Jaqueline Costa aposta na arte de andar bem calçado

Jaqueline Costa

A mãe de Jaqueline Costa é calçadista há mais de três décadas. A menina cresceu em meio aos sapatos e, na adolescência, decidiu usar o seu faro empreendedor e a experiência de sua mãe para criam um negócio.

Os calçados desenvolvidos por Jaqueline logo ganharam o aval da família e das amigas mais próximas. Foi assim que nasceu a primeira fábrica. Ali mesmo, no quintal da casa, e tendo como funcionárias as tias e primas que acreditaram no negócio. Hoje o cenário é bem diferente: a Jaqueline Costa Sapatilhas possui 22 colaboradores e uma produção de cerca de 15 mil pares por mês.

Priorizando o conforto das clientes, Jaqueline utiliza tudo o que aprendeu observando o trabalho da mãe para adicionar beleza e ter um produto que agrade por ser agradável aos olhos e aos pés. “Sapato bonito, mas que machuca o pé é ruim”, ratifica.

Nesse bate papo com o Novo Negócio, Jaqueline Costa fala sobre o empreendimento que escolheu, sobre a competitividade do mercado e conta seus planos para 2016. Confira:

Novo Negócio – Quando os calçados viraram foco na sua vida? Desde quando você tem paixão por eles?

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Jaqueline Costa – Desde menina via minha mãe confeccionando os calçados de uma empresa em que prestava serviços em casa.  Ela trabalha no ramo calçadista há mais de 30 anos. Foi amor à primeira vista e sempre que podia eu a ajudava, às vezes até tarde da noite. Com o tempo, isso foi se intensificando e meu caminho nesse ramo foi acontecendo de forma natural, tornando-se o foco da minha vida na adolescência.

Novo Negócio – E como surgiu a ideia de fazer da paixão um negócio?

Jaqueline Costa – Começou com minha mãe e eu trabalhando juntas. Logo, minhas amigas, tias e primas começaram a fazer encomendas dos modelos que desenvolvíamos, até que decidimos abrir nossa indústria. Começou bem pequena, com apenas familiares trabalhando juntos no fundo da nossa casa. Em poucos meses a nossa produção aumentou e foi necessário mudar para um espaço maior. Com o contínuo aumento da produção, nos mudamos ainda mais duas vezes. Hoje, contamos com 22 colaboradores e uma produção de 15 mil pares por mês.

Novo Negócio – Você mesma desenvolve os modelos da marca. Como se preparou para isso?

Jaqueline Costa – Sim, eu mesma. Conheço todos os processos desde pequena para a produção dos calçados e isso me ajuda muito na hora de desenvolver algum modelo. A primeira coisa que penso quando começo a desenvolver é se vai ser confortável. Sapato bonito, mas que machuca o pé é ruim. Também procuro sempre saber quais são os materiais e cores que vão estar nas coleções.  O que penso na hora de criar é se eu usaria o calçado, pois ele vai levar meu nome e o meu ideal.

Novo Negócio – Onde busca referências para criar?

Jaqueline Costa – Busco sempre referências da moda, como revistas, portais e desfiles.  Também observo sempre com as minhas amigas o que elas gostariam de usar.

“O produto deve seguir a tendência da moda, ser bonito e ser de qualidade. Se o produto não tem qualidade, não dura muito tempo no mercado”.

Novo Negócio – Quais as mudanças no mercado de calçados nos últimos anos que vieram a influenciar negativamente ou positivamente a sua empresa?

Jaqueline Costa – Não tivemos impactos na empresa por mudanças de mercado. Desde que a empresa foi criada, buscamos oferecer calçados confortáveis e que agradem o nosso público.

Novo Negócio – O mercado de calçados continua bastante competitivo. De que forma lidam com essa competição e como agem com a concorrência?

Jaqueline Costa – Competição existe em qualquer ramo que você vai seguir. Para abrir um negócio é preciso estar preparado para tudo. Buscamos sempre priorizar o atendimento para que nossos clientes sintam-se em casa. Isso facilita muito, pois faz o cliente se encantar mais pelos nossos produtos. Na indústria, o nosso foco é na qualidade dos materiais e na produção.

Novo Negócio – Que estratégias você utiliza para aprimorar o seu produto, visto a concorrência atual?

Jaqueline Costa – Investimos muito no controle de qualidade e sempre buscamos os melhores fornecedores do mercado.

Novo Negócio – Existem diversas marcas de calçados no Brasil. Diante da diversidade e produtos e preços, o público está atento a que?

Jaqueline Costa – O público está cada vez mais exigente com os produtos que compra. Para isso, investimos muito em qualidade e design exclusivo, mantendo sempre um preço competitivo com o mercado.

Novo Negócio – Quais são as principais características que um produto precisa mesclar para ser sucesso de vendas?

Jaqueline Costa – O produto deve seguir a tendência da moda, ser bonito e ser de qualidade. Se o produto não tem qualidade, não dura muito tempo no mercado.

Novo Negócio – Você abriu o seu negócio há pouco tempo para uma expansão nacional. O que você espera com esse crescimento e qual é o seu principal objetivo?

Jaqueline Costa – Espero ter uma unidade da franquia em todos os grandes centros comerciais do Brasil. Temos que sonhar alto e estamos trabalhando muito para isso.

Novo Negócio – Apesar de todas as referências a uma possível crise, como foi o ano de 2015 para você?

Jaqueline Costa – O ano para a marca Jaqueline Costa foi um ano de crescimento, três novas unidades foram inauguradas com sucesso.

Novo Negócio – Você já está planejando as estratégias para 2016? O que irá priorizar no negócio?

Jaqueline Costa – A nossa prioridade em 2016 é de expansão. Vamos trabalhar para que a nossa indústria e lojas franqueadas cresçam juntos. Nosso foco é direcionar toda a produção somente para as unidades da rede.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA