Como Iniciar Uma Criação de Ostras

Criação de OstrasAprenda como iniciar a sua própria criação de ostras, lago, licenças e cuidados!

Você aprecia pratos feitos a partir de frutos do mar? Estes alimentos vêm conquistando cada vez mais o paladar dos brasileiros. Há uma grande variedade de frutos do mar, desde camarão, mexilhão até as ostras. Esta última é uma das opções preferidas de quem gosta desta área da culinária. As ostras são oferecidas principalmente nos estabelecimentos comerciais situados em regiões litorâneas, podendo ser usadas de diferentes formas em receitas diversificadas.

Gosta da ideia de trabalhar com frutos do mar? Temos um texto voltado para ensinar como iniciar uma criação de camarão, este é um negócio que gira muito dinheiro e pode lhe proporcionar a sua tão sonhada independência financeira.

Além de ser uma opção no cardápio de pratos feitos com frutos do mar, as ostras também é uma boa oportunidade de negócio, sendo possível criá-las em cativeiro, comercializá-las e obter um bom rendimento financeiro. Nos últimos dez anos esta atividade teve um crescimento considerável, o que se deve ao interesse maior dos consumidores pelas ostras.

A sua intenção é entrar para o ramo de criação de ostras? Este fruto do mar tem a água salgada como habitat, logo é necessário montar uma estrutura totalmente adaptada para conseguir garantir a sobrevivência dos seres e permitir que eles se desenvolvam da forma correta, de modo a resultar em um produto de boa qualidade para o consumidor final. Para te ajudar nós iremos trazer mais informações e dicas sobre a criação de ostras. Confira!

Conheça Mais Sobre a Criação de Ostras

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

A criação de ostras pertence à atividade de aquicultura, que se caracteriza por ser a produção de organismos aquáticos em espaços monitorados por humanos, que usam de técnicas específicas para obter sucesso. No Brasil, a aquicultura conquistou um espaço maior nos últimos dez anos, sendo as principais áreas de produção situadas nas regiões nordeste, sul e sudeste.

O cultivo de ostras é feito principalmente por comunidades de pescadores, surgindo como uma alternativa para os rendimentos financeiros. As ostras se caracterizam por serem moluscos, encontrados dentro de uma casca bastante rígida, que serve para proteger o conteúdo interno, sendo conhecida popularmente como concha. Na atualidade, as espécies de ostras mais cultivadas no Brasil são a Ostrea equestris, Crassostrea rhizophorae, Crassostrea gigas e Ostrea puelchana, que possuem um corpo maior e uma concha grossa, sendo próprias para o preparo culinário, pois rendem mais.

As ostras se desenvolvem principalmente nas regiões que possuem um clima tropical, pois necessitam de calor para crescerem saudavelmente. Estes animais são criados com maior facilidade em mangues vermelhos ou próximos a costões rochosos com água salgada. As ostras se tornam mais sensíveis fora do seu habitat natural, sendo necessário criá-las em um lago artificial ou área delimitada em uma costa litorânea, administrada pelo produtor, o qual deve alimentar os animais com a comida apropriada e fazer o controle do desenvolvimento deles.

Perceba que a criação de ostras não é uma tarefa simples e exige diversos cuidados, já que você estará criando um molusco fora do seu habitat natural, o que dificulta o desenvolvimento.

Mercado Para a Criação de Ostras

A aquicultura para a finalidade de produzir alimentos é um dos setores que mais tem crescido no cenário mundial de produção industrial de alimentos. Hoje, a China é país que mais produz ostras, sendo dona de 83% da produção de todo o mundo. Já no Brasil, pode-se dizer que o cultivo de ostras tem sido bem sucedido, mas trata-se de uma atividade que ainda está se desenvolvendo, sendo considerado um novo filão de mercado para quem deseja investir na área de alimentação.

O estado de Santa Catarina é o estado que mais produz ostras no país, ocupando a segunda posição na América Latina. Apenas no último ano, esta região obteve uma produção de mais de 13 mil toneladas de ostras, gerando uma renda bruta de R$ 30 milhões de reais. Este local concentra a maior concorrência de produtores de ostras, nas demais regiões do sul e do sudeste, este mercado ainda tem um largo espaço para ser explorado. Um único produtor de ostras pode ter um rendimento mensal de R$ 5.000 reais a R$ 20.000 reais, dependendo da sua capacidade de produção.

Como Começar Uma Criação de Ostras

Para trabalhar com a criação de ostras é necessário ter em mente que estes moluscos serão colocados em um local que não é o seu habitat natural, logo, é preciso construir uma estrutura apropriada para garantir que elas sobrevivam. Acompanhe abaixo como começar uma criação de ostras:

1- Localização Para Montar a Criação de Ostras

A localização de qualquer negócio é de suma importância para torná-lo um sucesso, ainda mais em se tratando da criação de uma espécie animal. Sendo assim, para criar ostras é necessário observar as condições em que elas melhor se adaptam. No caso de o negócio ser montado em uma região litorânea pode-se criar/delimitar áreas na própria costa do mar para monitorar o desenvolvimento dos frutos do mar, obviamente que é preciso ter as autorizações legais para esta atividade.

Mas, se a criação de ostras for realizada em um espaço longe da região litorânea, o ideal é construir um lago artificial, que deve ser abastecido com água salgada para promover o desenvolvimento dos animais. As ostras têm que ser mantidas em um lugar com temperatura mínima de 15ºC, abaixo disso não é recomendado.

2- Exigências Legais Para a Criação de Ostras

Para trabalhar com a criação de ostras tem-se que obter todas as autorizações exigidas, do contrário o negócio pode ser interditado. Em primeiro lugar, é preciso ir até a Junta Comercial da cidade para solicitar a abertura do negócio, levando todos os seus documentos pessoais. Posteriormente é necessário ir até a prefeitura para fazer o pedido de Alvará de Funcionamento, a Licença Ambiental e a Licença Sanitária.

Além disso, também será preciso recorrer ao IBAMA para obter a permissão para o cultivo de moluscos, registrar-se no setor portuário como aquicultor e pedir a cessão de uso do espaço aquático para os casos de criação instalada nas costas litorâneas. Todas as autorizações são concedidas depois da fiscalização de todos os órgãos reguladores da atividade.

3- Estrutura Para Montar a Criação de Ostras

A estrutura para montar a criação de ostras basicamente se divide em duas partes, sendo o lago artificial ou o mar para o desenvolvimento dos animais e uma área específica para realizar o tratamento das ostras, onde é realizada a seleção e a limpeza para deixá-las prontas para o processo de comercialização.

Para a área de produção é necessário delimitar um espaço na costa do mar de no mínimo 50 m² para inserir as matrizes das ostras e administrar o crescimento delas. Este processo pode ser feito por meio de redes próprias para a atividade. Para a parte de tratamento dos frutos do mar tem-se que montar um estabelecimento com 35 m², o qual deve ser equipado com cozinha e caixas com água para manter as ostras frescas. Este investimento gira em torno de R$ 60.000 reais.

4- Matéria-Prima Para a Criação de Ostras

Para iniciar a criação de ostras é preciso adquirir as matérias-primas, que são as matrizes de moluscos. Neste caso é necessário comprar a semente de ostra, sendo as mais indicadas as do tipo japonês e as espécies nativas do Brasil, que podem ser encontradas em abundância nos criadouros do sul do país. As sementes de ostras são compradas em “travesseiros”, compostos por mais de 6.000 unidades. A aquisição deve ser feita no período da primavera quando acontece a desova dos animais.

5- Equipamentos Para a Criação de Ostras

Os principais equipamentos utilizados para a criação de ostras são poitas, cabos long-line, flutuadores, lanterna berçário, lanterna intermediária, lanterna definitiva, balsa flutuante, embarcação, bomba hidrolavadora e caixas plásticas. Estes materiais tem um custo médio de investimento de R$ 100.000 reais. Perceba que o investimento para começar a sua criação de ostras é relativamente alto, caso você tenha poucos recursos, pode optar pela criação de outros animais, como é o caso da galinha da angola.

Pronto Para Começar a Sua Criação de Ostras Agora Mesmo? Conte-nos Como Está o Seu Planejamento!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA