Como Montar um Food Bike – Baixo Custo e Bons Lucros

Uma nova sensação do momento é o Food Bike, com ótimos lucros, custos irrisórios, montar um Food Bike tem sido considerado um dos melhores negócios para quem deseja investir pouco e ter uma profissão.

Aprenda como montar um food bike e comece a ganhar dinheiro com esta nova tendência que vem ganhando o mercado
Aprenda como montar um food bike e comece a ganhar dinheiro com esta nova tendência que vem ganhando o mercado

Devido a grande quantidade de perguntas aqui no site sobre como montar um food bike montamos este post ensinando passo a passo tudo que você precisa observar, formas de fazer e como fazer para conseguir montar um food bike de sucesso e tornar sua renda principal.

Vale lembrar que muitas pessoas iniciaram com a atividade para obter uma renda suplementar, subsidiária, a famosa renda extra, mas como passar do tempo e com os bons lucros, tornaram o negócio sua renda principal e faturam um ótimo salário mensal.

Quer saber mais sobre como montar um food bike? Fique atento!

O Que é Food Bike?

Antes de entender como montar um food bike é importante saber o que é. Muito tem se falado nesta nova tendência de mercado, a qual consiste, basicamente, em uma bicicleta adaptada para vender lanches e alimentos.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Diferente do food truck, esta modalidade possui limitações maiores, devido a sua estrutura mais compacta, o que impede de preparar pratos muito sofisticados. Provavelmente você conseguirá trabalhar com a venda de lanches pré-prontos.

Contudo, uma das maiores vantagens do food bike é justamente a mobilidade. Por ser uma bicicleta e uma pequena estrutura, você conseguirá se locomover rapidamente para diversos pontos e deixar seu “estabelecimento” bem localizado em poucos minutos.

Sem contar que o custo para montar um food bike é mais baixo. Veja outras ideias de negócios incríveis para você montar.

Faça um Plano de Negócios do Food Bike

Um dos erros mais comuns e que prejudicam quem inicia as atividades de food bike é a falta de um plano de negócios. Isso acontece porque as pessoas vêm a atividade como algo simplório e deixam de executá-la como deveriam.

O plano de negócios é um estudo realizado sobre como explorar o mercado, levando em consideração uma série de fatores, desde a localização, escolha do cardápio, público-alvo, divulgação, entre outros.

Legislação Para Montar um Food Bike

Conheça a Legislação aplicada em como montar um food bike e vá as ruas trabalhar
Conheça a Legislação aplicada em como montar um food bike e vá as ruas trabalhar

Esta é uma das maiores preocupações de quem está prestes a iniciar o negócio. A grande verdade é que, na maioria das localidades, a atividade não foi regulamentada.

Em São Paulo foi regulamentado através da Lei de Comida de Rua (15.947/13) que se aplica ao montar um Food Bike.

Já nas outras localidades é preciso verificar a existência de legislação específica, uma boa dica é entrar em contato com o setor de vigilância sanitária, normalmente eles saberão lhe informar.

Embora não se tenha uma legislação específica sobre o food bike, a maioria dos pequenos empresários tem feito seu cadastro como vendedor ambulante de alimentos e se cadastrado na categoria Micro Empreendedor Individual, esta pode ser uma boa opção para você.

Escolha o Seu Cardápio

Um erro bem comum é querer criar um cardápio “gourmet”, complicado e de difícil preparo. Lembre-se, o food bike tem como objetivo oferecer lanches rápidos e a estrutura é bem limitada, você terá problemas com comidas elaboradas.

Além disso, os consumidores alvos estão em busca de comidas baratas, muitas vezes um pequeno lanche em razão da correria do dia a dia.

Caso você trabalhe em meio a grande multidão, como é o caso de eventos ou finais de festas, com certeza terá um horário de pico, agilidade e preparo rápido é a chave do sucesso e, caso seu cardápio seja muito elaborado, não conseguirá atender a todos dentro de um prazo razoável e, provavelmente, perderá clientela.

Uma boa dica é montar um cardápio pequeno, talvez, especializando-se em apenas um produto, como é o caso de pasteis, fazendo de diversos sabores. Lembre-se também que você pode trazer os lanches pré-prontos, o que facilita bastante. Aprenda como montar um cardápio.

Adaptação do Food Bike

Para fazer a correta adaptação é preciso, antes de tudo, saber exatamente o seu cardápio, é ele que irá nortear toda a adaptação do seu food bike. Assim poderá pedir à empresa responsável os equipamentos estritamente necessários, e claro, ter um custo adequado ao serviço prestado.

Por exemplo, supondo que você trabalhe com saladas, sanduíches e alimentos semelhantes, você irá precisar de refrigeradores. Agora, caso seu foco seja comidas quentes, terá de ser instalado fogão e um sistema de forno, fritadeira e gás.

Embora já se encontre diversas empresas de adaptação/fabricação de food bike, é importante que você encontre uma que trabalha dentro dos padrões de adaptação da COVISA (Coordenação de Vigilância em Saúde) e ao mesmo tempo observe as legislações específicas municipais.

A adaptação de um food bike pode variar em valores, dependendo do tipo de adaptação que você irá precisar. Normalmente, os valores variam entre R$ 3.000 mil reais a R$ 15.000 mil reais.

Alguns empresários, principalmente com o objetivo de oferecer um lanche diferenciado, montam uma cozinha de apoio, o que permite uma maior liberdade quanto a produção de alimentos. Uma cozinha de apoio custa em média R$ 25.000 mil reais.

Lembre-se sempre de levar em consideração as exigências da Vigilância Sanitária.

Veja algumas opções de empresas para comprar e fazer a adaptação do Food Bike:

Como Ganhar Com o Food Bike

Ao montar um Food Bike você conseguirá uma remuneração atrativa, desde que tenha um bom movimento.

É sabido que lanches são uns dos negócios mais lucrativos, podendo atingir percentuais superiores a 100%. Por exemplo, um sanduíche natural você terá um custo aproximado de R$ 1,30 reais para fazê-lo, e pode vender por R$ 3,00 reais, 130% de lucratividade.

Agora, avaliando/analisando o seu produto e a lucratividade que terá em cima é possível ter uma previsão de ganhos mensais. Segundo comentários de pessoas que atuam como food bike, tem-se tido uma lucratividade média de R$ 3.000 reais a R$ 4.000 mil reais. Você encontrará pessoas que ganham mais e outras menos.

Divulgação do Food Bike

As redes sociais têm sido as maiores aliadas dos food bikes. Por estarem sempre migrando de pontos e se movimentando, construir a sua marca e informar as pessoas em que localidade da cidade estará é uma ótima forma de divulgação, e isso pode ser feito através do Facebook e Twitter.

Além disso, este tipo de propaganda é barata, quando não de graça, basta adicionar as pessoas em uma fan page e fazer as publicações. Você poderá impulsionar a sua fan page, pagando poucos centavos por exibição de anúncios/cliques.

Manter a sua food bike bem personalizada e de forma que se destaque em meio as demais paisagens também é uma forma de divulgação, já que chama a atenção do público que passa.

Boa forma de expandir esta divulgação é levando com você um pequeno toldo ou aquelas tendas de praia, com isso poderá abrigar/fazer sombra aos clientes e, ao mesmo tempo, ocupar um espaço maior, consequentemente, captando mais atenção.

Outras formas de divulgação podem ser utilizadas, mas você deve estudar impacto que terão na sua região e nicho, contudo, as que mencionamos tem trazido os melhores resultados e são de baixo custo.

Gerenciamento do Food Bike

É comum encontrarmos pequenos empreendedores que dão importância demais às vendas e acabam deixando de lado o pós-venda, ou seja, tudo aquilo que ocorre após o momento da venda do produto. É o famoso, dia seguinte.

Quando você termina seu “expediente”, terá de avaliar as vendas, lucratividade, custos, separar valores para a compra de novos alimentos para o preparo do lanche e etc.

Ter um balanço apurado e as finanças na “ponta do lápis” são os diferenciais para ter um food bike de sucesso. É um erro comum gastar mais do que se ganha nesta atividade, devido a dificuldade de manter um controle de caixa.

Lembre-se também de ter troco para dar aos clientes.

Uma boa dica é separar, todos os finais do expediente, valores para cobrir os custos do negócio, troco para o outro dia, capital de caixa e aí separar os ganhos.

Agora Que já Conhece Como Montar um Food Bike, o Que Acha de Iniciar na Atividade? Comente!

4.09 avg. rating (81% score) - 11 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA