Propagandas para pequenos negócios




MarketingVocê, pequeno empreendedor, às vezes tem a sensação de que vai ser engolido pelo mercado? Pare, respire e se pergunte: o que você tem feito para divulgar o seu negócio? Se a sua resposta for “nada”, é hora de arregaçar as mangas e fazer alguma coisa, antes que o mercado, de fato, te devore.

Manoel Marcondes Machado Neto, doutor em Ciências da Comunicação pela USP e autor do livro “4Rs das Relações Públicas Plenas: proposta conceitual e prática para a transparência nos negócios”, pela Editora Ciência Moderna, diz que o melhor caminho para pequenos empreendedores iniciarem a publicidade de seu negócio é pela comunidade local. Mas, de que forma atingi-la?

Os 4Rs

O especialista explica que tudo começa pelo primeiro “R”: o Reconhecimento. O empreendedor deve fazer uso de algumas táticas relacionadas ao estabelecimento de uma identidade – única, distinta. E, se for o caso, utilizar-se também das técnicas do “branding”. “No caso da comunidade circunvizinha, o esforço se completa com o segundo “R”, de Relacionamento – no atendimento ao público. Um bom serviço ou um bom produto, naturalmente, são a base de tudo”, observa Manoel.

Mas a estrada não para por aí. No terceiro “R”, de Relevância, será preciso destacar-se da concorrência local, a qual disputa público com você. É momento de atacar as táticas de marketing (pesquisa, eventos pontuais – inauguração, degustação), e, talvez, exercer algum papel relevante na comunidade, patrocinando a quermesse, a festa, a caminhada, a maratona, a “academia da terceira idade” local. “Para não deixar de lado a construção mais duradoura para quem quer permanecer no local, o quarto “R”, de Reputação, merece atenção. É preciso conhecer a quem se deve dar satisfações, com quem se quer “falar”, adequar a linguagem a partir disso e divulgar muito: no jornal de bairro, no serviço de alto-falante, no portal dos serviços, etc.”, salienta o profissional.

Marketing sem gastos

Agora, se você está pensando que para garantir um bom marketing vai pracisar de mundos e fundos, está enganado. Grandes investimentos pode, inclusive, ser um erro, principalmente se você não é grande o bastante para sustentar o tranco dos gastos – que são altos. “Nossa mídia é pouco diversa e isto faz com que possa definir seus preços a partir de bases irreais, inclusive de alcance, sempre superdimensionados”, pontua Manoel Marcondes.

A publicidade alternativa pode ser uma boa estratégia para pequenos negócios. Screen men, projection man, espelhos mágicos e voice media são em conta para o pequeno empreendedor podem até sair em conta para o pequeno empreendedor. No entanto, Manoel Marcondes é categórico em afirmar que é necessário ter ajuda especializada. Não existe mais espaço para amadores. “Isto é um mandamento. Não há mais como improvisar, pois ditas “novas mídias” surgem todo o tempo. A atenção dos consumidores está assoberbada de estímulos. Até no “toilette” somos assaltados pela propaganda. É preciso resgatar o caráter técnico e legal das agências de propaganda. Veículos têm comercializado espaço diretamente e oferecido “criação de graça” para baixar preços de maneira ilegal. Quem perde no final? O anunciante e o público”, alerta.

Manoel também é a favor da propaganda contínua e diz que há muitas vias para isso. “Até com custos “zero”, se você considerar que o próprio empreendedor pode reservar duas horas de seu dia para atuar no meio “internet” e nos “veículos” redes sociais”, ensina. Mas, não se atenha somente à internet. Muitos acham que ela é a principal via para se fazer conhecido, mas não é bem assim. “Cresce a fatia da internet no “mix” da mídia, mas dados recentíssimos mostram que a mídia impressa se mantém forte. O rádio também. Quem está perdendo – pouco, ainda, é o meio TV. O documentário “The Naked Brand”, de 2013, demonstra cabalmente a importância de uma era em que os clientes também são mídia”, explica.

Quer outras alternativas para fazer a propaganda da sua pequena empresa de forma eficaz e barata? Confira as dicas de Manoel Marcondes Machado Neto.

700 Ideias de Negócios

  • Tenha princípios, visão, missão e valores estabelecidos. Eles poderão ser “sacados” a toda hora. Não esqueça de que podem modificar-se ao longo do tempo;
  • Se você tem um comércio, deve ter uma boa programação visual de fachada. O vitrinista já deve “ser de casa” e um display externo bem feito pode sair em conta (é preciso pesquisar fornecedores olhando-se em volta);
  • Seu atendimento tem que ser ótimo (e custa nada). Isto garantirá, sempre, o boca-a-boca – principal ferramenta de comunicação desde que o Homem começou a usar a fala para se comunicar;
  • Seja, além de cidadão, um “cidadão institucional”, ou seja, por menor que seu negócio seja ele é uma “terceira entidade”. E ela precisa estar engajada nas causas da vizinhança, do setor, do bairro e da cidade. Isto também custa nada;
  • Construa um bom website (precisa ter pelo menos um blog associado para garantir que seus “leitores” também “falem”;
  • Tenha uma boa Fan Page no Facebook – sempre atualizada (algo para aquelas duas horas diárias…);
  • Pense (e se for o caso crie, de graça), uma Like Store associada à sua Fan Page;
  • Tenha um bom Show Case no LinkedInn (idem grátis);
  • Igualmente bem, faça uso do Twitter;
  • Crie um canal no YouTube pelo menos para divulgar vídeos interessante em seu website. O importante vai ser o seu “comment” sobre cada post que fizer, relacionando seu negócio, seus valores. Dizem, hoje, que “internet é vídeo”.
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes




 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.