Como Fazer Um Plano de Negócios Simplificado

Plano de Negócios SimplificadoQuer iniciar um negócio? Veja como fazer um plano de negócios simplificado, rápido e eficiente!

Você está abrindo ou já possui uma empresa e está em busca de organização, estruturação e até mesmo obtenção de novos resultados?

Todo trabalho de qualidade em uma empresa inicia-se pelo plano de negócios. Este documento serve como uma forma de balizador que permite ao empresário seguir passos previamente definidos.

Além disso, oferece formas de analisar pontos fundamentais e decisivos em um negócio, como é o caso dos custos e concorrência. Ao fazer uma análise de “fora” e transcrever em um documento, como é o caso do plano de negócios simplificado, tem-se a possibilidade de descobrir os possíveis problemas que ocorrerão no percurso do negócio e até mesmo prever soluções.

Elaborar um plano de negócios não é a tarefa mais simples que se pode exigir de um empreendedor, pelo contrário, devido aos diversos pontos que devem ser estudados, pode-se dizer que é uma tarefa complexa e complicada. A pesquisa que deve ser realizada é acentuada e exigirá a dedicação de tempo.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Contudo, pense da seguinte forma, quando você terminar o seu plano de negócios simplificado, poupará muito tempo no dia a dia do seu negócio, justamente porque terá um “passo a passo” de tudo que precisa fazer, como fazer e até mesmo se deve ou não fazer.

Através do plano de negócios você saberá se o negócio tende a ser lucrativo ou não, o que, por si só, já é uma grande vitória. Também, será possível saber se vale ou não o investimento que terá de ser feito, podendo desistir de uma péssima ideia antes de gastar recursos.

Caso ainda não tenha encontrado o seu negócio, uma boa dica é conferir o nosso texto sobre negócios lucrativos, a ideia que tanto está procurando pode estar nele e você finalmente conseguirá montar seu negócio e se tornar um empresário de sucesso.

Em razão do plano de negócios ser um documento bastante complexo, muitas pessoas estão se tornando adeptas a desenvolver um plano de negócios simplificado, o qual corresponde ao estritamente necessário. Quer aprender a criar esse documento? Confira agora mesmo como fazer um plano de negócios simplificado!

Definição do Negócio no Plano de Negócios Simplificado

O primeiro ponto do plano de negócios simplificado é a definição do negócio. Claro, você pode iniciar trazendo os dados da empresa ou até mesmo dos empreendedores, porém, por ser um plano de negócios simplificado, deixa-se de lado informações que não sejam realmente fundamentais.

A definição do negócio corresponde a caracterizá-lo, ou seja, você irá analisar questões como: qual é o ramo de atuação? Por que da sua criação? Perfil dos clientes? Veja abaixo o que deve conter esse primeiro ponto.

  • Qual é o motivo da criação da empresa?
  • Que ramo atua?
  • Quem são os clientes/potenciais clientes?
  • O que os clientes buscam?
  • Como serão atendidas as necessidades dos clientes?

Essas questões são as “obrigatórias” e que não podem faltar nesta primeira parte do plano de negócios simplificado. Caso você entenda por outras informações adequadas, pode aloca-las, contudo, cuidado para não trazer informações irrelevantes, afinal, é algo simplificado e enxuto.

Confira algumas ideias para trabalhar em casa, quem sabe você possa iniciar o seu primeiro negócio gastando pouco e, após obter experiência, expandir e montar outras empresas, o que acha?

Plano de Negócios Simplificado – Plano de Marketing

O plano de marketing não reside apenas na “divulgação” do produto, embora esteja incluso, mas também nos fatores que se referem ao produto.

Nesta etapa do plano de negócios simplificado você irá abordar pontos como a descrição do produto, diferenciais, preço, propaganda, distribuição do produto, ponto comercial e previsão de vendas.

Além desses fatores, também se deve tratar da forma que será feita a divulgação do produto, o que, podemos dizer que está enquadrado na propaganda.

Encontrar os diferenciais do seu produto frente aos da concorrência é talvez o ponto mais importante, juntamente com o preço ideal.

Veja como sobreviver a uma guerra de preços, é bastante comum no ramo empresarial e acaba por levar muitas empresas a falência.

Para achar os diferenciais no seu produto, uma dica que costuma funcionar é analisar a concorrência, buscar o que falta neles e integrar no seu produto. Já o preço é algo que precisa levar em questão muitos quesitos, como é o caso do custo de produção, lucratividade, diferenciais e o quanto o cliente está disposto a pagar pelo produto/serviço.

Faça um estudo aprofundado de qual é o preço ideal para o seu produto, inclusive, se possível, faça uma pesquisa de mercado junto aos clientes para que lhe digam o quanto estariam dispostos a pagar pelo seu produto.

Mercado Potencial do Plano de Negócios Simplificado

Aqui costuma ser o ponto em que a maioria dos empreendedores de primeira viagem erram, isso porque descrevem o mercado geral e não o que realmente está disponível para eles.

Quando falamos em mercado potencial no plano de negócios simplificado tratamos do segmento de mercado que a empresa pode realmente atingir através das suas especialidades e rede de contatos.

Leve em consideração como mercado potencial aqueles consumidores que realmente você terá como atingir e não a parcela geral de consumidores que as empresas dividem entre si. Quais os consumidores que abrirão mão da concorrente para comprar de você?

Quando se faz esse tipo de análise de mercado você consegue identificar fielmente qual será a sua possibilidade de ganho de mercado e dificilmente se afasta muito disso. Por isso, ao realizar essa análise, provavelmente saberá se o negócio será ou não atrativo para você, podendo ainda desistir e deixar de gastar seus recursos financeiros em algo que não dará certo, na grande maioria das vezes.

Plano de Negócios Simplificado – Parceiros

Ter parceiros para o seu negócio é de suma importância, podendo alavancar em pouco tempo a sua empresa, por isso que deve constar no plano de negócios simplificado.

Quais são as empresas já consolidadas no mercado que podem formar parceria com o seu negócio? Auxiliá-lo de alguma forma?

Lembre-se que dificilmente alguém irá lhe ajudar sem ter uma vantagem também, por isso estabeleça o que você pode oferecer de “bom” para a outra empresa.

Concorrência no Plano de Negócios Simplificado

Todos os setores do mercado tem algo em comum, a concorrência! Você jamais irá encontrar um negócio que não exista concorrência, seja direta ou indireta. Claro, pode ocorrer de ter mais ou menos concorrência, mas sempre existirá.

Quando se trata da concorrência no plano de negócios simplificados tem-se duas perguntas básicas que precisam ser respondidas e não podem faltar, são elas: Quem são os concorrentes mais fortes? O que oferecem de especial e como superá-los?

Traga essas informações no campo de concorrência e terá ótimos resultados nesta etapa, perceba que são perguntas simples, mas que, ao mesmo tempo, demandam estudo e análise da situação.

Estratégia Competitiva do Plano de Negócios Simplificado

A estratégia competitiva representa o diferencial que sua empresa possui. Qual é o motivo que os clientes devem comprar da sua empresa e deixar de comprar das concorrentes? Você terá uma estratégia competitiva para conquistar o mercado.

Caso não existam concorrentes que apresentem uma estratégia competitiva, elenque o motivo disso não ocorrer, pode ser que o mercado não seja um bom campo de atuação.

Se você achar que o campo de atuação do seu negócio não é tão bom quanto imaginava, veja nosso texto sobre bons negócios.

Análise Financeira do Plano de Negócios Simplificado

Quando se trata de setor financeiro devem-se tomar cuidados, e o plano de negócios simplificado deve ser minucioso nessa parte. Analisar de forma incorreta os dados financeiros pode fazer com que o empresário tenha gastos desnecessários, ou pior, chegue à metade do desenvolvimento da empresa e não tenha mais recursos financeiros para coloca-la em prática.

Nessa fase do plano de negócios simplificado você trabalhará com 5 tipos de análises financeiras: investimentos iniciais,  custos dos produtos, despesas operacionais, receitas de venda e demonstrativo de resultado.

Investimentos Iniciais no Plano de Negócios Simplificado

Esse investimento analisado deve corresponder a uma projeção de 12 meses, ou seja, anual, caso contrário você terá um cálculo impreciso e, nos primeiros 12 meses, sua empresa ainda não estará consolidada e precisará, provavelmente, de aportes financeiros.

Leve em consideração os seguintes pontos: móveis, equipamentos, reforma do imóvel, veículos, despesas pré-operacionais com a abertura da empresa, estoque inicial, divulgação e outros que entender cabível.

A divulgação é um dos pontos que pode consumir parte significativa das suas finanças, por isso, uma boa dica é conferir nosso texto sobre como divulgar a sua empresa com um menor custo.

Custos dos Produtos no Plano de Negócios Simplificado

Assim como no tópico anterior, descubra o 1 mês e multiplique por 12, assim terá o valor anual.

Leve em consideração o custo do produto (material), depreciação de equipamentos, salários e encargos dos funcionários do setor da produção, manutenção de equipamentos.

Custos Operacionais do Plano de Negócios Simplificado

Esses custos correspondem ao que será gasto para fazer com que o “sistema” aconteça corretamente, é todo o tocante ao operacional.

Nesse caso, você levará em consideração prestações de serviços de terceiros (contador, por exemplo), água, luz, internet, telefone, salários e encargos dos funcionários do administrativo, aluguel, manutenção de equipamentos do setor administrativo e seus materiais de consumo, comissões de vendas e outros custos que sua empresa vir a ter no operacional.

Plano de Negócios Simplificados – Receita de Vendas

Mais simples do que os custos, a receita de vendas leva em consideração o preço unitário do produto e a projeção de vendas almejadas. Faça isso para 1 ano.

Para que você consiga ter um bom desempenho no setor de vendas, sugiro a leitura do nosso texto sobre 12 ideias para vender mais.

Demonstrativo de Resultado no Plano de Negócios Simplificado

Agora você irá fazer um demonstrativo dos valores, com isso saberá qual será a estimativa de lucro da empresa.

Siga a seguinte relação: receita bruta, dedução de 21% de dedução (imposto), custos dos produtos vendidos, despesas operacionais, dedução do imposto de renda (1,2%) e terá o lucro líquido anual presumido da empresa.

Agora Que já Sabe Como Fazer o Plano de Negócios Simplificado, Que Tal Nos Contar à Conclusão Que Chegou? Boa Sorte!

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA