Chargeback: Cuidado Com as Vendas à Prazo

ChargebackO Chargeback é considerado um dos problemas enfrentados pelos comerciantes, ainda mais quando se trata de lojas virtuais. É fácil encontrar sistemas de loja virtual, mas o grande problema é que ao efetuar a venda por cartões de crédito, estamos sujeitos a sofrer com o chamado Chargeback! Quer saber mais? Aprender diminuir suas perdas e o que é esse vilão dos comerciantes online? Confira!

Segurança é tudo para convencer clientes a comprar online

Para quem “vive na era da informação” é comum confiar em sites, mas e para os clientes que não são tão “descolados”, você já pensou se eles confiarão na hora de digitar o número do cartão de crédito?

A verdade é que, principalmente pessoas de faixa etária intermediária, são extremamente desconfiadas quanto a compra online, ainda pior, tiveram experiências horríveis e pensam 10x mais antes de comprar ou não em um site. Isso pode ter ocorrido por não conhecer plataformas de pagamento corretamente, ou até mesmo por terem buscado lojas em locais errados, mas o importante é que aconteceu! E agora estão mais do que nunca com medo de comprar.

Unir segurança e evitar chargeback é o que você precisa para o sucesso.

Tanto é verdade o que foi dito, que 84% dos brasileiros tem medo de fornecer seus dados para comprar algo pela internet, conforme notícia do jornal Gazeta.

Veja como vender pela internet.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Em razão disso, foram criadas inúmeras prerrogativas para os clientes comprarem pela internet, entre elas está o Chargeback, que está sendo utilizado mais do que nunca! Mas o problema é, até que ponto isso é bom? Quando deixa de ser utilizado corretamente e passa a se tornar má-fé dos clientes e onerar ou até mesmo levar à falência algumas empresas? E o principal, como se proteger disso?

O que é Chargeback

É comum não conhecer o termo Chargeback, mas saber mais sobre ele é indispensável se você quer ter sucesso no seu próprio negócio e, principalmente, evitar ir à falência em razão de “estornos”.

O Chargeback é a possibilidade que o titular e proprietário do cartão possui de “cancelar” uma compra em razão de ilícitos como fraudes ou até mesmo desacordos comerciais, como é o caso de uma compra que o produto “supostamente” não seja conforme o esperado/desejado/comprado.

Talvez você esteja se perguntando, mas isso não é problema, é só trabalhar “certinho” que vai dar tudo certo. Infelizmente não funciona assim, porque existem muitas pessoas de má-fé que abusam dessa possibilidade e, ao receber o produto, exerce o seu “poder” de chargeback e onera o lojista.

Se o gasto com chargeback for muito alto, ele poderá consumir seu lucro!

Pense da seguinte forma, o cliente tem a possibilidade de receber o produto e não pagar, em outras palavras é isso, e acredite, é simples fazer isso!

Por isso, ao montar um negócio, esteja atento ao seu capital de giro e, principalmente, tenha um bom plano de negócio para evitar que, no inicio, sua empresa vá à falência ao ter de suportar os chargebacks (caso ocorram com frequência).

Não existe um comércio específico que sofre mais chargeback do que outro, uma loja de roupas online ou uma floricultura, ambas sofrem com esta possibilidade e podem sofrer prejuízos econômicos estrondosos.

A facilidade do Titular do Cartão fazer o Chargeback

O motivo de tornar tão simples o pedido de Chargeback é que não existe muita burocracia, ao contrário de quando o comerciante deseja contratar um serviço bancário.

O titular do cartão para exercer seu poder de chargeback precisa apenas ligar para a sua operadora de cartão de crédito, que está atrás do cartão (sacanagem, mas é verdade) e informar que efetuou uma compra pela internet no valor de X e que o produto não chegou, ou que veio diferente do comprado, enfim, as possibilidades são imensas.

