5 erros cometidos pelos empreendedores de primeira viagem

5 erros cometidos pelos empresários de primeira viagemVeja algumas dicas de como evitar os 5 erros cometidos pelos empreendedores de primeira viagem. Abrir uma empresa parece ser simples, mas de fato não é algo que se possa fazer durante um café da manhã. É preciso ter dedicação, um pouco de força de vontade e também muito esforço por parte dos envolvidos para tudo dar certo. Porém, o principal responsável é o proprietário, que  toma todas as decisões importantes e as deve fazer de forma correta.

Todo novo empresário parte para o empreendedorismo acreditando poder fazer a diferença em seu ramo, que pode ficar rico como nenhum outro conseguiu e que sua ideia é melhor que a de outros. A ironia é que o novo empreendedor consegue fazer o seu diferencial, mas quase todos costumam cometer os mesmos erros na caminhada. São erros tão clichês que, às vezes, o empresário demora para perceber como foi cair em uma armadilha tão simples. Por isso, trouxemos no presente artigo dicas de como fugir dos piores enganos do novo empreendedor.

1. Dirigir sem um ponto final de chegada

Só paixão pelo que faz não é garantia do sucesso. Seu sonho é ter uma empresa, porém, quando este sonho finalmente está em suas mãos, eis que surge um grande problema: como fazer? Levar a empresa como um barco à deriva é correr o risco de encontrar um iceberg, colidir e naufragar em menos de um ano. Entre no ramo desejado, mas saiba exatamente em qual terreno está pisando. Verifique cada passo do seu novo empreendimento, faça um plano de negócios, opte por opções seguras de investimento e sempre ouse com sabedoria.

Faça também pesquisas sobre seu modelo de negócio e invista tempo para conhecer quem é o seu público-alvo. Perguntas a serem feitas por um novo investidor: qual o meu ramo de negócios? Quem é meu público-alvo? Quais produtos posso vender? Quanto preciso vender por mês para ter lucro? Em quanto posso aumentar minhas vendas para expandir o negócio? Sabendo as respostas para todas elas, você está no controle do seu barco.

2. Vender a preços muito baixos

Todo empreendedor já pensou nisso uma vez na vida: vou montar uma loja, vender tudo mais barato e lucrar bastante. Com uma margem de lucro baixa por item, você provavelmente não conseguirá se sustentar. Essa ideia seria ótima se você tivesse apenas um concorrente e seu único diferencial fosse o preço, mas não é apenas isso que conta. Consolidação da marca no mercado é um fator diferencial e pode interferir nas vendas. Tem gente que só compra arroz de uma marca, mesmo o seu sendo mais barato e com isso não dá para concorrer, apenas perder o investimento.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Faça um plano de marketing diferenciado: é muito mais lucrativo que diminuir os preços. Promoções são ótimas, mas eventualmente, para livrar o seu estoque de produtos que não vendem. Pesquise os preços no mercado e coloque um valor compatível com a concorrência e não tente quebrar os seus concorrentes logo de cara, ou você pode ser o maior prejudicado.

3. Abrir um negócio só pela emoção de ser dono

Muita gente migra para o empreendedorismo simplesmente por mero prazer de ser dono do seu investimento. Porém, isso é o mais acertado? É maravilho ter seu próprio espaço, mas pode não ser uma ótima escolha se você não sabe como gerir uma empresa. Ser visionário, ter coragem e gostar de emoções são qualidades de todo empresário, mas apenas elas não bastam para manter a receita positiva de uma empresa.

Na empresa, invista em gastar energias e em ganhar dinheiro. Esse será o seu grande diferencial de mercado.  Se a sua motivação for apenas a paixão de ser um empresário, sua vida será bem curta no mundo empresarial. Ser seu próprio patrão não é algo tão motivador no dia a dia e é preciso ter consciência disso para poder se dar bem ao longo da caminhada.

4.Não entender sobre propaganda

Você pode não ser um publicitário, mas ter conhecimento médio sobre propaganda é básico para um empresário. Ele precisa entender sobre propaganda e a importância dela para o seu empreendimento. Hoje em dia, não dá para ignorar o fato de é preciso estar na mídia em geral. Seja através da televisão, panfletos ou placas de ruas com o nome da sua empresa, tudo é uma forma de divulgação e é necessário marcar presença para que saibam que você existe.

Não é incomum ver empresas grandes, como marcas de cervejas, anunciando apenas Boa Festas no fim de ano. É uma forma apenas de relembrar a marca, pois elas já vendem bastante. Essas pequenas atitudes públicas são importantes para o todo, para aumentar vendas e fidelizar clientes. Existem alguns empresários resistentes ao fato de precisar investir em publicidade, ou pior, confundem publicidade com vendas. É um pensamento antigo. Mesmo não sabendo bem o conceito de divulgar, leia sobre o assunto e se informe sobre o mercado. Se puder, contrate uma empresa para isso.

Pense na sua empresa como se fosse uma pessoa com uma personalidade e identidade próprias. É justo apenas você saber disso? É importante mostrar como a sua empresa é diferente das outras e porque devemos comprar com ela; somente informando por meio de propaganda, isso será possível. Antes de contratar um consultor de vendas, invista em uma equipe de marketing. Primeiro espalhe a notícia de que você existe.

5. Gastar todo o seu capital inicial

Não subestime o seu bolso: como tudo, as suas finanças também acabam, mesmo isso parecendo improvável. Que tal fazer um plano de negócios e guardar um pouco de dinheiro para os meses seguintes? O começo pode ser bem difícil e se não tiver fundo de caixa para ajudar, pode ser o começo do fim bem antes do negócio alavancar e finalizar o seu primeiro ano.

Você conseguiu um empréstimo no banco. Que bom, não? Mas que tal guardar um pouquinho para os meses de crise em posterior? Se você está começando, não gaste todo o seu dinheiro em móveis e decoração. Pense sempre um passo à frente por precaução. A empresa é como um filho que pode  ficar doente de emergência e é preciso ter dinheiro para socorrer de madrugada, ou pode chegar a morrer.

Que tal as nossas dicas de como evitar os 5 erros cometidos por empreendedores de primeira viagem?

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

4 COMENTÁRIOS

  1. Há três meses montei uma bicicletaria em Ubatuba sem nenhum dinheiro ou em outras palavras, totalmente duro, mas tem dado certo. O movimento tem começado a crescer, já estou começando a comprar peças e acessórios para a loja. Peço a vcs que me ajudem, pois não tenho conhecimento nenhum de administração e tenho medo que eu não consiga manter as despesas.

  2. Oi tudo bem eu queria saber como eu faço para saber se eu estou lucrando ou não, eu trabalho com meu avô e minha prima em uma micro firma de comprar aluminio, lata, cobre, ferro tudo que recicla e nós revendemos pra fora só que investimos 17 mil e ate hoje não vimos lucro nenhum sabe meu pai investiu esse dinheiro e ate hoje nunca demos conta de repor, eu queria saber onde é eque estar nosso erro e como concerta isso.

DEIXE UMA RESPOSTA