Como Organizar as Finanças Pessoais

Finanças PessoaisDificuldades em organizar as suas finanças pessoais? Veja aqui como conseguir isso!

As finanças são algo realmente difícil de ter em dia, ainda mais quando se trata de um grupo familiar, ai, nesses casos, depende de mais de uma única pessoa. Pense, você, quantas vezes se viu com problema financeiro? Dificuldades de pagar todas as contas? Juros bancários? Empréstimos? Pior que isso, quantas vezes se perguntou para onde foi o seu dinheiro?

Aprender como lidar com as finanças é primordial para conseguir ter uma vida mais sossegada, incomodar-se menos no dia a dia, poder tirar as tão sonhadas férias em família, manter os filhos em colégio particular, entre tantos outros benefícios que se tem quando as contas estão em dias e está sobrando aquela reserva de dinheiro.

A verdade é que, muitas vezes, as pessoas apenas não tem dinheiro sobrando porque não sabem lidar com suas finanças pessoais, pois recebem um bom salário, suficiente para arcar com o custo de vida que precisa. Seja sincero, quantas vezes você já viu alguém que ganha menos que você vivendo melhor financeiramente?

A boa noticia é que isso é reversível, ou seja, basta você aprender como lidar com suas finanças pessoais para, planejando e se organizando, mudar totalmente sua vida. Está pronto para conhecer mais sobre o assunto?

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Criamos esse texto sobre como organizar finanças pessoais especialmente para você, buscando ensiná-lo como fazer para ter suas finanças pessoais em dia e organizada. Também, reunimos algumas dicas que podem facilitar nesse difícil processo de mudança. Que tal começarmos agora mesmo?

O Que Impede A Maioria Das Pessoas De Conseguir Organizar As Finanças Pessoais

A maioria das pessoas pensa em organizar as suas finanças pessoais, procurando por diversas ferramentas e formas milagrosas para isso, porém, sabe o que as impede realmente de conseguir? Força de vontade!

Mudar todo o seu sistema de vida e hábitos para conseguir ter as finanças pessoais em dia não é fácil, pelo contrário, exigirá de você muita disciplina, dedicação e força de vontade. Ora, pense, para que você possa pagar todas as suas contas atrasadas será preciso economizar, o que significa que terá de diminuir seu “padrão” de vida ou, no mínimo, gastar menos em alguma coisa. Isso é algo que ninguém gosta de fazer, pois exige sacrifício.

Por isso, procure motivar-se e criar disciplina para seguir a risca nossas dicas, somente assim conseguirá o resultado almejado. Lembre-se, é você que precisa organizar as suas finanças pessoais, o que você “não fizer corretamente” estará prejudicando apenas a você mesmo!

Contas x Salário nas Finanças Pessoais

Todos tem contas a pagar, o que diferencia é se o seu salário está de acordo com aquelas contas. Existe duas formas de resolver quando você tem contas que estão acima do que ganha. Ou você melhora seu salário ou diminui suas contas. Fim!

Normalmente, é mais fácil diminuir os gastos do que aumentar a renda, porém, uma boa dica é procurar por atividades que podem lhe permitir ganhar uma renda extra, como é o caso das vendas pela internet.

Porém, vamos focar no que é mais simples e provável, ou seja, diminuir as contas. Estabeleça quais são as contas prioritárias e que não se tem como mudar, como é o caso do aluguel, luz, água, alimentação e etc. Essas contas dificilmente você conseguirá mexer, o que se pode fazer é dar uma pequena reduzida, como é o caso da luz.

Veja nosso texto sobre como reduzir custos.

Depois disso, você tem as contas supérfluas, as quais podem ser facilmente reduzidas ou até mesmo evitadas, como é o caso de saídas noturnas. Normalmente, esses custos referem-se ao quesito lazer. Não estou dizendo para não ter lazer algum, você deve ter lazer, mas substitua-o por algo mais barato, como uma saída no parque por exemplo.

Tem-se outra modalidade de custos que costuma trazer bons resultados na redução, é o famoso “colégio das crianças”. Entre em contato com o diretor e tente conseguir uma bolsa de estudos, explique o que está acontecendo, acredite, conseguir uma bolsa de estudos não é tão difícil assim, e é mais comum a sua ocorrência do que você imagina.

É basicamente nesses custos que você pode mexer.

Como Pagar as Contas Para Organizar as Finanças Pessoais

Você fez diversas contas e agora não consegue pagar todas elas, bom, a primeira coisa a lhe dizer é que você não pagará todas em 1 mês, é preciso planejamento!

A dica é a seguinte, agora que você reduziu seus gastos, quanto irá lhe sobrar? É suficiente para pagar todas as despesas mensais que você tem e ainda por cima sobrar para pagar as dividas? Caso a resposta seja não, procure outros pontos para reduzir os custos, caso a resposta seja sim, você deve separar esse dinheiro para pagar as dividas contraídas.

Uma boa dica é deixar esse dinheiro guardado com OUTRA PESSOA, assim, a tendência de você mexer nesse dinheiro é muito menor.

As suas contas mensais devem ser pagas todo dia X, estabeleça um dia após o recebimento do seu salário. Lembre-se, primeiro se paga as contas mais importantes (aluguel, luz, água e etc), depois paga-se as demais contas. Feito o pagamento das suas contas, separe 20% do valor restante, este será o que você tem para gastar com lazer e “imprevistos”. O restante do dinheiro será deixado com a outra pessoa para guardar.

Assim que você conseguir guardar um montante de dinheiro, entre em contato com os bancos que você contraiu dívida, de preferência com aquele que a taxa de juro for mais alta, esse será prioridade. Ofereça a entrada e parcele o restante do valor, tente bons descontos, eles irão lhe conceder.

Planilha de Finanças Pessoais

Para evitar que suas finanças pessoais fiquem desorganizada, bem como para possibilitar que você consiga por em prática todo esse controle, será necessário fazer uso de uma planilha de finanças pessoais.

A planilha é bem simples, é mais para que você saiba em que gastou o seu dinheiro, data de vencimento das contas, o que falta pagar, quanto gastou no final do mês, quanto está acima do seu salário ou não, quanto conseguiu guardar, entre outras informações relevantes.

Também, através da planilha você conseguirá saber em que você gastou, facilitando que encontre gastos que podem ser reduzidos.

Finanças Pessoais em Família

Uma dificuldade que costuma ser comum ao tentar organizar as finanças pessoais é o fato de a família ter participação, pois é apenas “uma unidade”, somando-se os recursos de todos para pagar as contas, assim, uns gastam mais do que precisam, outros contribuem menos do que podem.

Conseguir fazer com que os membros da família tomem consciência de que devem contribuir com o que podem e economizar em que é possível, não é uma tarefa fácil, ainda mais quando se tem pessoas mais jovens.

Faça uma reunião na sua casa, explique o porquê de estar sendo necessário economizar e a necessidade da contribuição de todos, normalmente, quando as pessoas da família compreendem e se sensibilizam, consegue-se bons resultados.

Uma boa dica é tentar chegar a um objetivo comum entre todos, por exemplo, vamos economizar para pagar X contas e sobrar dinheiro no final do ano para viajar para X lugar.

Utilizar Programas para Finanças Pessoais

É muito comum estarmos no dia a dia e acontecer um gasto que, devido a não ter uma ferramenta para repassar, como é o caso da planilha, costuma-se deixar de fora a informação.

Um pequeno valor de vez em quando pode acontecer de não ser anotado, porém, o problema é que, ao somar todos os pequenos valores, os quais passam a se tornar rotineiro, acaba-se por desorganizar todas as finanças pessoais, fazendo com que falte dinheiro para outras contas.

Uma boa dica para resolver esse problema é utilizar programas de finanças pessoais. Muitos desses programas podem ser utilizados no celular, através de aplicativos como o Google Play pode-se baixa-los. Assim fica fácil registrar todos seus gastos em qualquer lugar ou momento do seu dia.

É aconselhável que, ao final do dia, você repasse os dados anotados no seu programa do aparelho móvel para a planilha definitiva da casa.

Veja, a planilha de finanças pessoais deve ser COLETIVA, ou seja, para todos os membros da casa, assim ficará mais fácil de ter o controle, além de que, os próprios membros tomarão mais cuidado para não gastar de forma excessiva, já que todos irão ver.

Para facilitar a sua busca pela organização financeira, selecionamos alguns aplicativos para seu dispositivo móvel, são eles: Toshl Finanças, Finance, CheckBook, Justmoney, Mobills, Minhas finanças, gastos diários e MneyWise.

Como Comprar O Que é Necessário e Não o Que é Supérfluo

É comum a ocorrência de dívidas justamente em virtude da compra de produtos que são supérfluos, porém, em um primeiro momento, parecia necessário. Por isso é importante aprender como comprar o que realmente é necessário, bem como, não se deixar levar por propagandas e mensagens subliminares.

Por isso, a dica para que você saiba comprar o que precisa é não comprar na hora. Caso você veja algo que realmente deseja comprar, deixe para outro dia, vá para casa, espere 1 ou 2 dias, analise as suas finanças pessoais e, caso ainda veja como necessária a compra do produto, ai sim, desloque-se até a loja e consiga o máximo de desconto!

Pronto Para Por em Prática e Cuidar das Suas Finanças Pessoais de Uma Vez Por Todas?

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA