Investir em Uma Indústria de Artefatos de Alumínio

Investir em Uma Indústria de Artefatos de Alumínio
Investir em Uma Indústria de Artefatos de Alumínio

Uma indústria de artefatos de alumínio parece ser uma boa oportunidade no Brasil, pois somos grandes exportadores deste material e ainda temos reservas naturais de bauxita, de onde se extrai o alumínio. Além disso, o país é o 6º produtor mundial do metal, de acordo com informações da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), e a cada ano bate recordes de comercialização de produtos transformados de alumínio no mercado interno.

Produtos de alumínio

Mais tecnicamente falando, a produção de artefatos de alumínio abrange chapas e lâminas (para latas de alumínio, pisos, carrocerias, telhas, fachadas, utensílios domésticos, tubos e bisnagas para pasta de dente, aerosol), folhas (para embalagens rígidas, flexíveis, descartáveis), extrudados (para portas, janelas, box de banheiro), fios, cabos condutores, fundidos e forjados (caixas de câmbio, carcaça de motores, rodas para carros), pó (tintas, produtos químicos e farmacêuticos), desoxidantes na siderurgia, e muito mais, como panelas, formas, frigideiras, jarras e copos.

Além disso, todos os dias, novos artefatos de alumínio são feitos no mundo, estando cada vais mais presentes na vida do consumidor.

O mercado de alumínio no Brasil

O alumínio é produzido comercialmente há aproximadamente 150 anos e em todo esse tempo, a indústria alcançou quase o mundo todo. Como já foi dito, o Brasil é o sexto maior produtor no mundo de alumínio primário, e antes dele estão a China, Rússia, Canadá, Estados Unidos e a Austrália.
A participação brasileira no mercado mundial é bem acentuada. Nosso país possui a terceira maior jazida de bauxita do mundo, é o quarto maior produtor de alumina e o quinto exportador de alumínio primário/ligas.

O que interessa aos empreendedores que desejam abrir uma indústria de artefatos de alumínio é exatamente isso: existe muita matéria-prima e o mercado abre as portas para diversos produtos vindos desse insumo.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

A produção de semi-manufaturados de alumínio está fortemente presente na região sudeste. Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro possuem diversas empresas produtoras de chapas, folhas, extrudados e cabos. Mas isso não quer dizer que outros estados estão fora das contas altas do alumínio. Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraná, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Sul também são territórios de diversas produções.

Clientes da indústria de artefatos de alumínio

Como já citado, o alumínio é muito usado industrialmente e ele é matéria-prima para diversos produtos. Essa característica versátil tem a ver com as suas propriedades e ótima performance na maior parte das aplicações. As técnicas feitas na produção possibilitam a manufatura do produto acabado a preços competitivos, sendo portanto, boa oportunidade de negócio.

Cada ramo de atividade usa alumínio de maneira mais adequada às suas propostas. Sendo assim, os clientes de uma indústria de artefatos de alumínio podem ser pessoas jurídicas que precisem da própria matéria-prima, construção civil, transportes, embalagens, bens de consumo, eletricidade, máquinas e equipamentos, siderurgia e muito mais.

Como o grupo de consumidores é bem grande, é necessário que você como empreendedor, olhe para esse mercado-alvo e segmente-o, perceba qual é o segmento que pode ser atendido da melhor forma possível pela sua indústria.

Realize uma pesquisa de mercado para diagnosticar quais são os clientes que estão precisando de produtos mais baratos, de melhor qualidade ou que tenham algum valor agregado. Somente esse estudo é capaz de mostrar esses aspectos tão importantes.

Fases do processo de produção

São diversas as etapas do processo de produção. A primeira é a aquisição e estocagem do insumo, comprado do fornecedor de acordo com a finalidade da indústria de artefatos.

Assim que for recebido, o comprador deve fazer um controle visual para ver se há irregularidades, levando em conta especialmente o diâmetro e a espessura. Já conferidos, os defeitos devem ser registrados para serem feitas observações nas próximas negociações com o fornecedor, com o objetivo de repor, abater o preço ou ainda compensá-lo.

Passada essa etapa, é chegado o momento da fabricação das peças. Em seguida, ocorre o refilamento, no qual o operário fará ajustes na borda da peça para deixá-la uniforme e cega. Ainda nessa fase, serão passadas lixas com fibras abrasivas. Depois será necessário lixar a peça internamente.

O polimento ocorre em seguida, mas somente em peças que necessitem disso. Isso pode ser feito com lã de aço e fibras abrasivas.

A próxima etapa é o rebotamento, que é a colocação de alças e cabos nas peças, com equipamentos manuais ou prensas hidráulicas.

A última fase é embalagem e é aqui que é feito o controle de qualidade.

Dicas de negócio

A indústria no Brasil de alumínio está se desenvolvendo bastante com o uso sustentável do enorme potencial mineral presente em nosso país. Ao passo que as empresas produzem um dos metais mais usados na vida atual, elas também estão atuando de maneira responsável sob os aspectos ambiental, econômico e social, diminuindo os impactos negativos e aumentando as vantagens resultantes das atividades.

Sendo assim, se você pretende ingressar nesse setor, é importante então que faça parte desse esforço e desse modo de gerir os recursos, matéria-prima e produtos acabados. A Abal e diversas empresas do ramo de atividade já fazem isso e o ideal seria o seu empreendimento também se unir a essas forças. A associação possui uma Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que busca se unir ao programa Alumínio para Futuras Gerações, uma iniciativa internacional que tem como promotora a entidade inglesa International Aluminium Institute (IAI). A proposta é que haja bastante adesão das indústrias brasileiras ao programa.

Falar de alumínio sem citar a reciclagem é impossível, ainda mais no Brasil, país campeão na reciclagem de latinhas desse material. Se você pretende produzir mercadorias feitas de alumínio, por que não usar material reaproveitado? O alumínio tem a possibilidade de ser reciclado muitas vezes, sem que haja perdas das suas características, ao contrário de outros materiais.

Ele pode ser reaproveitado a partir de sucatas, como também de utensílios domésticos, latinhas de cerveja e refrigerante, esquadrias de janelas, itens usados em veículos, entre outros. Tudo isso pode ser fundido e utilizado de novo na produção de novos artefatos. Por ter um preço relativamente mais em conta, a sucata vinda do alumínio admite a geração de renda para muitas famílias brasileiras ligadas à coleta desse material.

Com todos esses aspectos, a dica para quem pretende ter uma indústria de artefatos de alumínio é que a reciclagem traz um arranjo único de benefícios e vale muito a pena entrar no ramo por conta disso: há grande economia de recursos naturais, de energia (somente 5% da energia necessária para produção do alumínio primário) e inúmeros ganhos sociais e econômicos.

Não deixe também de visitar sites de representações da área, frequentar eventos, tais como feiras e congressos, e tudo o que for relacionado a esse ramo de atividade, pois assim você ficará informado, terá contato com gente que já está atuando há tempos e ainda sempre estará a par das últimas novidades do mercado.

Que tal investir na indústria de artefatos de alumínio? Deixe seu comentário:

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

9 COMENTÁRIOS

  1. Sei o que quero montar, uma fábrica de fazer marmitex de alumínio, mas não sei onde comprar as bobinas de alumínio, podem me ajudar nisso? Por favor, urgente.

  2. Sei o que quero montar, uma fábrica de fazer marmitex de alumínio, mas não sei onde comprar as bobinas de alumínio, podem me ajudar nisso? Por favor, urgente.Ta dificil de achar ?

  3. Olá, estou tentando abrir uma fabrica de fabricação de marmitex, porem não estou conseguindo fornecedores das bobinas de alumínio, sou do Rio Grande Do Sul, se tiverem como me ajudar fico muito grato.
    Carlos Prado

    • ola Carlos no seu caso eu recomendaria que o Sr comprasse as bobinas de aluminio do grupo Alcooa, e tambem do grupo Votorantim metais,a gora se vc quer começar com uma escala pequena eu sugiro qeu o Sr compre da belmetal distribuidora de aluminio, lenbrese de fazer cotações para brigar pelo melhor preço espero ter ajudado

  4. Gostei da dica sobre investimentos em aluminio mais verifiquei tambem a dificuldade dos leitores em achar fornecedores da materia prima para embalagens de marmitex
    gostaria de receber os fornecedores de matéria prima para marmitex de aluminio.
    Grata

DEIXE UMA RESPOSTA