Como abrir um comércio de couro

Por:

Como abrir um comércio de couro Já pensou em abrir um comércio de couro? As temperaturas caem e já é possível ver bastante gente nas ruas com inúmeras peças feitas de couro: botas, jaquetas, calças, saias e casacos. Até em locais considerados mais quentes, como o Rio de Janeiro, por exemplo, há bastante procura por tudo o que é feito desse material. Mas as peças não precisam ser necessariamente usadas no inverno, também podem estar presentes em peças mais leves, na moda streetwear, por exemplo, e em outras, como calçados em geral, bolsas, cintos e carteiras.

Mercado brasileiro de comércio de couro

O mercado de comércio de couro está ligado à própria história do Brasil. A indústria que modifica o couro in natura em semiacabado ou acabado é ideal para a fabricação de vários produtos. O Brasil é o segundo maior produtor e o quarto exportador de couros do mundo. Pelo simples fato de o Brasil ter o maior rebanho bovino comercial de todos, isso já aponta para um bom desempenho da nossa indústria.

Contudo, esse cenário tende a ficar comprometido por conta de altos tributos, falta de linhas de crédito para capital de giro, burocracia e muitos juros.
Mas a grande questão é mesmo com alguns aspectos que poderiam ser desestimulantes, a realidade é que peças de couro são sempre bastante comercializadas.

Estrutura básica de comércio de couro

Para começar a atuar no comércio de couro, o empreendedor pode investir em uma loja de 50m² a 100m², com quatro vendedores e o próprio dono no estabelecimento. Deve haver espaço para que as peças estejam penduradas ou colocadas nas vitrines, como bolsas, sapatos e cintos.

O que é vendido em um comércio de couro e características desse negócio

É preciso considerar que diversas peças podem ser feitas de couro: calças, saias, vestidos, jaquetas, casacos, sapatos, bolsas, pochetes, mochilas, cintos e sandálias.

Antes de abrir um comércio de couro, o empreendedor precisa colocar em seu planejamento dois fatores que estão ligados ao couro e que interferem nas vendas: o modismo e a sazonalidade.

O primeiro diz respeito exatamente ao que está ou não na moda, mas que há produtos que sempre são usados sendo de couro, como sapatos e sandálias, por exemplo. O segundo é relacionado à época do ano em que o couro é mais vendido. No inverno, por exemplo, as jaquetas são bastante comercializadas, ao passo que no verão a tendência é esse volume cair.

Como tornar o comércio de couro conhecido

Quem deseja sucesso no empreendimento de comércio de couro, deve investir em publicidade sempre. É preciso que ela seja feita exclusivamente para o público-alvo, dessa maneira, o dono do negócio precisa ter no seu planejamento todos os dados possíveis sobre os seus consumidores, tais como hábitos, costumes, lugares onde vivem, produtos que consomem e muito mais. Tendo essas informações básicas em mãos, ele conseguirá o sucesso desejado na publicidade.

Dicas de negócio para o comércio de couro

Como o mercado de couro é bastante sazonal, o dono do comércio de couro precisa ter algum tipo de planejamento para poder não sentir tanto o impacto dessa periodicidade. Por exemplo, nos meses quentes, vender jaquetas feitas com tal material por preços mais baixos é uma maneira de garantir certo retorno.

Outra maneira de driblar essa característica da atividade é enfatizar na produção de mercadorias que não dependem das temperaturas, como carteiras, malas, bolsas, mochilas e cintos. Esses produtos não estão ligados ao modismo e muito menos às estações do ano, por isso, o empreendedor deve prestar bastante atenção nesses.

Ainda como maneira de garantir uma espécie de diferenciação e de conquistar novos clientes sempre, é vender materiais feitos de diversas cores, mais especialmente as básicas, como branco, preto, bege e marrom, pois são bem aceitos tanto por homens como por mulheres.

Caso deseje vender para fora do Brasil, é importante investir em um site que tenha a possibilidade do uso de outros idiomas, para que os compradores estrangeiros possam ter acesso à informação de maneira mais eficiente.

Um bom empresário de comércio de couro sabe que precisa estar atualizado constantemente, por conta disso, é muito importante que frequente eventos do setor, para que possa saber das últimas novidades.

Roupas e acessórios feitos de couro são vendidos por preços altos em determinadas cidades do país, ao passo que existem outras que fazem divisas com outros países e que o couro é absolutamente mais barato. A cidade de Corumbá, por exemplo, localizada no extremo oeste do Mato Grosso do Sul, faz divisa com a Bolívia, onde há mercados populares, bem próximos à fronteira, onde produtos feitos de couro legítimo são vendidos e mais baratos até 70% se comparados a outros mercados no Brasil.

Muita gente que trabalha com comércio vai até lá para adquiri-los e vendê-los no nosso país. Essa também é uma dica para aqueles empreendedores que acreditam que assim saia mais em conta em obter seus produtos.

Como o comércio de couro trata de produtos comprados em outro país, há o limite de U$300 que podem ser gastos somente para isso.

DICA IMPORTANTE!

Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Contrate uma consultoria, estude em livros, use o kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas não arrisque suas economias em um chute!



One comment on “Como abrir um comércio de couro
  1. José Aparecido Vieira disse:

    Com todas estas dicas só não monta um negócio quem não quer ou tem medo de errar e perder dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Vai Abrir Um Negócio?

Curta O Novo Negócio!

Divulgue o Novo Negócio

Novo Negocio

Copie e cole o texto abaixo no seu site!
x

740 Ideias Práticas de Negócios (GRÁTIS)!

Faça como 410.552 Empreendedores, participe do meu grupo particular de negócios e descubra o que é necessário para ter um negócio de sucesso.

(Ou continue na dúvida...)