Além disso, pode fazer um boletim de ocorrência (é só ir na delegacia) e dizer que seu cartão de crédito foi fraudado e assim requerer o cancelamento das compras na própria Instituição Financeira. E, caso não queira cancelar todas, pode ligar para a operadora de cartão de crédito e dizer que foi vítima de uma fraude e que jamais comprou o produto X, pronto, chargeback no comerciante!

Problemas do Chargeback para o Comerciante

Não é difícil descobrir o porquê os comerciantes tem horror ao chargeback. Quando se vende, por exemplo, calçados na internet, quando o cliente acionar a proteção e receber o produto, o comerciante levará um prejuízo idêntico ao outro par.

Assim, se o índice de chargeback for muito grande, além de não obter lucros, poderá ficar no negativo e quebrar a sua empresa.

Além disso, é bem comum quando os clientes utilizam de tal artifício, postar reclamações em sites que depredam a imagem do negócio, piorando ainda mais a situação. Tenha um bom escritório de contabilidade e claro, esteja sempre atento ao seu planejamento empresarial, pois será necessário ter na ponta do lápis os custos com o chargeback.

Formas de reduzir o risco de Chargeback

Não existe uma formula mágica de como evitar Chargeback. Embora algumas plataformas supostamente prometam arcar com o risco, isto não ocorre, sendo, na verdade, uma propaganda enganosa.

Meus amigos, honestamente, se alguém encontrar uma empresa que REALMENTE CUBRA E ASSUMA OS RISCOS DO CHARGEBACK, postem nos comentários, mas até então, todas, quando necessário, não assumiram o risco e repassaram para o comerciante.

Existem 5 formas que funcionam bem para reduzir o risco do chargeback:

Analise de riscos: empresas especializadas fornecem ferramentas que analisam os riscos do negócio. Costuma reduzir significativamente os chargebacks.

Manter um chat online: um chat online não é apenas uma forma de vender mais, mas também cria uma confiabilidade entre cliente e comerciante, o que, muitas vezes, pode evitar que o consumidor faça uso do chargeback. Veja também como montar um Call Center.

Solicitação de dados: quando falamos em solicitação de dados, esta se trata em um “plus”, ou seja, algo a mais do que já se solicita. Contudo, é aconselhável fazer isso apenas quando sofrer frequentemente com a prática, porque provavelmente reduzirá suas vendas.

Tomar cuidado com clientes que já fizeram chargeback: é comum clientes que abusaram da prática tentar comprar novamente no mesmo site outros produtos, por isso, cuidar as atitudes dos usuários, cpfs e etc, pode reduzir os riscos.

Contratar plataformas: plataformas como o bCash e PagSeguro fazem uma criteriosa analise de risco e exigem dos clientes comprovação de que, de fato, ocorreu fraude ou desacordo comercial.

Verdade sobre PagSeguro e bCash sobre o Chargeback

Acima frisamos sobre a possibilidade de contratar as plataformas do PagSeguro e BCash como forma de reduzir os riscos de sofrer chargeback pelos cliente, porém, estas plataformas afirmam que assumem o risco e “você” fica livre do chargeback.

Bom seria se fosse verdade!

Através de pesquisas mais aprofundadas, facilmente se constata que dezenas de usuários dessas plataformas já passaram pela situação inconveniente de sofrer chargeback e as plataformas não arcarem com os valores, descontando do comerciante.

Essas plataformas procedem de forma diligente, é claro, auxiliando o comerciante e reduzindo significativamente o risco de chargeback, não se pode tirar “os créditos”, mas infelizmente, a propaganda de que assumem os riscos é enganosa.

Quando ocorre a fraude ou algum desacordo comercial, as plataformas suspendem os valores, mantendo-os bloqueados, não estando disponível nem para o comprador nem para o comerciante. Nesse período, o comprador precisa comprovar que ocorreu algum ilícito ou desacordo comercial, para assim liberar o dinheiro.

Ainda é uma excelente forma de reduzir os riscos, por isso, não deixe de conhecer mais e contratá-las, pode ser muito útil.

Espero que tenham gostado do post e, agora que sabem o que é Chargeback, proteja-se e aumente seus ganhos no comércio online!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA