Como Abrir Uma Empresa de “Marido a Domicílio”

Como abrir uma empresa de marido a domicílio
Como abrir uma empresa de marido a domicílio.

Que tal abrir uma empresa de “marido a domicílio”? As mulheres, geralmente, têm necessidades na cozinha e em outras partes da casa, a partir da disfunção de algum equipamento que gere certo transtorno doméstico. Estamos falando de problemas de encanamento, eletricidade e outros.

Uma torneira pingando e uma pia entupida, por exemplo, faz parte dos principais problemas que ocorrem com as donas de casa, visto que, atualmente, o mercado de trabalho e a vida moderna tomam muito o tempo dos maridos que sequer devem imaginar como fazer consertos como estes.

Problemas hidráulicos e elétricos são mais difíceis de serem solucionados e por isso são os mais pedidos por conta das pessoas que buscam a empresa de “marido a domicílio”. Porém, um varal quebrado também é um contratempo que o profissional deve estar apto a resolver, ou seja, pequenos e grandes problemas domésticos são o foco da atuação da empresa de “marido a domicílio”.

Empresa de “marido a domicílio” – História

A empresa de “marido a domicílio” começou a partir da falta de tempo e conhecimento técnico, principalmente dos homens, associados à falta de tempo que a vida nas cidades traz para a vida dos cidadãos. O homem multitarefa, então, era o vizinho ou algum parente desempregado ou que trabalhasse na área hidráulica ou elétrica, ou de consertos em geral, indo resolver os principais problemas das donas de casa, mas sem formalidade alguma.

Hoje em dia, a moda pegou e muitas pessoas utilizam a empresa de “marido a domicílio” mais frequentemente do que se imagina. Empreendedores de muitos lugares do mundo investem todos os anos em equipes que pegam pedidos e saem para resolver as pendências domésticas.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Deu tão certo a empresa de “marido a domicílio” que já virou até franquia e você vai ver um pouco mais sobre isso no decorrer dos textos com nossas dicas e contatos.

Pessoal – Empresa de “marido a domicílio”

Os maridos de aluguel são profissionais treinados e com muita responsabilidade para executarem suas habilidades para os serviços de casa. A expressão “marido” se restringe ao tratamento de consertos na residência. Na parte elétrica, o “marido a domicílio” pode instalar chuveiros, checar o quadro de energia, mexer com os fios e trocas tomadas, por exemplo.

Além desta parte, o “marido a domicílio” ainda mexe com marcenaria, ajudando na arrumação de portas e janelas, na pintura de paredes e portões, nas necessidades que um jardim pode precisar e outros aspectos. Há relatos de clientes que pedem o “marido a domicílio” para acompanharem a mãe e os filhos ao pediatra, evidenciando a multiespecialidade que estes profissionais podem conferir.

Nos reparos hidráulicos, a empresa de “marido a domicílio” utiliza o conserto de vazamentos e infiltrações, o desentupimento de pias e até a própria limpeza da caixa d’água.

As demais pessoas que trabalharão na empresa de “marido a domicílio” poderão ser contratadas a partir do crescimento do negócio, como um coordenador para cuidar da parte de distribuição de tarefas e prestação de contas. No empreendimento inicial, o ideal é que o dono do negócio fique responsável pela parte administrativa.

Empresa de “marido a domicílio” – Valor do Serviço

Segundo os empresários do setor, o trabalho de marido de aluguel é cobrado por hora e não pelo serviço. Pequenos serviços podem ser feitos em menos de uma hora, mas alguns como reformas podem durar muitas horas e até dias.

A indicação é que os clientes acumulem as tarefas para que a empresa de “marido a domicílio” mande o seu representante para fazer os consertos de uma vez só. Assim, o cliente poupa tempo e dinheiro.

O valor dos serviços vai depender muito da empresa, se é de grande porte, de pequeno porte, o bairro em que está inserida e outros fatores. Pessoas que moram em regiões nobres das cidades podem desembolsar um pouco mais de dinheiro se optar por profissionais da região, enquanto as regiões menos nobres possuem empresa de “marido a domicílio” com valores mais baratos. O valor de hora do serviço varia em média de R$ 60,00 a R$ 120,00.

Perfil do Consumidor – Empresa de “marido a domicílio”

A empresa de “marido a domicílio” tem como público-alvo mulheres, em geral, que tomam conta da casa e que tem a maior facilidade em relatar os problemas que acontecem nela. Idosas são, frequentemente, as que mais solicitam ajuda, visto que não conseguem mais desempenhar funções simples que podem acontecer nas casas.

Mulheres casadas com homens muito ocupados ou ausentes também solicitam a empresa de “marido a domicílio” para um conserto ou outro. A partir destas observações, os “maridos a domicílio” devem entrar no negócio já sabendo como é o ritmo das mulheres e suas principais necessidades para conseguir solucionar seus problemas fazendo o seu trabalho.

Empresa de “marido a domicílio” – Tratamento ao cliente

Com o conhecimento do público-alvo, devemos priorizar desde a entrevista de emprego do pessoal de “marido a domicílio” os profissionais com boas referências para atender um público feminino. As mulheres são muito mais vulneráveis e precisam de um tratamento respeitoso e elegante.

A seleção de profissionais deve realmente estar disposta a selecionar pessoas que aparentemente sejam respeitosas, responsáveis e honestas acima de tudo. Como a equipe entrará na residência dos clientes, deve-se ter um cuidado imenso na admissão de funcionários. Pode ser necessário contratar um pessoal de confiança do empreendedor que trabalhe com alguém conhecido há algum tempo e que tenha boa reputação no mercado.

Investimento Inicial de Empresa de “marido a domicílio”

Dependendo do porte do empreendimento e da localização, temos valores diferentes para estabelecer médias de gastos. Um empreendimento de pequeno porte deve começar apenas com, pelo menos, dois “maridos a domicílio”, e a empresa deverá dispor de telefone, fax, computador com Internet e as ferramentas para que os funcionários executem os serviços.

Estamos falando de todas as ferramentas de consertos em geral, que geralmente são transportadas em maletas com martelos, furadeiras, pregos, arames, marretas, fios e outros materiais.

Se o próprio “marido a domicílio” já dispor das ferramentas, pode-se considerar um negócio de investimento mínimo, já que não precisa necessariamente de um espaço físico. As pessoas podem fazer contato via Internet ou por telefone e conseguirem os seus ajustes do lar em alguns minutos.

4.00 avg. rating (79% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA