Capital de Giro Para Empresas

capital de giro para empresasDificuldades com o capital de giro para empresas? Veja agora mesmo como trabalha-lo.

Você está planejando a abertura de uma empresa? Pois bem, é necessário ter em mente que esta decisão é um processo bastante burocrático, visto que se tem de cumprir diversas etapas e tomar uma série de providências até que seja viável abrir as portas e começar a trabalhar com o negócio planejado.

Ao decidir abrir uma empresa própria, um dos principais questionamentos diz respeito aos recursos materiais e financeiros que serão necessários para operar a atividade de maneira eficaz. Sendo este último, o dinheiro, um dos fatores primordiais para a abertura e a manutenção de uma empresa.  Primeiramente, é necessário dispor do valor necessário para dar início às atividades.

Além do dinheiro para montar a estrutura da empresa, também se tem de contar com o capital de giro, que é essencial para arcar com as despesas iniciais e desenvolvimento do negócio, principalmente no início, até que se firme e tenha uma boa rentabilidade mensal.

Nem sempre os empresários dispõem de dinheiro para injetar no negócio. Esta é a sua situação? Neste caso, uma alternativa é recorrer aos empréstimos de capital de giro que são oferecidos por diversas instituições financeiras, ou começar a se preparar desde logo para ter um bom capital de giro e fazer seu negócio atingir o potencial máximo.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

A verdade é que, qualquer empresa, mesmo que já tenha se firmado no mercado, teria maiores probabilidades de sucesso se mantivesse um bom capital de giro, já que, nunca se sabe o que pode vir acontecer com o passar dos anos.

Pense, você abre uma empresa, está a 1 ano no mercado, está tudo correndo perfeitamente, porém, surge um concorrente de grande porte e nos próximos 4 meses ele irá fazer promoções incríveis para tentar ganhar o mercado. Nesse caso, quanto seu lucro iria cair? Perceba, é um caso legitimo e comum de necessidade de utilização do capital de giro para manter o seu negócio.

Devido a importância do capital de giro para empresas, criamos esse texto voltado exclusivamente para tratar o assunto. Não perca e aproveite cada dica e detalhe, poderá fazer toda a diferença para o seu negócio!

O Que é Capital de Giro?

Você está no meio do processo de abertura de uma empresa? Então é obrigatório se familiarizar com o termo “capital de giro”. Também conhecido como ativo corrente, o capital de giro pode ser definido como um recurso de rápida renovação presente na empresa como, por exemplo, o dinheiro em caixa, os produtos em estoques e os valores a serem recebidos dos devedores.

O capital de giro cumpre o papel de representar a liquidez da operação, a qual está disponível para a empresa. Este fator é de suma importância para a realização de planejamentos e toma de decisões, uma vez que ele está diretamente ligado ao ciclo operacional do negócio, pois engloba diferentes processos como a compra das mercadorias, a venda e o recebimento dos valores das vendas efetivadas.

Você sabe a importância de um plano de negócios?

Motivos Para Recorrer ao Capital de Giro Para Empresas

O capital de giro para empresas é o dinheiro que é utilizado para montar o estoque e para armazenar no caixa, servindo de reserva para ser usado caso haja alguma emergência. Como é possível perceber, o capital de giro é importantíssimo para o funcionamento de qualquer tipo de negócio, principalmente para aqueles que estão ingressando no mercado e ainda possuem uma margem de lucro incerta.

Portanto, como ainda não se sabe se as vendas da empresa serão bem sucedidas conforme o planejado é preciso contar um capital de giro que possa ser usado para pagar as despesas iniciais. Geralmente, o valor do capital é alto, pois engloba a compra do estoque, os negócios que não dispõe de todo o dinheiro podem recorrer ao capital de giro próprio para empresas, que é oferecido por instituições financeiras, disponibilizando juros e condições de pagamento especiais, permitindo que o empresário comece as suas atividades com uma reserva de capital.

O capital de giro tem como função principal permitir que a empresa possa trabalhar sem precisar solicitar financiamentos ou empréstimos em geral. Pense da seguinte forma, você tem R$ 80.000,00 reais de mercadorias, vende R$ 60.000,00 reais, porém, grande parte do percentual de vendas ocorreu mediante a modalidade de compra a prazo, com isso, você precisa repor o seu estoque e ainda não recebeu os valores suficientes. Nesse caso, você utilizará o capital de giro.

Como Ter Acesso ao Capital de Giro Para Empresas?

Você precisa de um recurso opcional para obter o capital de giro da sua empresa? Nesta situação, uma alternativa é recorrer aos empréstimos de capital de giro direcionado especialmente para as empresas, também chamado de crédito rotativo. No entanto, antes de realizar o seu pedido, é recomendado fazer uma série de observações para não adquirir uma distante da sua realidade. Por isso, acompanhe abaixo algumas dicas de como ter acesso ao capital de giro para empresas.

1- Calcule o Capital de Giro da Empresa

O capital de giro é o dinheiro que está no caixa da empresa ou empregado nos produtos estocados. Porém, quando se está começando uma empresa ainda não é possível ter estas informações em mãos. Sendo assim, é preciso realizar uma projeção para que seja possível calcular o capital de giro do negócio.

Para somar o capital de giro, você deve calcular a quantia em dinheiro que será necessária para montar o estoque da sua empresa, para arcar com o salário dos funcionários, além de uma margem de reserva que possa ser utilizada para suprir eventuais emergências como gastos com reparos de máquinas, entre outras coisas. A partir do cálculo destes dados é possível checar ao valor total do capital de giro que você carece.

2- Pesquise Quais Instituições Oferecem Capital de Giro Para Empresas

Você já sabe o valor do capital de giro que a sua empresa necessita para começar a colocar as suas atividades em prática? Na sequência, é o momento de realizar uma pesquisa para saber quais são as instituições que oferecem empréstimo especialmente para que as empresas possam compor o seu capital de giro.

Atualmente, os empresários podem encontrar uma grande variedade de opções para fazer um empréstimo de capital de giro. Entre as empresas mais confiáveis para fazer este pedido estão a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, Banco Itaú, Santander, HSBC e demais opções que possuem uma política exclusiva para o setor empresarial.

3- Compare as Melhores Opções de Capital de Giro para Empresas

Você fez a sua pesquisa de quais são as empresas que trabalham com o fornecimento de empréstimos de capital de giro para empresas? Como é possível perceber, há diversas opções de instituições financeiras que trabalham com esta modalidade, sendo que cada uma oferece valores e condições diversificadas de pagamento.

Para realizar uma boa escolha de qual empresa solicitar o empréstimo de capital de giro, a melhor coisa a se fazer é comparar todas as alternativas que foram levantadas. Neste processo, você deve avaliar quais são os limites de crédito oferecido pelas empresas, as taxas de juro que incidem sobre as parcelas a serem pagas, bem como as condições de pagamento. A partir destas informações é possível selecionar a instituição que mais se adequa ao seu perfil.

4- Evite Fazer Mais de Um Empréstimo de Capital de Giro Para a Empresa

Após comparar quais são as melhores opções de empresas que emprestam capital de giro para empresa, é necessário bater o martelo e fazer a sua escolha. Para concretizar o seu pedido de empréstimo é necessário apresentar os seus documentos pessoais e os do negócio para que o banco possa comprovar a veracidade do destino do dinheiro.

O mais recomendado é adquirir todo o capital de giro necessário para a empresa em apenas uma instituição, evitando fazer mais de um empréstimo, o que pode gerar uma bola de neve de dívidas, fazendo com que haja mais prejuízos do que benefícios.

5- Otimize a Utilização do Capital de Giro

Ao conseguir a liberação do dinheiro solicitado para o capital de giro é necessário otimizar a sua utilização, certificando-se de que ele realmente será utilizado de forma correta. Portanto, o primeiro passo a ser dado é utilizar parte do capital emprestado para montar o estoque, comprando todos os produtos que serão comercializados.

A segunda parte do capital de giro deve ser mantida no caixa do negócio, devendo utilizado apenas para suprir os gastos no final do mês ou caso aconteça alguma emergência. Não faça retiradas desnecessárias do caixa, pois isso pode causar um desfalque no orçamento.

6- Seja Adimplente Com o Pagamento do Capital de Giro

Por fim, é preciso que você seja adimplente com o pagamento de capital de giro, ou seja, pague todas as parcelas em dia, fazendo com que a empresa não acumule dívidas e tenha a possibilidade de requerer novo empréstimo caso necessite de um novo empréstimo no futuro.

Perceba, um dos principais problemas das empresas que utilizam de empréstimos de capital de giro é o fato de não conseguirem pagá-lo, o que enseja na inserção de juros e dificulta ainda mais a situação financeira da empresa. Por isso, muito cuidado para conseguir pagar sempre em dia os empréstimos.

Como Está o Seu Capital de Giro Para Empresas? Conte-nos Sua Experiência no Assunto!

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA