Aprenda Tudo Sobre Educação Financeira

Educação FinanceiraDificuldades financeiras? Veja o que a educação financeira pode fazer por você!

Você tem dificuldades em administrar suas contas? Salário? Compras? Milhares de brasileiros passam por isso todos os dias, simplesmente porque não conhecem a educação financeira. É comum as pessoas dizerem que “educação financeira é bobagem”, porém, estas são as que estão sempre endividadas e com uma péssima qualidade de vida. É isso que você deseja?

Para se ter uma ideia da importância da educação financeira, algumas escolas e até mesmo programas de implementação, estão trabalhando com alunos de ensino médio e fundamental, tudo para fazer com que se tornem consumidores mais conscientes.

Já pensou em montar uma escola particular? Este é um ramo de negócio que sempre possui demanda. Perceba, raros são os casos de escolas que estejam com falta de alunos. Além disso, quantas escolas você conhece que faliram? É outra coisa incomum no setor, pois o giro de recursos financeiros obtidos é alto. Quem sabe este seja um ótimo negócio para você.

A educação financeira consiste em tornar as pessoas em consumidores conscientes, que adquirem exatamente o que precisam, estabeleçam objetivos e realmente os concretizem, possam ter uma boa poupança e até mesmo trabalhar com investimentos. É mais do que meros conhecimentos financeiros, é uma forma de melhorar o padrão de qualidade de vida das pessoas. Sejamos honestos, faltar recursos para pagar as contas e poder fazer aquela viagem de final do ano é muito ruim.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Quer aprender mais sobre educação financeira? Confira!

Os Pilares Da Educação Financeira

Podemos dizer que a educação financeira se divide em pilares, quase que “etapas” que precisam ser alcançadas, são elas: controle de gastos, objetivos, rendimentos, fazer o dinheiro trabalhar, dívidas, aposentadoria e seguros.

Vamos estudar um pouco de cada um, está pronto? Confira.

Controle de Gastos na Educação Financeira

Este talvez seja o princípio básico de toda educação financeira, pois se você não conseguir controlar os seus gastos as outras etapas se tornarão inatingíveis. Por exemplo, como você vai conseguir fazer investimentos se você gasta mais do que ganha e não consegue parar de comprar? É difícil.

Para conseguir fazer um bom controle de gastos, inicie com a elaboração de uma planilha de gastos mensais, na qual você poderá descobrir exatamente o quanto gastou e em que. Um ponto que irá lhe chamar bastante atenção é que ao olhar no final do mês a planilha, verá que gasta mais do que imaginava e em coisas que sequer fazia ideia que gastava tanto.

O controle de gastos da educação financeira não deve fazer parte apenas da sua vida pessoal, pelo contrário, precisa ser incluído na sua empresa, negócios e até mesmo profissão, dependendo do cargo que exerce, é de suma importância trazer para todos os momentos da sua vida.

Caso você tenha dificuldades para chegar em casa e repassar os dados para a sua planilha ou documento, uma boa dica é baixar aplicativos de controle de finanças pessoais no seu celular, com isso poderá lançar imediatamente os gastos e, posteriormente, repassar para a sua planilha.

Estabeleça Objetivos na Educação Financeira

Tudo que fizemos em nossa vida exige um porquê de fazer, raríssimas são as vezes que se tem motivação para fazer algo, normalmente desprazeroso (como é a educação financeira) sem ter um objetivo fixo e muito bem definido.

Estabeleça objetivos que você pretende alcançar através da educação financeira, por exemplo, desejo trabalhar a educação financeira para conseguir guardar dinheiro e no final do ano fazer uma viagem para X lugar com minha família e ainda sobrar X quantia para iniciar uma poupança.

Isso é traçar um objetivo, contudo, procure desenvolver metas que realmente possam ser alcançadas para não se frustrar, também, de preferência não muito extensas em termos temporais, no máximo 8 a 12 meses.

Aumentando Sua Receita e Guardando Dinheiro Com Educação Financeira

Para atingir seus objetivos através da educação financeira você precisará trabalhar mais do que o controle dos gastos, é preciso fazer com que sobrem recursos financeiros, e a única forma de fazer isso é ganhando mais do que gastando, simples assim!

Supondo que você passou a exercer o controle das suas despesas e está gastando realmente o necessário, comprando as coisas com certo cuidado, estudando preços e deixando de fazer contas, e mesmo assim ainda não consiga guardar dinheiro, provavelmente o problema está na receita do grupo familiar.

Faça uma reunião com todos os colaboradores na casa e tente chegar a uma solução de melhorar a renda interna, isso possibilitará que você consiga fazer sobrar dinheiro e também possa passar às próximas etapas do processo de educação financeira.

Veja uma das soluções que você pode ter para aumentar o seu rendimento: trabalhar em casa pela internet.

Faça Seu Dinheiro Trabalhar Para Você Com a Educação Financeira

O dinheiro é visto muito como uma forma de “ter garantia” e na verdade, não é! Na verdade, manter seu dinheiro parado é uma péssima opção vista do ponto de vista econômico, pois a simples inflação é suficiente para te deixar no prejuízo com o valor pago a título de remuneração na poupança.

Você precisa aprender a ver o seu dinheiro como um “empregado/funcionário” o qual irá lhe trazer rendimentos, aumentar seu capital, e não como uma simples forma de garantia se acontecer algum imprevisto na sua vida.

Busque formas de investimentos, seja imobiliário, títulos de renda variável, abertura de um negócio como sócio, enfim, qualquer forma, mas faça com que seu dinheiro lhe gere mais dinheiro, esse é o famoso princípio daquele ditado: “dinheiro faz dinheiro”, é exatamente isso, já que você terá um “funcionário” trabalhando para você.

Caso você deseje aprender mais sobre investimentos, criamos um texto exclusivo falando sobre os tipos de investimentos, é interessante que você leia, até mesmo para se situar e entender qual é a melhor opção para você.

Dívidas é o Terror da Educação Financeira

Lembre-se dessa frase: o inimigo mortal da educação financeira é as dívidas!

As dívidas costumam atrapalhar toda a construção da educação financeira, pois acabam por impedir que o consumidor guarde dinheiro, sem contar que os juros criam uma verdadeira “bola de neve”, ainda mais se você fizer renegociação, aí você está com um problema horrível.

Quem deseja aprender educação financeira e sente que tem dificuldades no assunto, as primeiras medidas a serem tomadas é a exclusão de qualquer meio de obter dívida, seja cartão de crédito, cheque especial, talão de cheque, limites, entre outros.

Caso você esteja com sérios problemas financeiros, o ideal é buscar um único financiamento para cobrir todos os valores, de preferência com uma boa taxa de juro, e pagar apenas uma única prestação.

Dever para várias pessoas/bancos de produtos diferentes é a pior opção, já que você não conseguirá se organizar, o que dificulta ainda mais a situação.

Precisa de um financiamento? Não existe outra solução? Confira nosso texto sobre como conseguir financiamento, embora não seja a melhor solução, às vezes é a única que resta.

Procure por Seguros na Educação Financeira

Embora ninguém espere que possa vir acontecer alguma coisa, é sempre interessante ter um seguro. Não estou abordando especificamente o seguro de vida, que muitas pessoas elencam, pelo contrário, estou tratando como foco principal o seguro de bens.

Veja, é caro para fazer seguro? Sim, caríssimo, infelizmente, contudo, você se programa para pagar mensalmente uma quantia X, agora, quando você sofre um acidente de carro, por exemplo, o custo é muito alto e dificilmente terá condições de arcar.

O que a educação financeira aconselha em seguros é justamente porque é possível trabalhar de forma planejada e ao mesmo tempo evitar “surpresas” desastrosas, como é o caso de um problema na casa, acidente de veículo, entre outros.

Faça um seguro, mesmo que seja relativamente caro, mas com isso você evitará custos/gastos inesperados que podem comprometer qualquer orçamento familiar.

Aposentadoria Faz Parte da Educação Financeira

Como não falar de aposentadoria no assunto educação financeira? É realmente impossível, já que a educação financeira trabalha desde o início da vida financeira de um indivíduo até o final.

Bom, é fato notório que os benefícios do INSS dificilmente são suficientes para suprir as necessidades de uma pessoa idosa (na maioria dos casos), o que exige que a pessoa se programe para não vir a depender exclusivamente disso.

Você tem basicamente 3 formas de conseguir passar bem pela sua fase de aposentadoria, são elas: aposentadoria privada, investimentos que lhe trazem rendimento e ter uma poupança muito gorda.

Não existe basicamente uma opção melhor ou pior sobre a aposentadoria, é muito do seu perfil. Por exemplo, uma aposentadoria privada pode ser uma ótima opção, desde que você inicie cedo a contribuir, contudo, caso você tenha acumulado certo valor, comprado imóveis, você poderá viver com os valores dos alugueis.

Perceba que a melhor opção depende de como você irá trabalhar a sua educação financeira. Até mesmo um negócio pode ser a sua aposentadoria, já que irá lhe trazer rendimentos mensais.

Fica a seu critério de qual é a melhor opção, uma boa dica é fazer um estudo em cima de cada situação e verificar qual se adequa melhor as suas possibilidades e necessidades, caso ainda tenha dúvidas, entre em contato com assessores de investimento, eles conseguirão lhe ajudar bastante.

Pronto Para Começar a Trabalhar Sua Educação Financeira Pessoal e Melhorar a Usa Qualidade de Vida? Conte-nos Suas Dificuldades!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA