Fábrica de Pipoca de Microondas

Fábrica de pipoca de microondas
Fábrica de pipoca de microondas

Alegria da garotada, presença certa em casa quando se quer ver um filminho, distribuída em festas infantis e vendida em cantinas de escola. Acertou quem pensou em pipoca para microondas. Mas o que ela tem a ver com empreendedorismo? A resposta é bem simples. É possível ganhar dinheiro vendendo esse tipo de produto para diversos clientes, basta ter uma máquina específica que é capaz de fazer toda a linha de produção. O resto fica por conta da capacidade do dono do negócio em colocar o seu produto nas prateleiras.

O mercado de fábrica de pipoca para microondas

Basta ir aos mercados e dar uma olhada nas prateleiras para conferir que a grande indústria alimentícia já colocou na gôndola os pacotes de pipoca para microondas. Muitas pessoas nem sabem que é possível fazê-las em outras condições que não sejam as ditadas pelas grandes corporações.

Por conta disso, o que deve ser analisado quando um empreendimento como uma fábrica de pipoca para microondas é exatamente não concorrer com tais nomes já consolidados no mercado, mas atender a nichos específicos que talvez não estejam satisfeitos por questões como preço, qualidade e determinadas especificações, por exemplo.

Com esse enfoque, o dono do negócio precisa então pensar em algo que possa resultar em uma diferenciação e assim terá plenas condições de atender a um determinado público.

Consumidores da pipoca para microondas

Os consumidores de pipoca para microondas são basicamente pessoas físicas, escolas, instituições em geral, buffets e empresas promotoras de eventos e de festas infantis. Para conquistá-los, o caminho mais seguro é a diferenciação. É por meio disso que é possível chegar a uma conclusão mais firme sobre como vai atuar.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Alguns exemplos: muitas escolas compram bastante quantidade de pipoca para microondas com manteiga, mas hoje em dia a preocupação é muito grande com a obesidade infantil, especialmente com aquelas crianças que já têm problemas com colesterol alto. Por que não então produzir pipoca para microondas com manteiga exclusiva para esse tipo de público? Essas manteigas estão presentes no mercado e podem ser parceiras da futura fábrica de pipoca para microondas.

Uma outra dica também bem interessante: por que não criar pipoca doce exclusiva para os diabéticos? De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabéticos, existem hoje 12 milhões de brasileiros portadores dessa doença, segundo identificação feita pelo censo 2010. Isso significa que são muitas pessoas que podem ser atendidas por esse tipo de produto.

Uma outra dica também interessante seria a produção de pipoca colorida, muito usada em festas infantis.

O importante disso tudo é identificar os possíveis clientes, quem são aqueles que não consomem a pipoca para microondas vendida nos grandes mercados e, principalmente, os motivos que levam essas pessoas a não consumi-las. Talvez neles esteja a chave do sucesso do futuro empreendimento.

Como é feita a produção de pipoca para microondas

Para produzir pipoca para microondas de maneira industrial, basta ter uma máquina que seja capaz de executar todas essas tarefas. Uma máquina para iniciar o negócio pode produzir 1.500 pacotes a cada hora. Ela vem com mesa, tanque, bomba, tubulação e caixa depósito para o milho da pipoca feito em aço inox 304. Ela também tem um carro para envasar, selar, vincar, soldar e ainda há suporte da caixa de milho pipoca com aço carbono cromado. Pesa quase uma tonelada. O custo gira em torno de R$300.000,00.

Como tornar o produto conhecido

Para que a fábrica de pipoca para microondas seja um sucesso, é preciso fazer muita publicidade para poder então ter clientes e gerar renda para investir no próprio negócio, sendo a conseqüência disso tudo o lucro. Mas como fazer tudo isso?

A primeira proposta é ir aos clientes. Eles não sabem que o produto está no mercado, por conta disso, é necessário o empreendedor ir até eles para mostrar a sua mercadoria. Deve então fazer reunião com os responsáveis pela alimentação nas escolas, nas empresas, nas instituições, enfim, em todos os locais onde haja possíveis clientes que sejam aqueles que o emprendedor pretende atender. Nessa fase, é importante ter no planejamento do negócio já o perfil do cliente que se deseja atingir, para poder colocar todos os esforços de comunicação nele e ter resultados positivos.

Levar o produto, mostrar suas vantagens financeiras e, principalmente, nutritivas, vai fazer toda diferença. Combinar preços especiais também é uma boa dica.

Passada essa fase, uma outra deve ser iniciada: a da publicidade em si. Ela deve ser feita baseada no seu público-alvo. Por exemplo, se o dono do negócio escolheu ser fornecedor de pipoca para microondas para casas de festas infantis, ele deve a partir de então fazer parte desse universo. Precisa divulgar sua fábrica junto a essas casas, levando cartões, folders, colocando anúncio em publicações especializadas, sejam elas online ou não, frequentando eventos de festas, tais como feiras e congressos e criando um site onde esse será divulgado em portais agregadores de links, para que o seu público tenha conhecimento sobre o seu trabalho.

Localização da fábrica de pipoca para microondas

Escolher onde funcionará a fábrica de pipoca para microondas é muito importante para o sucesso do negócio. Ela deve estar próxima aos clientes, deve estar autorizada pela prefeitura para funcionar através do alvará concedido, precisa estar em uma rua movimentada, de fácil acesso por transporte público ou de carro (ter estacionamento próprio ou na rua é fundamental), além de outros aspectos como luz, água, segurança pública e esgoto.

Muitos empreendedores podem abrir a fábrica de pipoca para microondas em casa mesmo, mas para isso precisam obter informações junto à prefeitura, pois a maior parte dos municípios possui um plano diretor no qual consta que alguns bairros não podem ser pontos comerciais, mesmo sendo a casa do próprio dono do negócio.

Parceiros da fábrica

Já que será uma fábrica de pipoca para microondas, alguns produtos deverão ser comprados com os fornecedores e esses serão os grandes parceiros do negócio, podendo negociar preços e condições de pagamento, por exemplo. É preciso buscar fornecedores de milho, manteiga, açúcar, sal, anilina (no caso das coloridas), pacotes, caixas de papelão para guardar os pacotes individuais e ainda o serviço de um design para produção de layout do logotipo e de todas as peças publicitárias. Uma pesquisa mais aprofundada sobre eles pode resultar em aquisição de bons materiais, serviços e matéria-prima, tudo sendo percebido pelo cliente final através de uma pipoca para microondas com qualidade.

Dicas de negócio

Todos sabem que a quantidade de impostos pagas pelos empreendedores é muito grande e vários deles acabam desistindo de legalizar a empresa para poderem ter uma margem de lucro um pouco mais. Mas como esse tipo de negócio é estabelecido com outras empresas, fica muito complicado fechar contratos com instituições, escolas, buffets e casas de festas sem uma garantia ao cliente e essa é representada pelo CNPJ. Sem ele, não somente a transação com a clientela fica complicada, mas também com fornecedores, que acabam não optando pelo negócio pelo fato do empreendimento estar na ilegalidade. Além disso, os financiamentos feitos pelos bancos somente são concedidos mediante uma empresa que esteja dentro da lei. Portanto, não deixe de legalizar a futura fábrica de pipoca para microondas só porque ela pode, inicialmente, funcionar no quintal de casa

Ficou interessado em ter sua fábrica de pipoca para microondas? Conte para a gente!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA