Como e Por Que Montar Uma Pequena Empresa

Pequena EmpresaVeja como e por que montar uma pequena empresa!

Você não aguenta mais ter sempre o mesmo salário e não conseguir realizar os seus objetivos pessoais e profissionais? Então, que tal deixar de ser um trabalhador assalariado e se transformar no seu próprio chefe? Este é um objetivo que vem se tornando em realidade cada vez mais comum no Brasil, uma vez que para ser empresário não é necessário abrir um negócio de grande porte e com investimentos extremamente altos.

Se você tem conhecimento e uma habilidade específica que pode ser transformada em negócio, saiba que isto é perfeitamente possível, basta investir na abertura de uma pequena empresa, que é uma modalidade mais simples e exige menos capital financeiro. Você pode se interessar em saber mais sobre micro empreendedor individual.

As pequenas empresas estão entre os empreendimentos que mais crescem anualmente no país, o que se deve ao fato de as instituições governamentais oferecem diversas facilidades para quem quer investir, tanto em relação ao crédito quanto à burocracia.

Sim, é mais fácil transformar uma atividade em uma pequena empresa, mas é necessário seguir um planejamento para que o empreendimento seja bem sucedido desde o início. Para te ajudar a entrar para o mundo dos negócios, nós montamos este artigo sobre como e por que montar uma pequena empresa. Veja mais abaixo:

O Que é Uma Pequena Empresa?

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Até o ano de 2006, as empresas eram vistas pelo governo como se atuassem na mesma categoria, com isso, pagavam a mesma quantia em impostos, o que era “injusto”, uma vez que nem todas faturavam os mesmos lucros mensais. Mas, a partir da Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, instituída na Constituição Brasileira em 2006, ficou estabelecido que as microempresas e empresas de pequeno porte receberiam um tratamento diferenciado.

A Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte foi criada como o intuito de contribuir para com a competitividade e desenvolvimento das microempresas e empresas de pequeno porte, adotando como estratégia a inclusão social, a geração de empresa, distribuição de renda, fortalecimento da economia nacional e a redução da informalidade.

As pequenas empresas recebem a aplicação de um regime tributário específico, tendo redução da carga dos impostos e contando com a simplificação dos processos de cálculo e recolhimento das taxas de serviço, além da desburocratização para o acesso ao mercado, recebimento de estímulos para inovação, facilidades de crédito e na Justiça.

Através da Lei Geral, foi instituído o regime tributário específico para os pequenos negócios, com redução da carga de impostos e simplificação dos processos de cálculo e recolhimento, que é o Simples Nacional.

Uma empresa é considerada de pequeno porte quando gera uma receita bruta por ano de R$ 360.000 reais, podendo ser igual ou inferior. O valor estipulado se refere às receitas obtidas no mercado nacional. A empresa não perderá a sua categoria de pequeno porte se receber até R$ 3.600.000 reais. Se o faturamento anual for superior a este valor, consequentemente, as taxas de impostos cobradas serão maiores.

Por Que Montar Uma Pequena Empresa?

Você tem uma excelente ideia de negócio, mas não tem dinheiro para montar uma grande empresa? Não é por isso que você vai deixar de investir nos seus sonhos profissionais, afinal de contas, você pode enquadrá-la na categoria de pequena empresa. Veja a seguir, quais são os benefícios de montar uma pequena empresa:

1- Menos Burocracia

Não tem jeito, para abrir qualquer negócio no Brasil é necessário passar por um processo burocrático, mas as pequenas empresas sofrem menos com a burocracia, pois é necessária uma papelada bem menor e um número mínimo de visitas aos órgãos públicos para receber todas as autorizações de abertura do negócio.

Atualmente, o governo brasileiro criou o programa Bem Mais Simples, que é voltado exclusivamente para pequenos empresários, facilitando os processos para abrir e fechar uma empresa. A partir deste programa para montar uma pequena empresa, basta acessar o portal da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, que permite o preenchimento de todos os documentos em um só local.

2- Taxas de Impostos Menores Para Manter a Pequena Empresa

As pequenas empresas também recebem benefícios no que diz respeito à quantidade de impostos que devem pagar, pois elas estão categorizadas em menos tipos de recolhimento de impostos, que também possuem valores menores. Dessa maneira, a empresa pode usar o seu dinheiro para investir na geração de empregos e na inovação de mercado.

Você sabe quem declara imposto de renda?

As empresas que se enquadram como sendo de pequeno porte são obrigadas a pagar os tributos dos impostos de CSLL, ITPJ, COFINS, PIS, Contribuição Previdenciária, ICMS (se atuar no ramo de atividade comercial, comunicação ou transporte), IPI (se desenvolver alguma atividade relacionada ao setor industrial) e ISS (se atuar como uma prestadora de serviços).

3- Facilidades de Crédito Para Pequena Empresa

Não ter dinheiro não é uma desculpa para não investir no seu negócio próprio, pois o governo brasileiro oferece diversas facilidades de crédito para as pequenas empresas financiarem as suas atividades e contribuem para com a movimentação da economia.  Um dos principais programas neste sentido é o Bom Para Todos, do Banco do Brasil, que reduziu as taxas de juros das linhas de créditos para pequenos empresários.

Além disso, o Banco do Brasil em parceria com a Secretaria das Micro e Pequenas Empresas também criou o BB Giro Décimo Terceiro Salário, que é uma linha de crédito que disponibiliza capital de giro para os negócios de pequeno porte para o pagamento do 13° salário dos funcionários, obtendo descontos nas parcelas.

Como Montar Uma Pequena Empresa

Você está decidido a montar a sua pequena empresa? Bom, embora seja mais fácil se inserir nesta categoria, saiba que é necessário seguir uma série de procedimentos, que são de fundamental importância para regularizar o negócio e as suas atividades. Acompanhe abaixo as nossas dicas de como montar uma pequena empresa:

1- Faça o Contrato Social da Empresa

Para montar a sua pequena empresa a primeira coisa a se fazer é elaborar o contrato social do negócio, documento em que estarão descritos todos os termos teóricos e práticos sobre o seu funcionamento. Comece pelas definições básicas da empresa como, por exemplo, nome fantasia, atividade que irá ser desenvolvida, endereço em que será instalada, capital social, bens investidos, nomes dos sócios se existirem e como é a divisão de lucros.

Para diminuir a burocracia com o registro do contrato social da pequena empresa é indicado ir até o sindicato da categoria da empresa, procure saber se há um posto avançado da Junta Comercial. Dessa maneira, a tendência é que todo o procedimento seja concluído em até 5 dias. É de suma importância que todos os termos do contrato sejam revisados e as informações verificadas se estão corretas, pois do contrário será necessário refazê-lo completamente, tendo que arcar com novos custos financeiros.

2- Selecione o Melhor Regime de Tributação

No momento de abrir a pequena empresa, o empreendedor deve estar atento para selecionar o melhor regime de tributação de impostos, visto que há três possibilidades disponíveis. Em primeiro lugar, pode-se escolher o regime de tributação simples, em que as empresas podem se cadastrar se tiverem um faturamento de até R$ 2,4 milhões por ano, sendo que a cota de imposto vai depender de acordo com a lucratividade periódica.

Se a empresa tiver riscos iniciais de prejuízos financeiros, o que acontece com a maioria das empresas que estão oferecendo um serviço totalmente novo no mercado, o ideal é optar pelo regime de lucro real, que tem taxas de impostos menores, mas oferece menos facilidades. Porém, se o negócio tem um grande potencial de rendimento financeiro, pode-se recorrer ao sistema de tributação de lucro presumido, onde as taxas de impostos são fixas.

3- Faça o CNPJ da Pequena Empresa

Uma empresa de pequeno porte só poderá operar as suas atividades se obter o seu CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), que deve ser retirado junto à Secretaria da Receita Federal para que seja possível emitir nota fiscal, abrir uma conta bancária, comprar dos fornecedores, além de participar de licitações.

Para retirar o CNPJ da sua empresa é bem simples, basta acessar o site da Receita Federal e clicar na aba “Solicitar CNPJ”, em que é necessário preencher uma fixa de requerimento, fornecendo todos os seus dados pessoais e as informações solicitadas sobre a empresa, bem como o tipo de atividade exercida, nome fantasia e razão social.

Ao final do processo será gerado um Documento Básico de Entrada (DBE), que deverá ser assinado e entregue diretamente na Junta Comercial da cidade, a partir da análise e validação deste documento você se tornará uma Pessoa Jurídica, tendo autorização para requerer os demais documentos para abrir a pequena empresa.

4- Solicitações da Prefeitura da Cidade Para Montar Uma Pequena Empresa

Após fazer o enquadramento tributário e obter o CNPJ da empresa você deve ir até a prefeitura da cidade para fazer a solicitação das autorizações para montar o negócio no espaço físico, que são o Alvará de Funcionamento, a Licença do Corpo de Bombeiros e a Licença do Meio Ambiente, todas as autorizações são concedidas depois de uma fiscalização dos órgãos responsáveis no local escolhido para montar o empreendimento.

Agora Que Já Sabe Como Montar Uma Pequena Empresa e as Vantagens, Comece a Sua e se Torne um Empresário de Sucesso!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA