 reais.

Ainda, precisará adquirir o “engate”, uma espécie de pequeno trailer, o qual pode ser levado através do engate em um outro veículo (preferencialmente caminhonete). Esse “engate” (food truck) pode custar em torno de R$ 12.000,00 a R$ 15.000,00.

Para colocar todos os equipamentos e adaptar no Food Truck um especialista cobrará em torno de R$ 5.000,00 a R$ 9.000,00.

Também, é importante disponibilizar algumas mesas e cadeiras para os clientes, muitos deles preferem sentar e comer tranquilamente, além de um toldo, principalmente no verão, para fazer sombra.

Você pode optar por contratar uma empresa especializada em customização e adaptação de veículos, em média, uma empresa cobra entre R$ 30.000,00 reais e R$ 150.000,00 reais, dependendo do veículo e exigências, para entregar todo adaptado, inclusive com os equipamentos, etc. Veja mais no site da FagBrasil sob Customização de Food Truck.

Leve em consideração as suas reais necessidades para a preparação dos alimentos, não raras são as vezes que empresários de primeira viagem compram food trucks com diversos equipamentos que sequer são utilizados, isso acaba por gerar um custo desnecessário.

Também, ter um bom capital de giro é fundamental, já que você terá de comprar alimentos, estoque e até mesmo fazer a manutenção do veículo/equipamentos. Caso não compre um veículo adaptado novo, é provável que tenha de fazer frequentes manutenções, pois a quantidade de equipamentos utilizados é alta.

Comprar Food Truck usado

Para quem está com pressa para iniciar um negócio de food truck, adquirir um usado pode ser a melhor opção, isso porque, além de receber “tudo pronto”, sem se preocupar com aquisição de equipamentos, instalação, adaptação, etc, também pode economizar.

Veja quanto custa montar um food truck e iniciar suas atividades
Veja quanto custa montar um food truck e iniciar suas atividades

Em média, um food truck usado é 40% a 60% mais barato do que fazer um idêntico novo. Por isso, um modelo simples pode ser adquirido a partir de R$ 8.000,00 reis, um mediano a partir de R$ 20.000,00 e um de “luxo” a partir de R$ 60.000,00.

Veja alguns modelos de Food Truck Usada.

Divulgação e Propaganda de um Food Truck

Assim como qualquer negócio, você deve fazer a divulgação ao montar um food truck. Como fazer isso?

O marketing de um food truck é peculiar e nem todas as estratégias de publicidade podem ser aplicadas, até porque nem sempre o Food Truck estará no local.

Também, diferente das empresas “comuns”, o food truck tende a ter poucos clientes recorrentes, já que, na maior parte das vezes, quem consome o lanche está de passagem e, por acaso, deparou-se com o food truck.

As opções de divulgação para food truck com melhores retornos são:

  • Customização do veículo adaptado: a própria customização do veículo pode servir como forma de divulgação, já que, ao circular, as pessoas perceberão. Também, é comum que os potenciais clientes passem rapidamente de carro e, nesse caso, algo chamativo pode despertar a atenção e fazer com que comprem o lanche.
  • Panfletagem: a panfletagem ainda funciona para food trucks, mas é preferível que ela ocorra tão somente perto de onde está localizado, atingindo o bairro ou um raio de até 2km. Isso porque, serão essas pessoas que talvez se desloquem para comprar um lanche rápido, caso contrário, apenas quem estiver passando por ali.
  • Indicações e fidelização (desconto): ofereça descontos para quem fizer indicações ou retornar ao estabelecimento, isso pode aumentar a sua renda recorrente e, consequentemente, diminuir as oscilações no faturamento mensal.

Quando se trata de vendedor ambulante, o ponto comercial, análise de viabilidade, concorrência e a qualidade do produto são os fatores preponderantes e responsáveis direto pelo sucesso, então, cuidado com eles.

Custos mensais de um food truck

Achou que por fugir do aluguel mensal de uma peça comercial o food truck não tivesse custos? Errou!

Um food truck tem sim seus custos e acredite, não são tão baixos assim, principalmente em razão da manutenção, normalmente semanal.

Abaixo os custos médios mensais de um food truck:

  • Gasolina ou diesel – R$ 150,00;
  • Gás – R$ 80,00;
  • Manutenção semanal – R$ 150,00, no mês R$ 600,00;
  • 1 funcionário – R$ 1.300,00 a R$ 1.800,00;
  • Impostos – Entre 25% e 30% do faturamento;

Já deu para perceber que o custo não é tão baixo quanto esperava, não é? O imposto é considerado o maior vilão por parte dos food trucks.

Vale lembrar, eventos costumam cobrar para entre R$ 1.000,00 por dia ou um percentual do faturamento, algo entre 20% e 30%.

Também, em algumas cidades, o vendedor ambulante é proibido de estacionar em lugares públicos, ou seja, é preciso fazer uma “parceria” com algum espaço privado, como é o caso de garagens de venda de carros, etc. Isso reduz um pouco os lucros, em torno de 5% a 10%.

Mas acalme-se, ainda pode ser um bom negócio, veja a lucratividade abaixo.

Lucratividade – Quanto Ganho Com um Food Truck?

Já se perguntou qual é a lucratividade de um food truck? E quanto um proprietário ganha mensalmente? Com certeza essas são respostas que determinam se irá ou não montar um food truck.

A lucratividade depende do lanche serviço e dos custos do empreendedor. No geral, o lanche tem uma lucratividade de 100% ou mais. Agora, claro, é preciso deduzir seus custos além da matéria prima.

Em média, um food truck tem uma lucratividade de 35% a 45% do faturamento. Parece pouco? Mas não é!

Um food truck bem localizado consegue vender em média 100 a 150 lanches em 6h, e 220 em 8/9 horas. Supondo que o lanche custe R$ 20,00 reais (média), até porque é costume vender bebidas, aumentando um pouco o lucro, o cálculo seria:

Valor do lucro: 20 (venda final) – custos de matéria prima = R$ 10,00.

100*10 = R$ 1.000,00 * 40% = R$ 400,00 reais.

R$ 400,00*25 dias (normalmente é o tempo trabalhado) = R$ 10.000,00 reais.

Em outras palavras, a média de faturamento líquido de um proprietário de food truck varia entre R$ 8.000,00 e R$ 14.000,00 reais. Isso se confirma também por dezenas de depoimentos de pessoas proprietárias de food truck.

Claro, estamos falando de um food truck já consolidado, normalmente após 4 meses a 6 meses de atuação. No início pode ser mais difícil auferir essa renda mensal líquida.

Food Truck: prazo de retorno do investimento

Considerando o investimento para montar um food truck e a lucratividade acima, qual é o prazo de retorno de investimento do negócio?

Essa é uma pergunta frequente e por isso preciso fazer uma consideração.

O prazo de retorno depende também do investimento feito por você. Por exemplo, uma pessoa que gastou R$ 40.000,00 e outra R$ 120.000,00, dificilmente terão um prazo de retorno igual.

Por isso, podemos falar de uma média de prazo de retorno de investimento.

Pelo que se observa em empresários que possuem food truck, a média de prazo de retorno de investimento varia entre 9 meses e 12 meses.

Aspectos como:

  • Investimento inicial;
  • Qualidade do produto;
  • Preço;
  • Quantidade de vendas;
  • Custos;

São os responsáveis diretos pela diferença de prazo de retorno de investimento.

6 dicas para montar um food truck

1. Escolha uma temática

A temática do food truck diz muito sobre o negócio e pode ser um “facilitador” para que o potencial cliente, de longe, possa reconhecer o lanche oferecido.

2. Food truck não é restaurante

Um erro comum de empreendedores é pensar no food truck como um restaurante, o que não é.

O food truck serve lanches rápidos, normalmente na modalidade delivery, diferente dos restaurantes. Por isso, é importante montar um cardápio rápido e saboroso. O ideal é criar um produto diferente e consiga se destacar no mercado.

3. Defina um lanche principal

O famoso carro chefe. É o lanche que será responsável por trazer o negócio ficar conhecido. Esse lanche deve ter muita qualidade, um preço acessível e ser diferente dos oferecidos pelos concorrentes.

4. Adquira apenas equipamentos necessários

É muito comum os proprietários de food truck comprarem equipamentos desnecessários para produzir seus lanches e, com isso, investindo mais do que o preciso.

5. Cuidado com os custos

Os custos estão diretamente ligados com os ganhos, isso porque, quanto menores os custos, maior será o lucro líquido.

Procure, ao máximo, manter os custos dentro de um padrão “aceitável”. Faça um planejamento e analise todo o fluxo de caixa para garantir que seus ganhos estejam superando os custos, bem como, se os mesmos não podem ser reduzidos.

6. Eventos: dinheiro rápido, mas cuidado!

Levar o food truck aos eventos pode significar um alto faturamento diário, muitas vezes, em um evento de 4 a 7 dias, um food truck consegue ganhar o equivalente a 30 dias de trabalho normal.

Contudo, os eventos também são conhecidos por gerar grandes prejuízos e até mesmo levar food trucks à falência. Isso porque o custo de locação de espaço para alocar o veículo e efetuar a venda dos lanches é muito caro.

Em média, o dia de evento custa entre R$ 1.500,00 a R$ 2.500,00 reais, ou, em alguns casos, o custo é de 30% do ganho no evento.

Agora, imagine quando em um evento, o food truck não obtem boas vendas, seja em razão de chuvas, concorrência, falta de público ou outros imprevistos, nesse caso, certamente o prejuízo será muito alto e pode comprometer o negócio.

E você, o que acha de montar um food truck agora mesmo? Comente!

2.00 avg. rating (47% score) - 4 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here