Como Montar Uma Fábrica de Óleo de Coco

Como montar uma fábrica de óleo de coco
Como montar uma fábrica de óleo de coco

O óleo de coco é um alimento com propriedades benéficas à saúde e que, inclusive, faz parte de um grupo seleto de substâncias que aumentam a defesa do organismo, participando indiretamente do fortalecimento do sistema imunológico, facilitando ainda a digestão e absorção de nutrientes.

Na culinária, o óleo de coco é bastante usado, principalmente, para o preparo de sobremesas doces, como bolos. Em altas temperaturas, vemos que as características nutricionais do produto se preservam, ajudando a manter o peso, diminuindo o colesterol e prevenindo contra doenças cardiovasculares.

Além da culinária, o óleo de coco também pode ser usado para diversos outros fins, como industrialmente como biodiesel, para a produção de sabão e resinas para a indústria química.

O empreendedor que deseja entrar no mercado de óleo de coco deve ter algumas características específicas e buscar aproveitar a matéria-prima e produto final para diversos fins, sendo a primeira grande dica para aumentar os lucros e já começar um negócio com um passo a frente da concorrência. Aqui você verá um pouco mais sobre o assunto, confira!

Público-alvo de fábrica de óleo de coco

Geralmente, os principais interessados na aquisição de óleo de coco barato são os profissionais que lidam com a gastronomia. Confeiteiros, cozinheiros, chefes e outros profissionais da área são os mais adeptos dos principais negócios que fabricam óleo de coco, e devem ter uma parcela significativa de atenção por parte do empreendimento em promover um atendimento diferenciado para este setor.

Além disso, grandes empresas precisam de matéria-prima para a produção de sabão e energia e, geralmente, se aproximam das fábricas de óleo de coco a partir da promessa de melhor preço do mercado ou por facilidades no pagamento ou concessão de brindes.

Por abranger tantas áreas, a fábrica de óleo de coco deve focar no vasto público-alvo para direcionar sua propaganda e marketing e abranger todos os setores se quiser progredir e conseguir melhores rendimentos.

Como extrair o óleo de coco – Fábrica de óleo de coco

A questão da extração de óleo de coco é a raiz do negócio e deve ser feita a partir de técnicas modernas que facilitem o trabalho da fábrica de óleo de coco e forneçam a mercadoria de forma rápida e segura.

Primeiramente, o coco deve estar maduro para ser colhido e isso demora algum tempo. Depois de maduro, o coco é utilizado seco e dele retira-se a castanha, repartindo-o. Então, esta castanha deverá ser ralada e batida no liquidificador com água quente. Caso a película escura atrapalhe, esta pode ser retirada antes deste processo.

Como preparar o óleo de coco – Fábrica de óleo de coco

Ralada, a massa deve ser espremida num pano para que o leite seja extraído de forma exuberante e a possibilidade de acrescentar mais água depende da experiência do profissional e seu gosto. O leite deve ser deixado num local seguro de um dia para o outro, de forma que haja a separação do soro, ficando a massa na superfície bem delimitada. O soro será descartado ou reutilizado para a fabricação de outro componente.

A partir da massa branca, é só colocá-la em uma panela e levar ao fogo baixo para separar o óleo. Este processo consiste numa fritura e este óleo deve ser guardado, posteriormente, num vidro, de preferência, numa cor escura.

Pessoal para fabricação de óleo de coco

Para a extração do coco não é necessário que os funcionários sejam próprios da fábrica, sendo a terceirização o mais recomendado. Devemos também lembrar que o serviço braçal de coleta de mantimentos naturais deve ser remunerado de acordo com as leis do Brasil, sendo o trabalho escravo crime e que vincula diretamente o empreendedor e nome da empresa a esta prática.

Na parte de conservação e preparo do óleo de coco, o empreendedor tem uma grande vantagem em relação a outros tipos de negócios: pode contratar a quantidade de funcionários que achar necessário, visto o tamanho do negócio, as encomendas e suas disponibilidades. No começo do trabalho, não são necessárias muitas pessoas, mas bastante investimento em propaganda e estoque.

Propaganda da fábrica de óleo de coco

O óleo de coco pode ser vendido em supermercados, mercadinhos e afins. Para isso, a própria empresa pode formular uma marca e revender diretamente para estes locais, embora, prioritariamente, uma fábrica com este fim esteja mais interessada em vender grandes encomendas destes produtos diretamente para os estabelecimentos que vão utilizá-los.

Então, a dica é pesquisar entre os estabelecimentos comerciais que tenham grande chance de adquirirem o produto e mandar um representante comercial na própria sede para explicarem sobre os benefícios da compra do óleo de coco, as vantagens em cima da concorrência, as facilidades e descontos apresentados.

Embora tenhamos uma grande quantidade de métodos de divulgação para lançar um produto, trata-se de um produto muito específico e que faz parte do universo de compra de poucas pessoas, por isso um direcionamento no marketing da empresa seria o mais econômico e inteligente a se fazer.

Além do óleo de coco, o empreendedor pode utilizar sua empresa para a produção de outros produtos com a base na mesma matéria-prima. É uma excelente fonte de renda combinar múltiplos produtos a uma só fábrica, além de gerar certa proteção contra imprevistos.

Localização da fábrica de óleo de coco

A fábrica de óleo de coco não precisa de uma localização tão específica como uma lanchonete ou loja de roupas, por exemplo, mas apenas uma sede que fique próxima ao público-alvo, se este já for definido e caracterizado. É necessário apenas um bom espaço para a produção do óleo de coco, inclusive com uma garagem para que caminhões e carros possam estacionar para carregar e descarregar o estoque de mercadorias.

Em algumas cidades é preciso ir até a Prefeitura e consultar se o local escolhido para uma fábrica de óleo de coco ou qualquer outro tipo de comércio pode ser mesmo utilizado pelo empreendedor.

Fábrica de óleo de coco – Validade

A validade dos produtos é um dos assuntos mais comentados hoje em dia quando se trata de vistorias. Sobre o óleo de coco utilizado como alimento é lógica tal importância, porém para os outros tipos de atividades também é necessário que o produto apresente a validade apropriada para evitar problemas para o consumidor e, principalmente, para a empresa mais tarde.

A vigilância sanitária visita todo o tipo de estabelecimento que trabalha com comida e, caso o óleo de coco produzido tenha fins alimentícios, esta visita sempre será feita e a fábrica de óleo de coco deve apresentar toda a documentação e práticas sanitárias em dia.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

14 COMENTÁRIOS

  1. Ola! ótimo artigo. Gostaria de saber se há alguma máquina pequena para uso pessoal. Gostaria de fazer o óleo para consumo próprio.
    Muito obrigado.

  2. Esperava que falassem a respeito de máquinas e de como produzir industrialmente o óleo extra virgem (à frio), mas não o que foi relatado, que mais se assemelha a um processo artenasal para uso próprio.

  3. sim explica bem, mas acho impossível extrair óleo de coco para comercio esquentando em panela e coando em pano..! penso eu que por mínimo que seja a empresa deve ter uma maquina para a extração do óleo.

  4. HOJE SÓ TEM MERCADO PARA O OLEO DE COCO EXTRA VIRGEM, COM EXTRAÇÃO, ATRAVES DE PRENSAS COM ROSCA HELICOIDAL A FRIO. ESSA EXTRAÇÃO QUE VCS SUGEREM ESTÁ DESATUALIZADA.

  5. muito bom e muito bem explicado mas também gostaria de saber sobre a fabricação de óleo de coco extra virgem prensado a frio,desde já agradeço pela informação.

  6. Tenho feito os procedimentos na feitura do óleo de coco. Dois dias depois quando tiro o óleo e borra em estado sólido, ao ferver fica muita borra colada na panela e fica queimada a ponto de ter que deixar a panela de molho dias para retirar o queimado. Pergunto eu: Qual o melhor processo, na parte final para extração do óleo, pois isso ainda não foi revelado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.