5 maneiras de fazer seu negócio render mais

Por:

5 maneiras de fazer seu negócio render maisConfira cinco dicas que podem fazer seu negócio ser o mais lucrativo possível. Montar um negócio é a etapa mais fácil para alguns investidores, pois basta ter o valor do capital inicial para investimento e partir para a compra do material. Porém, nada disso garante que o novo negócio vai gerar lucro, te fazer ficar rico em alguns meses e não cair na falência. Para se ter sucesso, é preciso muito planejamento, concentração e como diz um ditado popular, ‘dar um passo de cada vez’.

Para quem quer ter um negócio bem sucedido e não sabe como fazer as coisas andarem, neste artigo damos cinco maneiras de fazer o seu negócio render mais e assim obter o sucesso. Confira logo a seguir.

1 – Faça um plano de negócios

Nem sempre uma boa ideia é sinônimo de lucratividade. Alguns investidores gastam todo o dinheiro que possuem em mãos antes mesmo do negócio abrir. Com a falta de vendas, caem em falência em menos de seis meses após a abertura e esta é uma situação mais usual do que se imagina. Para evitar tais erros é que existe o plano de negócios.

Um plano de negócios nada mais é que um projeto do empreendimento antes que ele comece a funcionar efetivamente. Nele, devem constar todas as etapas a serem seguidas e o valor investido. Desta forma é possível se organizar bem melhor e saber onde pode ser cortada verba para que em outras etapas o dinheiro investido não fique comprometido. Um plano deste tipo pode ser feito com a ajuda de um economista ou sozinho, desde que seja feito com cautela e seguido até sua última linha.

Mais do que ter um plano de negócios, seguir o projeto é o mais importante aqui para não evitar que a verba acabe antes mesmo do negócio entrar em funcionamento. Tente seguir o plano o máximo possível e se sairá bem. Sobre o plano de negócios, mais uma dica: coloque o valor real que tem em mãos e não trabalhe com suposição.

2 – Trabalhe sempre com capital de giro

Capital de giro é um valor que é usado para compra de novos produtos sem que seja tocado no fundo de caixa. É preciso estipular um valor para ser gasto em investimento mensal e não gastar desenfreadamente, o que pode causar a falência quando a compra for maior que a venda.

O ideal é que mensalmente se trabalhe com capital de giro fixo para renovação de estoque, investimento e reformas. Estipule um capital de giro fixo e tente não ultrapassar os gastos deste valor. Separe uma quantia para deixar guardada como poupança e garantir que haverá um suporte pra manter o empreendimento funcionando, em caso de crises de baixa nas vendas, nos serviços ou nos produtos.

Evite partir todos os meses para o gasto do valor guardado, a sua poupança. Se notar que os gastos mensais irão ultrapassar o limite, corte gastos e não tape buracos retirando seu dinheiro de caixa reservado para emergências. Lembre-se sempre: eventuais crise financeiras podem diminuir o valor em mãos dos clientes e eles irão gastar menos e com isso você, empresário, também lucra menos. Portanto, ter um capital guardado para tais momentos é de extrema importância.

3 – Invista em profissionais qualificados

Um mau costume de novos empreendedores é contratar parentes e amigos por laços fraternos e não por qualificação profissional, o que pode ser um grande erro. Sempre opte por ter profissionais qualificados e para isso, faça uma seleção rigorosa. Nada pior para a imagem da empresa que um cliente insatisfeito por causa de funcionários que não puderam ajudá-lo por incapacidade em dar informações ou pelo serviço prestado.

Mesmo para os seus profissionais já cadastrados e com formação superior, invista em cursos de qualificação profissional, seminários e congressos. Estimule o estudo entre seu corpo de empregados e se possível, os ajude custeando a formação com um percentual ou firme convênios com instituições de ensino. Vale a pena reservar um valor para tais atos e ter uma empresa famosa pelo melhor atendimento do mercado e funcionários excepcionais.

Contrate apenas o número de profissionais que seja necessário e não a mais por ajuda a amigos e próximos. Funcionários são caros e possuem direitos trabalhistas, o que pode causar um gasto e até problemas com a justiça. Com contratação, sempre seja cauteloso.

4 – Invista em marketing de divulgação

Não precisa ser um valor alto, mas reserve uma verba mensal para divulgação do empreendimento, seja em mídias baratas ou nas mais caras. Antes de partir para uma divulgação desenfreada, contrate uma assessoria de imprensa ou uma agência de publicidade para guiá-lo em quais mídias investir para divulgar seu empreendimento.

Ao menos a cada dois meses planeje e execute uma promoção para atrair novos clientes. Outra dica é cuidar bem dos clientes antigos, criando ações periódicas para fidelizar seu mailling de contatos. Melhor que conseguir um novo cliente é mantê-lo.

Mesmo as menores empresas podem gastar um pouco com panfletos, anúncios em jornais ou mesmo nas páginas amarelas da lista telefônica. Invista tempo em mídia gratuita como redes sociais e um blog, caso não possa contratar uma empresa para criar um site.

5 – Diminua a margem de lucro quando necessário

Esta dica é estritamente voltada para donos de lojas. A regra é simples: um produto parado na prateleira é capital de giro perdido. Logo, melhor renovar o estoque e se livrar do que não vende do que manter esperando que um dia uma venda seja realizada. Por isso, se tiver produtos há mais de seis meses parados nas prateleiras faça promoções diminuindo a margem de lucro por item ou mesmo retirando todo o lucro e assim irá recuperar o valor investido.

Mas para evitar produtos parados, faça um planejamento de compras, análise de mercado e de estoque antes de fazer compras de produtos para a loja. Assim, você evita desperdício de verba e até uma possível privação da ampliação do empreendimento por ter dinheiro parado em mercadorias sem saída em vendas.

E você o que acrescenta a esta lista? Comente!

DICA IMPORTANTE!

Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Contrate uma consultoria, estude em livros, use o kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas não arrisque suas economias em um chute!



2 comments on “5 maneiras de fazer seu negócio render mais
  1. Amanda Sousa disse:

    Todas as dicas são excelentes opções, mas tenho uma duvida sobre que tipo de negócio montar. Estou em duvida sobre montar uma loja de roupas ou uma lanchonete. O que seria melhor? Desde já obrigada.

  2. Ricardo disse:

    gostei, tenho um site de vendas de produtos eletrônicos e quase não vendo nada, suas dicas são muito boas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Vai Abrir Um Negócio?

Curta O Novo Negócio!

Divulgue o Novo Negócio

Novo Negocio

Copie e cole o texto abaixo no seu site!
x

740 Ideias Práticas de Negócios (GRÁTIS)!

Faça como 410.552 Empreendedores, participe do meu grupo particular de negócios e descubra o que é necessário para ter um negócio de sucesso.

(Ou continue na dúvida...)