Como Montar Uma Empresa Organizadora de Rodeio

Como montar uma empresa organizadora de rodeio
Como montar uma empresa organizadora de rodeio

Quem nunca ouviu falar no famoso Festival de Barretos que atrai milhares de turistas do Brasil inteiro para a cidade do interior de São Paulo todos os anos? Muitas cidades abrigam vaquejadas, que são rodeios regados a muita comida típica, jogos, tradições locais e shows com artistas consagrados e conhecidos do grande público. Por ser uma tradição em determinadas cidades brasileiras, muitos empreendedores percebem que uma empresa organizadora de rodeio pode ser uma boa oportunidade de negócio. E realmente parece ser, pois há espaço para atuação.

O mercado consumidor para uma empresa organizadora de rodeio

Em muitas cidades, a única diversão é resumida em conversas na beira de uma sorveteria, em um barzinho com música ao vivo ou na porta de casa com os vizinhos. Em outras, há ainda diversas possibilidades de entretenimento. Contudo, para aquelas regiões carentes de festas e, especialmente de esporte como o rodeio, ter um evento como uma vaquejada é muito positivo para a diversão dos moradores, e especialmente para o fomento da economia local, proporcionando então um desenvolvimento da localidade. Os números ficam aquecidos por conta do aumento do movimento de pessoas, que são os visitantes que vão até esses lugares para participarem das festas.

E o maior detalhe de todos é que o Brasil é basicamente interiorano. O eixo Rio-São Paulo é considerado o motor financeiro e econômico do país. É nesse espaço que estão as maiores indústrias do país, mas a maior parte das cidades é pequena, com limitações de arrecadação de dinheiro e um meio de conseguir alavancar a economia local é por meio de eventos. Além disso, não apenas o município se envolve, mas todo o estado também. Por esses motivos, uma empresa organizadora de rodeio tem espaço para atuar em terras tupiniquins.

Características de uma empresa organizadora de rodeio e o que a lei diz sobre ela

O rodeio é um esporte regulamentado pela lei federal nº10519/2002 e essa é chamada de “Lei do Rodeio”. A sua instituição foi positiva por determinar regras a serem seguidas por aqueles que promovem os eventos, ou seja, especialmente a empresa organizadora de rodeio. O praticante do esporte, o conhecido peão, foi reconhecido como atleta profissional um ano antes, pela lei federal nº 10.220 de 11 de abril de 2001. Dessa maneira, o que monta nos animais adquiriu direitos que eram dados em grandes vaquejadas, mas agora eles são amparados legalmente.

Mas o que essas leis têm a ver com a abertura do negócio? Tudo. Por estarmos em um mundo em que as questões sociais, como o trabalho, e ambientais, incluindo aí os bons tratos aos animais, estão na pauta do dia, elas deverão fazer parte também das práticas do empreendimento, deverão ser cumpridas fielmente, pois a sociedade cobra isso e a lei está aí para comprovar e colocar ordem na casa. Isso garante o funcionamento eficiente da empresa organizadora de rodeio, coerente e adequado à realidade brasileira, sem riscos para todos que estão envolvidos nos eventos: o empresário ou governo que contrataram o evento; a empresa organizadora de rodeio, os peões, os trabalhadores, os visitantes e a cidade que abriga a festa. Todos estarão protegidos e amparados pela legislação.

Possíveis clientes de uma empresa organizadora de rodeio

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Como geralmente esses eventos contam com atrações artísticas, tradições regionais, rodeio, comidas típicas e muito mais, os clientes geralmente são os governos e o empresariado local. No primeiro caso, a contratação é feita por licitação e assim, segue trâmites burocráticos que devem ser seguidos rigorosamente e eles estão bem explicados e esclarecidos na própria legislação que trata do tema, a Lei 8.666/93. Ao trabalhar com a administração pública, a empresa organizadora de rodeio deve estar a par de todos os procedimentos de ser contratada por um ente público, por isso, é importante ter conhecido acerca da lei. No segundo caso, grandes empresários também bancam rodeios. Na verdade, o que acontece geralmente é uma gama de entes que se unem para realizar o evento.

O que a empresa organizadora de rodeio oferece

Uma empresa organizadora de rodeio deverá fornecer para o funcionamento do evento os fechamentos, disciplinadores, arenas, palcos, coberturas, tendas, iluminação, bretes e currais, camarotes e arquibancada. Também deverá ter médicos clínico-gerais de plantão, veterinário que cuidará dos bons tratos dos animais, veículos apropriados para transporte dos animais, garantindo boa acomodação e alimentação a eles; cintas e barrigueiras feitas com lã natural com tamanho certo para não incomodar os bichos e cordas com redutor de impacto (usadas nas provas de laço).

A organizadora também deverá contratar seguro de vida e invalidez para os que trabalharem nos rodeios, desde os peões até os locutores.

Localização de uma empresa organizadora de rodeio

A empresa organizadora de rodeio deve estar localizada em alguma cidade em que o acesso de empresários seja possível, pois eles também são possíveis clientes. Mas o ponto mais importante é ter um site bem claro, com todas as informações e um formulário em que os interessados possam preencher e receber o contato da empresa. Muitas vezes, um empreendimento está localizado em Minas Gerais e ele pode ser contratado para atuar em um estado distante. Por isso é importante ter um endereço eletrônico para encurtar as distâncias e os interessados no serviço terem uma proximidade com o que será contratado.

Dicas para a empresa organizadora de rodeio se destacar

Aqueles que pretendem abrir uma empresa organizadora de rodeio devem saber que o enfoque dado à natureza é muito grande hoje em dia. Por isso, uma dica para esses empresários é dar bastante atenção a essa área, mostrar à sociedade o tratamento recebido pelos animais, onde eles ficam, como é feita a alimentação deles, como eles são tratados no momento do rodeio e muito mais. Se antigamente as pessoas não perguntavam nada, apenas aceitavam o que as empresas ditavam, hoje é muito diferente. A exigência por parte de todos é muito grande e nesse “todos” incluem-se sociedade, empresas e governos. Portanto, explorar o lado positivo da festa é garantir uma imagem positiva à empresa e praticar a responsabilidade social que toda empresa deveria ter.

Os empreendimentos não são ilhotas, não estão isolados nas sociedades em que estão inseridos. Por isso, atuar em parceria com governos e organizações representantes de segmentos sociais é muito importante para o fomento da atividade de forma que todos sejam beneficiados por ela. Basta abrir os jornais e ler os livros mais recentes que é possível verificar que nenhuma empresa está mais sozinha. Hoje em dia, todas estão dando as mãos e satisfazendo todo mundo que está ao redor dela. Por exemplo, a empresa organizadora de rodeio pode criar escolas ou cursos dessa atividade esportiva; pode esclarecer á comunidade como os animais vivem; pode criar fundações que agrupem profissionais da costura para fazerem roupas usadas nos eventos e muito mais. O importante é interagir com o que está envolta.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

1 COMENTÁRIO

  1. meu nome e evaldo mendes e eu gostaria de amontar uma empresa de organizadora de rodeio uma simples empresa que possa fazer um bom trabalho e posso trazer alegria para o povo?

DEIXE UMA RESPOSTA