Sebo – Ideia Antiga de Negócio Que dá Dinheiro na Atualidade

Sebo – Ideia antiga de negócio que dá dinheiro na atualidade
Sebo – Ideia antiga de negócio que dá dinheiro na atualidade

Há quem diga que os livros são artigos tão caros quanto comprar computadores, entretanto, tão necessários que precisam mesmo de uma forcinha na hora da compra e daí a criação do sebo ser uma boa alternativa para empreendimento. Por mais que digam que os livros estão caindo em desuso, ainda há pessoas que preferem folhear as obras e nichos do mercado relacionados a eles, como estudantes, ao menos por enquanto.

Apesar de o mercado andar meio abalado, a venda de livros ainda continua em alta. Houve tempos de crise, mas há compradores fiéis que buscam sempre produtos em papel e ainda os que são obrigados a usar o material para pesquisa.  Neste caso, podem recorrer a um sebo.

É preciso saber que os empreendedores atuantes neste determinado seguimento precisam ter um perfil diferenciado. Geralmente, são pessoas que gostam de literatura e outras formas de cultura, possuindo certo conhecimento sobre o que oferecem aos clientes e precisam saber avaliar o que há em mãos. Além disso, os proprietários têm muita vontade de atuar neste segmento, trabalham com paixão.

O que é um sebo?

Sebos são lojas que vendem livros usados, mas podem também vender CDs, DVDs, revistas, gibis e outros produtos ligados à cultura, que não estão novos, mas não necessariamente em estado crítico. Alguns são vendidos ainda na capa por alguém que comprou e não usou e podem ser uma boa opção para conseguir livros por custos mais baixos.

O sebo é comum em algumas cidades. Em Recife, capital do estado de Pernambuco, por exemplo, existe mais de trinta lojas em um mesmo bairro que formam uma praça, conhecida como Praça do Sebo e bem popular pela quantidade de opções que há no mercado. Em outras cidades brasileiras há points de venda de livros usados de diversas categorias.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Eles podem vender livros recém lançados usados, mas também obras raras, por isso, tais espaços são bem procurados. Dá ainda para comercializar edições raras e já não mais a venda no mercado tradicional e por este motivo o local é bem quisto como ponto comercial para visita pelos amantes da leitura.

Há aqueles que preferem sempre visitar o sebo para posteriormente visitar as demais livrarias da cidade. Alguns deles são especializados apenas em obras raras e antigas, como revistas em sua primeira edição e demais itens que apenas colecionadores costumam comprar.

Clientes em potencial de um sebo

Na teoria, todo mundo pode ser cliente de um sebo, basta precisar comprar um livro. Entretanto, podemos ver em uma visita eventual que os sebos são lotados por pesquisadores, professores e acadêmicos, pois estes costumam recorrer não apenas a livros antigos que não são mais vendidos em livrarias, como também a procura de preços mais em conta, já que os usados são, às vezes, 50% mais baratos em relação aos vendidos em livrarias.

O sebo é uma boa alternativa também para jovens que estudam para o vestibular e precisam de mais livros que os indicados pelo colégio. Muitos concurseiros procuram os espaços, bem como professores e leitores de obras que querem economizar, uma vez que dá para encontrar livro semi novo ou até novo em tais lojas.

São clientes também de um sebo, as pessoas que precisam de um conhecimento específico, mas que nem sempre são encontrados nas grandes livrarias. O baixo custo de uma obra no sebo é o principal atraente de jovens e adultos, em sua maioria adultos que não se importam em ter um livro novo. Podem ainda ser seus clientes pais em busca de livros de segunda mão para estudantes que querem abdicar de livros novos no ano letivo.

Localização ideal para montar um sebo

A localização do sebo é um fator a ser muito considerado, assim como em toda a montagem de um empreendimento. O mais indicado é que seu negócio esteja próximo dos seus possíveis clientes, ou seja, próximo de escolas ou universidades ou ainda de feiras de final de semana e de locais de venda de artesanato.

Esteja próximo a pontos de ônibus, e se seu espaço for numa avenida movimentada é melhor ainda. Tente divulgar o sebo com a fachada da loja em letreiro claro e limpo e deixe livros à mostra para as pessoas entenderem que aquela é uma boa livraria e vale a pena ser visto.

