Motivos Para Não Ser Freelancer

Motivos Para Não Ser Freelancer
Motivos Para Não Ser Freelancer

A maioria das pessoas sonha em trabalhar sem ter um chefe e horário fixo e uma das formas disso acontecer é ser um profissional freelancer. Atuar como freelancer é bem tentador para quem trabalha oito horas por dia e precisa acordar cedo para pegar uma condução. Um freelancer não tem horário fixo, pode trabalhar em casa, não precisa nem trocar de roupa para trabalhar e ainda por cima ganha quando quiser. Quanto mais ele trabalha, mais seu salário aumenta e se não está afim, simplesmente não precisa trabalhar.

O profissional freelancer é conhecido por muitos também como profissionais liberais, onde ele é seu chefe e recebe por produção. Se não quiser trabalhar naquele dia, simplesmente não o faz ou se quiser atuar mais em outro, pode fazer também para ganhar mais. Tentador, não é? Porém, antes de largar o seu emprego fixo é melhor avaliar as suas opções e saber se vale a pena mesmo trabalhar assim.

Antes de começar na empreitada de ficar em casa e ganhar por produção, saiba que muitas pessoas tentam ser freelancer e simplesmente desistem no caminho. Muitos desistem depois de alguns meses, porque não avaliaram antes alguns fatores que sempre estão presentes neste tipo de trabalho. Se tivessem pensado antes, talvez teriam optado por um emprego tradicional. Por isso, trazemos neste artigo algumas informações sobre a vida de um freelancer para te ajudar a avaliar se você deve ou não trabalhar desta forma e lucrar em casa.

Veja alguns motivos a seguir pelos quais talvez você não deva ser freelancer.

Problemas em trabalhar sozinho

Você pode não gostar da sua empresa, mas é difícil de abrir mão do ambiente de trabalho e de colegas para conversar. Saiba que antes de optar por ser um freelancer, você vai trabalhar sozinho em casa; é você e você mesmo a maior parte do tempo, sem ter amigos para trocar ideias, podendo sentir falta disso. Redes sociais e MSN são uma forma de comunicação, mas não substituem o contato humano e muitas pessoas desistem desta forma de trabalho simplesmente por se entediarem em casa sozinhos.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Uma dica para driblar este problema é encontrar outro freelancer e conseguir dividir um ambiente de trabalho com ele, que pode ser sua casa ou um escritório alugado dividido por ambos. Infelizmente, até que isso aconteça você vai passar um bom tempo em casa e é preciso se acostumar.

Não ser uma pessoa organizada

Não ter organização é complicado para quem vai trabalhar sozinho. É preciso organizar a produção, estabelecer prazos e não simplesmente trabalhar quando quiser, pois pode não dar certo no final. Sem organização, no fim da semana você estará com trabalho acumulado, cansado e não vai querer abrir mão de festas e baladas, porque é um fim de semana e não se trabalha em tais dias. O problema é que seguindo o conceito de não ter horário fixo dia de semana e sem se organizar para realizar o projeto, irá se formando uma grande bola de neve que será bem difícil de dar conta e o resultado é uma agenda abarrotada, clientes insatisfeitos e perda de dinheiro no fim do mês.

Outro problema pode ser querer trabalhar de mais para adiantar serviço e folgar mais dias e quando se nota, está com mais serviços do que pode fazer e trabalhando os sete dias na semana, dormindo menos do que fazia antes, quando tinha um vínculo com uma firma.

Unir trabalho de casa com o seu para garantir a renda é um problema. Muita gente confunde trabalhar em casa com férias constantes e simplesmente não possui compromisso com o trabalho, mesmo sendo sem vínculos e acaba se perdendo na renda, pegando menos projetos do que poderia fazer para suprir as suas contas e acaba por desistir e ir buscar um emprego com salário fixo.

Se você tem dificuldade de cumprir prazos, não consegue ter uma agenda para organizar a produção e não sabe ter uma rotina, melhor desistir de ser um freelancer.

Ser pouco exigente com seu trabalho

Existe um motivo pelo qual as empresas possuem supervisores: controlar a qualidade do serviço. Se você não liga para isso, este é um grande motivo para não ser freelancer. Mesmo não tendo chefe ou supervisor, é preciso ter um controle de qualidade de seu trabalho para os clientes ficarem satisfeitos e assim ser possível conseguir mais clientes.

Ser exigente e ter o controle de qualidade do seu trabalho é importante quando se tem ou não chefe para supervisionar. Se você é um freelancer, não é o nome da empresa que está em jogo, mas a sua reputação profissional e a qualidade de seu trabalho. Todos erram, mas quando isso vira uma constante, será um problema e pode afetar a sua renda mensal.

Problemas nas contas pessoais

Sabe o porquê de a grande maioria dos freelancer desistir do emprego dos sonhos? Simplesmente pelo fato de gastar mais do que deveria e não conseguir trabalhar tanto para pagar as contas. A ideia de que sempre podem receber mais se trabalhar mais um pouquinho na semana, faz com que todos pensem que podem gastar mais, estourar cartões de crédito e não contam com eventualidades como adoecer e não poder produzir, falta de energia, o computador quebrar ou simplesmente se sentir tão cansado que não consiga cumprir as metas estabelecidas por seus clientes.

Caso você não consiga ter uma ordem em suas finanças para suprir eventualidades financeiras, melhor nem começar e optar pela segurança de um salário mensal, mais benefícios.

Não quer fazer hora extra

Todo mundo quer ser freelancer para poder trabalhar menos, mas a realidade pode ser bem diferente e muita gente simplesmente se recusa a trabalhar à noite ou de madrugada e isso pode ser um grande problema. Muitas vezes o trabalho é tanto, que é necessário fazer horas extras e se você não curte isso, melhor nem começar a empreender por esta área.

Falta de vontade em aprender informações novas

Tudo bem, você não vai ter chefe pedindo por uma pós-graduação, cobrando uma leitura de jornal ou apenas que veja novas formas de fazer o seu trabalho. Quando se trabalha sozinho dificilmente alguém se rende a novos aprendizados e por isso, pode não querer investir em conhecimento e cair na besteira de fazer a mesma coisa sempre, sem inovar.

Um profissional freelancer também precisa adaptar-se às mudanças do mercado e mesmo atuando em casa, deve estar antenado nas tendências sobre a sua função. Caso não tenha interesse em aprender coisas novas, melhor nem optar por ser um freelancer.

Esperamos que essas dicas ajudem você a decidir em ser ou não freelancer.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

3 COMENTÁRIOS

  1. Sou freelancer há 6 anos e atuo no mercado de quadrinhos (Comic books) dos EUA,e posso dizer que vocês não podiam ser mais verossímeis. Essa dica para pessoas que não se encaixam no perfil de freelancer é totalmente verdadeira e cada tópico que listaram se encaixa perfeitamente a essa realidade. Parabéns!

  2. Não ter organização é um fator que complica MUITO a vida de um freelancer, principalmente tratando-se de organização financeira. Recentemente me indicaram o ZeroPaper, é um software de controle financeiro, GRATUITO, rápido e fácil. Estou fascinada! hahaha acredito que vale a pena deixar a dica para outros freelancers! (:

    Obrigada e sucesso!

  3. Planejo ser freelancer na área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e durante algumas pesquisas sobre a natureza desse tipo de empreendimento, encontrei este site. Primeiramente, muito obrigado por disponibiliza-las. Dentre os pontos listados, o que eu mais necessito refletir é sobre a parte de “Não querer fazer hora extra”, tenho uma rotina com compromissos familiares que dificilmente poderei abrir mão.
    Excelente postagem e continuem com esse belo trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA