Como montar um comércio de queijos e vinhos

Como montar um comércio de queijos e vinhosO comércio de queijos e vinhos brasileiros e estrangeiros faz muito sucesso em mercados e lojas de conveniência. São tantas oportunidades que não há quem resista. Essa é uma ideia de negócio bem versátil, pois pode ser voltada para quem pretende ter como clientes pessoas com poder aquisitivo alto ou ainda quem tem a intenção de atender aos que não podem pagar muito, mas que gostariam de consumir tais produtos.

Mercado de queijos e vinhos

O movimento em busca de queijos e vinhos é muito grande nas delicatessens e lojas de conveniência dos bairros onde pessoas com alto poder aquisitivo residem, lojas que passaram a ter uma oferta maior de produtos, como doces, por exemplo, atraindo mais os clientes que estavam habituados a adquirir as mercadorias nos supermercados.

Por ser uma combinação muito usada no inverno, um volume maior de vendas acontece sempre nos meses de junho, julho e agosto. Sendo assim, esse dado é muito importante para o empreendedor saber que então esse tipo de negócio possui uma certa sazonalidade e que, portanto, é importante ter estratégias para comercializar outras mercadorias ao longo do ano a fim de garantir o fluxo de caixa constante e positivo.

Cidades turísticas são excelentes lugares para a instalação de um negócio como esse. Contudo, é necessário ter muita força para trabalhar fora do horário comercial e nos finais de semana, períodos nos quais a loja de queijos e vinhos recebem um movimento maior.

Clientes

A definição dos clientes fica por conta do empreendedor. Geralmente, quem consome queijos e vinhos são pessoas que podem e têm renda para ter essas mercadorias em casa, então são consumidores que pertencem a classes sociais mais elevadas. Contudo, sendo da vontade do empreendedor, é possível comercializar os mesmos produtos mas de marcas menos conhecidas ou menos apurados, saindo mais barato e portanto, podendo atender àqueles que possuem um poder aquisitivo menor.

► DICA IMPORTANTE!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias em um chute!


O interessante é o empreendedor fazer uma pesquisa de mercado e descobrir quem são esses clientes ou quem são os potenciais compradores de tudo o que for vendido lá.

Localização do negócio

O sucesso de um negócio tem íntima ligação com o local onde funciona. É preciso que o comércio de queijos e vinhos esteja bem próximo aos seus clientes e que os atenda da melhor forma possível: amplo estacionamento, segurança no local, espaço para degustação de queijos e vinhos e todos esses detalhes são importantes para a definição do lugar onde o negócio estará.

Caso seja um estabelecimento na rua, que não esteja dentro de um centro comercial ou shopping, é importante então que obtenha informações junto à prefeitura para saber se aquele local escolhido pode abrigar uma atividade desse tipo. Isso é regulamentado pelo Plano Diretor Urbano (PDU), presente em quase todos os municípios brasileiros.

Confira também se o imóvel está com o IPTU em dia, se houve obras, se essas foram comunicadas à prefeitura, se existe abastecimento regular de água, luz, telefone e tratamento de esgoto. Veja também se o local é de fácil acesso àqueles que não possuem carro e se a vizinhança corresponde ou não a uma área de risco.

Divulgação do negócio

A divulgação do negócio está diretamente relacionada com o tipo de cliente que se pretende atingir. Somente conhecendo seus hábitos é que é possível saber onde está, onde frequenta, quais mídias consome e todos esses detalhes.

Use também a internet a seu favor: sites esclarecedores, com todas as informações necessárias são ótimos para garantir o sucesso do negócio.

Investimento inicial, estrutura e pessoal

O investimento inicial varia conforme a estrutura do empreendimento, mas o valor estimado para ter esse tipo de negócio fica em torno de R$ 60.000,00. O capital de giro é de R$ 40.000,00 e os equipamentos e instalações ficam em torno de R$ 20.000,00.

O espaço deve ter cerca de 80 m² e ainda precisa contar com mobiliário de escritório, como telefone, computador e impressora. Fora isso, caso queira decorar o ambiente com um profissional, os valores sobem ainda mais por conta do pagamento do decorador e de tudo o que ele solicitar para compor o local.

A quantidade mínima de empregados é de quatro pessoas: o dono, dois atendentes e ainda um auxiliar administrativo. Com o passar do tempo e a expansão das, aumente esse número.

Dicas de negócio

A data de validade dos produtos, o local limpo, funcionários bem apresentados, sorridentes, dispostos, entendidos do assunto e ainda a loja com uma decoração típica fazem com que a conquista dos clientes aconteça de forma mais natural e mais rápida. Por conta disso, invista nesses detalhes, pois todos eles unidos fazem com que a preferência pelo seu estabelecimento ocorra.

Quanto maior a variedade de produtos vendidos no seu empreendimento, mais ele estará forte para poder concorrer com supermercados e lojas de conveniência. Uma dica para fazer a diferença nesse sentido é oferecer produtos para serem degustados. Isso não é possível na maior parte dos estabelecimentos. Além disso, essa permissão torna o ambiente mais intimista, mais peculiar. 

Ficou interessado em montar um comércio de queijos e vinhos? Fale para gente!

3.00 avg. rating (70% score) - 1 vote

 

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.