Estrutura necessária para montar um sebo

Para montar um sebo é preciso ter ao menos um imóvel de 50 m², comprar os computadores e uma impressora para notas fiscais. Para a infraestrutura de comunicação é preciso ter telefone e internet e fax, apesar de este estar sendo cada vez menos usado.

O mais indicado é ter diversas gôndolas ou prateleiras para fazer a decoração interna de acordo com uma livraria, organizando os livros por temas ou áreas em prateleiras específicas. Ter um computador que contenha todas as informações das obras também é importante para deixar o processo de venda mais rápido e organizado, um catálogo virtual que deve ser feito quando o livro entra na livraria para ser vendido.

Uma dica na sua organização de estrutura é oferecer um espaço para que o cliente possa sentar e observar os livros escolhidos, verificando se as obras atendem as suas necessidades com mesa e cadeiras, como algumas grandes livrarias o fazem, ou simplesmente bancos nos corredores, se estes forem largos. Algumas vantagens como oferecer o pagamento com cartão de crédito e débito deixa o sebo mais interessante e atende um público maior de pessoas.

O grande problema dos sebos é quanto ao cheiro, uma vez que pode guardar livros usados por muitos anos sem serem procurados. Por isso, procure criar um bom sistema de ventilação e boas prateleiras visíveis que possam ser limpas com facilidade. Caso tenha mais de um livro na loja da mesma edição, monte um estoque e guarde os demais para serem repostos assim que as edições mais velhas forem vendidas.

Documentação necessária para montar um sebo

Para este empreendimento, que nada mais é que um simples ponto comercial, é preciso ter alvará de funcionamento compatível com seu seguimento comercial que deve ser conseguido junto à Prefeitura, registro na Junta Comercial e na Receita Federal para assim obter um CNPJ, cadastro na Secretaria de Estado da Fazenda, registro no sistema de conectividade social da Caixa Econômica Federal (para INSS e FGTS) e liberação dos bombeiros locais, com taxa anual a ser paga. O ideal é que se tenha a ajuda de um contador para ajudar no processo, por ser mais qualificado e já conhecer os órgãos.

Um ponto importante a ser verificado em um sebo é ligado à legislação. A venda de livros usados não está enquadrada da mesma forma como a comercialização de obras novas, o que significa que é considerada uma empresa comum que está sujeita à incidência de impostos.

Porém, se o item legislação não é dos melhores, o investimento com a estrutura é positivo. O local do sebo não requer muitas adaptações e reformas. O indicado é que ele seja organizado, mostrando aos clientes que eles estão sendo respeitados.

Funcionários de um sebo

Neste modelo de empreendimento é comum encontrar o dono do sebo trabalhando na loja, mas isso vai depender muito do tamanho do empreendimento e da quantidade de livros oferecidos, além do movimento na cidade. No entanto, se houver a necessidade de empregar mais funcionários, é indicado fazer um treinamento específico para que os empregados tenham conhecimento sobre o que vendem e possam atender aos clientes da melhor forma possível.

É mais do que necessário que estes vendedores consigam entender às necessidades dos clientes do sebo, que é de pagar pouco por uma informação preciosa.

Como comprar livros para um sebo

A maioria das lojas de sebo vende e compra livros usados ao mesmo espaço. Por isso, o ideal é que se conheça sobre as obras e assim se saiba negociar um bom valor ou simplesmente saiba que o livro é raro e saiba dar bons preços.

É preciso, portanto, que se saiba o preço do mercado, consiga oferecer um preço bom para o vendedor e consiga lucrar com a revenda, que deve ser abaixo do preço das livrarias. Exemplo: um livro custa R$100,00 em uma livraria tradicional. Pode-se comprar a edição usada avaliando seu estado de conservação, que quanto mais danificada mais barata é, por R$40,00, vender por R$70,00 e ainda estar abaixo do mercado tradicional de livros novos.

Capital inicial necessário para investimento em um sebo

Os custos para manter um sebo são consideráveis, mas compensam. Estima-se que para este modelo de novo negócio é preciso ter um capital inicial necessário em torno de R$15.000,00, estando incluídos gastos com estoque, montagem da loja, divulgação, documentos necessários e também funcionários. O retorno pode acontecer em menos de 36 meses ou um pouco mais, caso o sebo esteja em uma localização não privilegiada e conseguir uma boa clientela.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA