Como Começar Sua Própria Criação de Pacas

Criação de PacasAprenda aqui como começar a sua própria criação de pacas!

Você já pensou em entrar para o ramo de criação de animais silvestres? Neste setor, uma das atividades que mais tem crescido no Brasil nos últimos anos é o cultivo de animais que produzem uma carne exótica, como é o caso das pacas. Esses animais são roedores de grande porte e vêm conquistando o paladar dos brasileiros que preferem sair dos tradicionais e experimentar um alimento com um gosto diferenciado.

A criação de pacas é tida como uma alternativa de diversidade para a pecuária, podendo render bons lucros financeiros. Obviamente, para ingressar neste mercado é preciso obter as autorizações legais para poder executar a atividade. Você se interessou por esta área? Pois bem, que tal explorá-la? Este é um mercado que ainda está sendo construído, o que faz com que o produtor possa encontrar o seu próprio filão de negócio, ditando tendências agropecuárias.

Para iniciar uma criação de pacas é preciso montar uma estrutura adequada para manter os animais desde os primeiros meses de vida até o momento de serem comercializadas. As pacas precisam de um acompanhamento especial para se desenvolverem corretamente, o que pode exigir muito do seu tempo, porém, a lucratividade compensa.

Para te ajudar com esse animal que exige tamanhos cuidados, desenvolvemos esse texto com tudo que você precisa saber sobre criação de pacas. Aproveite!

Conheça Mais Sobre as Pacas

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Você já viu uma paca pessoalmente? Este animal é silvestre, sendo encontrado com maior facilidade em regiões de mata fechada, pois ela possui um comportamento arisco. A paca é um animal tipicamente brasileiro, sendo conhecida pelo nome científico de Agouti paca, pertencendo à família Cuniculidae. É considerado um roedor de grande porte, perdendo em questão de tamanho apenas para as capivaras.

As pacas são animais que possuem hábitos noturnos, contendo um pelo eriçado e duro, evidenciando uma coloração que varia entre cinza e vermelho, com manchas brancas nas laterais do corpo. O animal tem cinco dedos nas patas traseiras e quatro dedos nas dianteiras, com unhas afiadas e bem duras, parecendo cascos, deixando pegadas por onde passa.

Estes animais apresentam dentes grandes incisivos, tendo grande agilidade para se locomover, preferindo se esconder em buracos e locais com pedra. Uma paca pode atingir entre 6 e 12 kg, quando criada e tratada em cativeiro pode alcançar até 15 kg.

Muitas pessoas confundem a paca com a capivara, porém, ambas são bem distintas, principalmente pelo rosto e tamanho. A carne da paca é vista como mais “forte”, ela mantém um gosto maior do animal silvestre, diferente das demais carnes comumente ingeridas pelas pessoas. Segundo as pessoas que praticam o hábito de comer carne de paca, afirma-se que tem mais gosto de “animal silvestre”.

Mercado Para a Criação de Pacas

A caça de pacas é crime, porém, é possível obter autorização do IBAMA para fazer uma criação regularizada. Atualmente, no Brasil é possível encontrar diversos criatórios de pacas, de uma única espécie ou mistos. Normalmente, este animal é criado para a comercialização em vida e também o abate para o consumo da carne.

Nos últimos anos, tem crescido o interesse das pessoas pelo consumo de carnes exóticas como a da paca. Este animal tem ganhado espaço na alimentação humana devido ao fato de apresentar uma carne saborosa e macia, o que faz com que este mercado se torne lucrativo para os investidores.

Além disso, por ser uma carne diferente e o animal ser tipicamente brasileiro, muitas pessoas, principalmente estrangeiros, desejam experimentar para conhecer um pouco da cultura local, gostos culinários e etc.

Por ser um animal ‘delicado’ de criar, bem como pelo fato de a licença do IBAMA exigir o cumprimento de uma série de requisitos para ser concedida, o mercado ainda é pouco explorado, apresentando baixa concorrência para os criadores, o que aumenta a possibilidade de se estabilizar e conseguir parcela significativa do mercado.

Dicas Para Criação de Pacas

Você quer entrar para o ramo de criação de pacas e ser bem sucedido? Para que isso aconteça é preciso conhecer tudo sobre o animal e principalmente quais são os detalhes do seu manejo para evitar eventuais prejuízos. Acompanhe abaixo algumas dicas para começar a sua criação de pacas.

1- Obtenha a Autorização do IBAMA Para Criação de Pacas

Conforme já foi dito, a paca é um animal silvestre e que corre risco de extinção, sendo necessário obter a autorização do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais) para ser possível montar uma criação regularizada e dentro da lei. Para autorizar o início de uma criação, o órgão faz uma vistoria no local para verificar se está em condições adequadas.

Para conseguir a autorização do Ibama é preciso entrar com um pedido de solicitação. É importante ressaltar que o criatório para venda e abate dos animas, os valores das licenças a serem pagas são diferentes.

O IBAMA leva em consideração, basicamente, o habitat e os cuidados que serão tidos com a criação de pacas, sempre prezando pelo trato correto do animal e o desenvolvimento saudável da espécie. Aparentemente pode parecer difícil obter a licença, porém, desde que você crie um ambiente adequado e tenha cuidados específicos com o animal, provavelmente o IBAMA irá liberar a sua criação de pacas.

2- Local Para a Criação de Pacas

Para dar início à sua criação de pacas, a primeira coisa a se fazer é escolher o local para fixar os animais. Em primeiro lugar, é preciso compreender que se trata de um animal silvestre que possui um comportamento arisco, assim, não se adapta bem às regiões de muito movimento e barulhos constantes, sendo recomendado optar por um espaço em uma zona rural com tranquilidade.

Para facilitar o controle da criação, as pacas devem ser mantidas em um cativeiro específico para elas. Neste caso, uma boa dica é optar pela criação na modalidade sistema super intensivo, no qual os animais são mantidos em boxes, piso de concreto e completamente cobertos.

3 – Manutenção da Criação de Pacas

Quando estão soltos na natureza, as pacas são animais que preferem viver ao redor de rios ou lagos. Para que elas se sintam confortáveis e à vontade nos boxes, diminuindo os fatores de stress, é necessário disponibilizar água no cativeiro, o que pode ser feito de forma natural ou mecânica, o importante é que ela seja trocada constantemente para manter a integridade do animal.

O ideal é montar uma piscina de, pelo menos, 1 m², onde o animas possam entrar ou simplesmente beber a água disponível. O líquido do local deve ser renovado para evitar a sujeira, bactérias e ameaças que se desenvolvam e possam atrapalhar a criação de pacas.

Além disso, também é recomendado adicionar áreas de pasto dentro dos cativeiros, plantando grama e demais plantas de porte pequeno, que possam servir de alimento natural para os animais. Para não haver disputas desnecessárias entre as pacas é preciso distribuir o pasto em quantidade proporcional ao número de animais criados.

Já pensou em começar uma criação de rãs? Pode ser uma boa opção de negócio, extremamente lucrativa.

3- Alimentação da Criação de Pacas

A alimentação da criação de pacas é um fator essencial para obter sucesso neste ramo, afinal, é ela que define o desenvolvimento saudável dos animais. A alimentação desta espécie é separada em dois momentos. Quando filhotes, as pacas devem ser alimentadas com pedaços de frutas doces, como a banana, também é indicado disponibilizar um prato com pastilhas moídas de Ca++ e vitaminas do complexo B.

Já na fase adulta as pacas podem ser alimentadas com soja, milho, casca de ovo, farelo de trigo, caju, raízes de mandioca, banana, frutas cítricas, coco, mamão, manga, suplemento mineral e cítrico. A alimentação deve ser colocada 4 vezes ao dia. A água do cativeiro tem que ser trocada diariamente.

4- Cuidados Com a Saúde das Pacas

Uma das principais exigências do Ibama para autorizar o funcionamento de um criatório de animais silvestre é constatar se eles estão sendo bem sustentados e cuidados. Portanto, é preciso primar pela higiene do cativeiro para evitar o acúmulo de sujeiras, que possam vir a proliferar doenças.

Os bebedouros e os cochos devem ser limpos diariamente para evitar que os restos de alimentos fermentem e façam mal para a saúde das pacas. Para acompanhar o desenvolvimento os animais é preciso contratar um veterinário para avaliá-los mensalmente.

5-Reprodução das Pacas em Cativeiros

As pacas fêmeas se caracterizam por ter apenas uma gestão por ano, tendo somente um filhote, apresentando gêmeos em casos raros. Esta condição ocorre porque o período de cio da fêmea é só durante os cinco dias após o nascimento do filhote, mas como ela está amamentando pode ser que não deixe o macho se aproximar.

Para promover a reprodução em cativeiro é recomendado retirar o filhote após o nascimento, deixando o macho e a fêmea juntos, de preferência em um espaço menor para facilitar este processo de acasalamento.

O Que Acha de Iniciar Sua Própria Criação de Pacas? Já Possui Experiência? Deixe Nos Comentários!

3.60 avg. rating (73% score) - 5 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

2 COMENTÁRIOS

  1. Quero começar uma criação de paca em minha propriedade no estado de goias. Gostaria de obter mais informação, como eu começar com a documentação.

DEIXE UMA RESPOSTA