Venda de água de coco

Venda de água de cocoErra quem aposta que a água de coco só é vendida nas praias. No Rio de Janeiro, principalmente, os diversos estabelecimentos que comercializam bebidas e lanches já têm a opção de água de coco para aqueles que não dispensam a bebida. Inclusive, alguns donos de lanchonetes, atribuem à água de coco um resultado notável e satisfatório em suas vendas desde a aquisição do produto.

A principal época do ano em que água de coco é consumida é o verão e, além do sabor da bebida, as propriedades terapêuticas da água de coco também são levadas em conta, principalmente no mundo de hoje, em que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a boa saúde e forma.

Nas academias, bares, lanchonetes, boates e restaurantes há uma grande procura de empresas de venda de água de coco para abastecimento de suas necessidades e o empreendedor que pretende se dedicar a este tipo de negócio deve atuar justamente nestes locais, que estão carentes do produto e prometem pagar valores razoáveis para transformar um negócio simples numa grande empresa.

Logicamente o empreendedor deve estudar todos os riscos e benefícios que a venda de água de coco pode lhe proporcionar e isto é realmente o primeiro e mais importante passo para este começo de projeto. Talvez seja mais rentável para certo empreendedor investir no comércio de outro tipo de bebida, visto que há a necessidade de contatar fornecedores, principalmente no Nordeste do Brasil, o que pode se revelar uma vantagem para um empreendedor de outro ponto de vista.

Venda de água de coco – Público-alvo

O público-alvo da venda de água de coco já foi dito anteriormente, mas podemos frisar que hospitais e Spas também utilizam muita água de coco na revenda e isso é extremamente importante para que o empreendedor pense junto com um profissional de marketing nas estratégias publicitárias para chegar ao público-alvo.

Venda de água de coco – Divulgação

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Dependendo da grandiosidade do negócio de venda de água de coco, podemos traçar métodos para induzir o cliente a fazer compras. De acordo com os critérios mais simples, podemos dizer que a visita de um representante comercial nas academias de ginástica, hospitais, Spas, lanchonetes, bares e quiosques é uma boa pedida para a divulgação da venda de água de coco.

O conteúdo relatado nesta mostra deve estar de acordo com as particularidades mais favoráveis que o produto tem a oferecer, as facilidades com o pagamento, a procedência do produto, as vantagens e preferências do consumidor e etc.

Além disso, o empreendedor pode ficar a vontade para estabelecer métodos de divulgação de venda de água de coco, visto que a localização do negócio é variável, assim como as preferências do público-alvo, o tamanho do negócio, investimentos e outros tipos de determinantes.

Venda de água de coco – Matéria-prima

Para conseguir cocos, o melhor que se tem a fazer é estabelecer parcerias com empresas distribuidoras de coco, principalmente no Nordeste. De lá, os melhores cocos são obtidos e por um preço ainda melhor do que em outros locais do Brasil.

Em sua empresa, o coco deverá ser rejeitado apenas para a aquisição da água de coco, o que pode ser considerado um desperdício, principalmente quando se tem ciência das táticas para aumentar os lucros de uma empresa fazendo a “reciclagem” de materiais.

Junto com a venda de água de coco, o empreendedor pode usar os cocos para a produção de outros produtos, principalmente os voltados para o mercado alimentício como na produção de doces. Tudo deve ser pensado e analisado por todos os sócios do negócio antes que haja a contratação de funcionários ou haja a legalização da venda de água de coco.

Processo produtivo da água de coco – Venda de água de coco

Primeiro, deve haver seleção dos frutos, eliminando aqueles que tenham defeitos como a podridão, que acontece a partir da ação de determinados fungos. Rachaduras também são comuns e os cocos que apresentam estas imperfeições também são selecionados a deixarem a produção de água de coco.

Depois disso, ocorre a lavagem dos frutos em água clorada para desinfestação de alguns micróbios. É importante, ainda nesta parte, que haja um bom senso na utilização de cloro para que não tenha contaminação dos cocos por este agente, o que pode acabar prejudicando o gosto da água de coco.

Na esterilização, o coco é aquecido até certa temperatura para garantir um grau de esterilidade. Para a água de coco, pode-se dispor de filtração estéril ou trocador de calor em placas.

O engarrafamento é uma das últimas fases da produção de água de coco e começa com a esterilização da embalagem com posterior infusão do coco dentro dela. É necessário que os hábitos de higiene sejam muito bem recomendados aos funcionários que estejam participando, principalmente desta parte, pois a Vigilância Sanitária é um órgão que fiscaliza e pune muitos estabelecimentos que venham a apresentar práticas que comprometam a boa procedência do produto.

Há, depois disso, um sistema que controla o volume de água de coco que está sendo processado. Um tubo de material de embalagem faz um controle preciso seu problema é que as variações depressão e altura do líquido podem influenciar, assim como a viscosidade do coco.

A venda de água de coco necessita de um processo como este apenas para a fabricação do produto. A distribuição é um dos passos a seguir e requer bastante atenção.

Venda de água de coco – Finalização da produção

A produção de água de coco passa por uma grande gama de processos. Agora, iremos começar o congelamento, que tem a ver com a conservação do produto, deixando o consumidor bem mais tranquilo, aumentando a validade do óleo de coco.

A temperatura recomendada é que seja a -18 graus, com o tempo máximo de 4 a 8 horas para seu congelamento total. Depois disso, a venda de água de coco está bem próxima de ser consumada, mas ainda há o armazenamento e a distribuição, que depende de um meio de transporte.

O empreendedor pode, logicamente, pular a parte da produção e já adquirir a água de coco apenas para fazer a venda. Porém, o negócio se tornará menos lucrativo, pois haverá mais uma empresa envolvida no processo de aquisição da água de coco.

Venda de água de coco – Diversificação

Em algum momento, chegamos a citar que a empresa poderia comercializar, além da venda de água de coco, algum outro produto ou vários, para que haja uma soma de capital a partir do aproveitamento de tempo, funcionários e matéria-prima. Isto tem um nome, e se chama diversificação.

No mundo dos negócios, a diversificação evita que os empreendedores cheguem à falência pela falta de procura de um determinado produto, por exemplo. É mais uma forma de proteger a empresa do mercado competitivo em que vivemos hoje em dia e uma excelente forma de lucrar mais rapidamente que o empreendedor pode dispor.

Com a diversificação, a venda de água de coco e dos outros produtos pode ficar muito mais acessível ao público, evitando ainda as mercadorias encalhadas.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

2 COMENTÁRIOS

  1. Prezados

    Estou estudando a possibilidade de vender água de coco, próximo a minha casa em um ponto bom, que não possue esta venda. Gostaria de saber as possibilidades de lucros sobre este investimento, compensa ou não e como legalizar este comercio?

DEIXE UMA RESPOSTA