10 Dicas Para Montar Uma Distribuidora

Dicas para montar uma distribuidora
10 dicas para montar uma distribuidora

É muito comum encontrar pessoas com espírito empreendedor, que buscam ser seus próprios chefes e montar um negócio de sucesso, obtendo bons rendimentos e a sua independência.

Uma distribuidora pode ser uma excelente forma de se tornar um empreendedor/empresário de sucesso, podendo trazer um lucro incrível, pouco risco e exigindo tão somente dedicação e noções de venda.

Veja se você tem as características do empreendedor.

Lembramos que, assim como montar empresa qualquer, a distribuidora precisa ter os pilares e fundamentos básicos de todos os demais negócios.

Antes de tudo, necessário se faz entender o que é consumidor, comerciante, fabricante e distribuidora.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

O mercado de consumo funciona normalmente com 4 (quatro) agentes principais, sendo eles o consumidor, comerciante, distribuidor e fabricante.

Fabricante: O fabricante é, na verdade, a indústria/fábrica que efetuará a fabricação do produto, unindo matéria prima, mão de obra especializada, tecnologia, entre outros fatores, criando um produto que será comercializado. Devido a impossibilidade de vender os produtos para o público de forma direta, bem como pela lucratividade advir de uma venda em grande escala, os fabricantes efetuam a venda para os chamados distribuidores.

Distribuidora: A distribuidora adquire em larga quantidade os produtos dos fabricantes, providenciando a logística e a venda para sua carteira de clientes, normalmente pequenos e que não conseguem comprar diretamente dos fabricantes, devido a necessidade de comprar em grande quantidade.

Assim, a distribuidora nada mais faz do que montar uma carteira de clientes e levar até o comerciante os produtos dos fabricante, colocando uma porcentagem em cima do valor comprado diretamente na fábrica, já que consegue preços mais baixos devido a quantidade comprada.

Você poderá montar uma distribuidora de vários produtos, veja algumas das mais comuns e rentáveis:

 

Comerciante: O comerciante adquire os produtos e repassa para o destinatário final (consumidor), normalmente montando uma loja física.

Consumidor: É todo aquele que adquire o produto ou serviço como destinatário final, ou seja, sem o intuito de revender ou obter lucro.

Nesse artigo iremos trazer 10 dicas para montar uma distribuidora, facilitando a concretização desse objetivo.

 

1. Escolha um Produto ao montar uma distribuidora

Escolher uma área/produto que se tem interesse em trabalhar ao montar uma distribuidora é fundamental e, principalmente, permite analisar os riscos e possíveis lucros, tendo um bom controle e estudando de forma prática o mercado.

Também chamamos isso de plano de negócio, se você está em busca de um plano de negócios pronto, sugiro conferir nosso artigo específico.

Ao invés de escolher um produto, primeiro deve ser encontrada uma área que se possa atuar como distribuidora, por isso, pense em algo que tenha conhecimento mais aprofundado, podendo conseguir distinguir os melhores produtos da área, preços, lucros, mercado, concorrência e qualidade.

Depois de decidir uma área que tenha mais facilidade e conhecimento, procure por um produto que seja barato e que tenha bastante circulação.

Esse produto escolhido será o seu estudo prático, posteriormente poderá encontrar outro produtos e até outras áreas, mas para se habituar ao sistema de distribuidora comece aos poucos.

2. Veja a Fábrica mais Próxima ao abrir uma distribuidora

Quando resolver montar uma distribuidora, procure pela fábrica mais próxima que atue na área que desejou e que ofereça o produto escolhido.

Quando encontrar a fábrica, ligue e agende um horário para conversar com o responsável pelo setor de vendas.

Durante a conversa é preciso descobrir alguns quesitos principais, dentre eles:

  • Quantidade mínima de pedido.
  • Preços.
  • Garantia do produto.
  • Formas de pagamento.
  • Existência de outro distribuidor na sua região.

Após obter as informações mencionadas, e outras que julgar necessário, prepare-se para fazer uma forte análise de mercado.

3. Análise de Mercado ao montar uma distribuidora

De nada adianta tornar-se um distribuidor de produtos se o mercado não lhe é favorável, neste caso, com certeza irá passar dificuldades e quebrará o seu negócio.

Veja dicas de como abrir um negócio!

Antes de tomar qualquer iniciativa de negócio e iniciar os “gastos”, é preciso saber se o mercado lhe é favorável. Visite alguns pequenos comerciantes, converse sobre a necessidade de comprar seu produto, veja quem são os distribuidores do comerciante e descubra sobre a necessidade de comprar o produto que você está prestes a vender.

Não podemos deixar de mencionar que analisar a CONCORRÊNCIA é imprescindível para o sucesso de uma distribuidora, por isso, faça um estudo detalhado de quem serão seus concorrentes diretos e qual é o nível dessa concorrência, pois evitará que coloque seu dinheiro em uma distribuidora que dificilmente conseguirá superar a concorrente.

Temos um texto exclusivo de como fazer uma pesquisa de mercado.

4. Localidade para montar uma distribuidora

Uma distribuidora não precisa estar bem localizada, porém, a mesma precisa estar em uma REGIÂO/CIDADE com forte demanda do produto que será distribuído.

Procure por um local em que você tenha um amplo espaço de estacionamento para deixar os caminhões que irão carregar.

Verifique se o local que será instalado a distribuidora (cidade) comporta e necessita de uma distribuidora, podendo levar em consideração uma região inteira, desde que próxima.

5. Estrutura ao abrir uma distribuidora

Ao abrir uma distribuidora você precisará de um grande depósito, já que os produtos precisarão ser guardados em algum local. Por isso, aconselha-se alugar ou montar um galpão/depósito.

Importante: O depósito não precisa ser bem localizado, facilitando com que se consiga um preço de aluguel mais barato.

O tamanho que precisará ter o depósito depende muito do produto que será comercializado, mas aconselha-se procurar por um depósito bem espaçoso, até mesmo pelo fato de que, caso a distribuidora se torne um sucesso, provavelmente irá trabalhar com outras áreas e produtos, sendo preciso mais espaço para guardar os produtos.

Para montar as estruturas necessárias, faça uma boa pesquisa de preços em construtoras.

6. Compra de Produtos

Supondo que você optou montar sua distribuidora, será o momento de adquirir os produtos e vendê-los.

Compre apenas algumas caixas, de preferência o MÍNIMO que a fabricante permite que seja adquirido sob a forma de distribuidora.

Comprando esses produtos, você terá como “vender” e fornecer uma “amostragem” da qualidade do que está vendendo.

A venda é muito importante, por isso, busque sempre vender mais e melhor!

7. Cuide a Logística ao montar uma distribuidora

Esse talvez seja o ponto mais importante e delicado quando se trata de montar uma distribuidora.

A logística corresponde a parte de transporte rodoviário e deslocamento dos produtos comercializados. Por óbvio que o fabricante não entrega os produtos para você, tão pouco o comerciante irá no seu estabelecimento com um “caminhãozinho” buscá-los, assim, resta à distribuidora fazer todo o transporte da mercadoria.

Encontrar bons motoristas e que conheçam a estrada que terão de percorrer para transportar as mercadorias é fundamental para ter bons resultados como uma distribuidora.

Um dos maiores custos ao abrir uma distribuidora é com a logística, o bom é que, também é um dos custos que mais podem ser baixados.

No início, um pequeno caminhão é suficiente para transportar os produtos, mas esteja atento aos custos “extras” que muitas vezes são esquecidos, dentre eles manutenção e pedágios.

Existem motoristas que possuem seu próprio caminhão e estão dispostos a trabalhar de forma “freela”, ou seja, cobrando pelo frete.

Contratar motoristas na modalidade “frete” pode ser uma excelente maneira de reduzir os custos significativamente, todavia, tem-se um grande problema quando os mesmos estão “indisponíveis” para o serviço, já que podem ser contratados por outros interessados.

O mais interessante é contratar motoristas com seus próprios caminhões e pagar o frete tão somente quando for BUSCAR as mercadorias no fabricante, já que normalmente a carga será grande. Já no momento da entrega dos produtos para os pequenos empreendedores comerciantes, a melhor forma é possuir um pequeno caminhão ou até mesmo uma caminhonete, podendo fazer diversas viagens durante o dia.

8. Monte uma Carteira de Clientes

Um dos principais fatores que levam as distribuidoras iniciantes a falência é preocupação demais com seus produtos, qualidade e preços, ao invés de focar seus esforços em montar uma boa carteira de clientes. É importante conciliar um bom produto com uma forte carteira de clientes.

Temos um artigo excelente sobre clientes o sucesso do seu negócio.

Mantenha seus esforços empregados em cada vez aumentar mais a sua carteira de clientes, normalmente são observados os seguintes aspectos para comprar de um distribuidor:

  • Produto
  • Preço
  • Prazo de entrega
  • Bom atendimento
  • Referências

Perceba que as características do produto são importantes, mas não tudo, então jamais deixe de lado o bom atendimento, boas referências e uma busca incansável por novos clientes.

9. Novos Produtos

Esteja sempre atento aos novos produtos que estão tendo uma forte demanda, converse com seus comerciantes e indague o que estão precisando.

Expandir a sua distribuidora é sempre viável, desde que seja feita uma boa análise de custos e, é claro, valha a pena incluir o novo produto.

Importante lembrar que depois que se montar uma distribuidora, os custos para incluir novos produtos são tão somente com a logística, não sendo, muitas vezes, necessário contratar mais funcionários ou até mesmo um novo depósito.

10. Análise de Controle e Custos ao abrir uma distribuidora

Manter uma frequente análise de controle de qualidade é fundamental para fidelizar os comerciantes e, principalmente, manter a qualidade dos serviços prestados.

Através de um frequente controle de qualidade a distribuidora estará sempre utilizando o máximo das suas capacidades, tanto no tocante a mão de obra quanto no que se refere a tecnologia empregada.

Outro ponto que não se pode descuidar é o fluxo de caixa, ou análise de custos e lucros.

Os custos frequentemente sofrem alteração, porém, é claro que não se pode repassar qualquer alteração para os comerciantes, contudo, caso a disparidade seja muito grande, será necessário reavaliar os preços que são vendidas as mercadorias.

Lembre-se, você precisa ter um planejamento empresarial e anotar tudo!

Para manter um negócio sempre estável, esteja atendo as finanças da empresa, aconselhando-se sempre contratar um contador especializado e com experiência em atendimento empresarial, assim será mais fácil comparar dados.

Caso o planejamento ainda não seja suficiente e você continue com dificuldade, poderá procurar por um escritório de contabilidade ou até mesmo uma consultoria.

 

Para ter sucesso em um negócio, não apenas uma distribuidora, é preciso paciência, determinação e, acima de tudo, planejamento. Jamais “dê um passo maior do que a perna”, observe seus gastos e os ganhos da empresa, estando sempre pronto para reduzir os custos e fazer mudanças.

Por fim, frisa-se para tomar cuidado com as fabricantes que escolher “representar”, tenha certeza que as mesmas são de boa qualidade e que seus produtos atendam a todas as normas legais, caso contrário poderá ter complicações. Ainda, analise todo o sistema de legislação específica para as distribuidoras, lembrando que alguns produtos em especiais podem conter normas específicas, como é o caso de bebidas, remédios, entre outros.

Conte-nos se as dicas para montar uma distribuidora foram úteis!

5.00 avg. rating (98% score) - 13 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA