Administração do Capital de Giro

Administração do Capital de GiroComo está os eu capital de giro do negócio? Dificuldades? Veja como trabalhar a administração do capital de giro.

Você é o responsável pelo gerenciamento de uma empresa? Em se tratando de gerenciar uma organização é necessário primar por várias questões que a envolvem e que são essenciais para promover o seu bom funcionamento, sendo a administração um dos principais pontos, que podem ser vista como um todo ou em categorias separadas.

O ideal é que a administração de uma empresa, indiferente do ramo, seja realizada por etapas, o que permite ter mais organização, evitando possíveis erros ou desperdícios em todos os seus setores. Quando se fala em administração de empresas, um dos principais pontos diz respeito ao capital de giro, que é o dinheiro que entra no seu caixa, sendo preciso controlá-lo para que não haja um desequilíbrio nos seus rendimentos.

Grande parte das empresas lançadas no mercado, seja online ou presencial, tem sua falência decretada justamente por falta de administração. É comum os empresários, principalmente de primeira viagem, cometer erros no tocante ao gerenciamento e administração, comprometendo um negócio que possuía todo o potencial necessário para atingir o mais absoluto sucesso.

Confira nosso texto sobre 5 erros comuns cometidos por empreendedores de primeira viagem.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

O erro principal das pessoas que iniciam seus sonhos de ter seu próprio negócio e abrem as portas da sua empresa é, simplesmente, negligenciar a importância da administração correta, levando em consideração e tratando como único ponto importante ter uma boa ideia de negócio.

Lembre-se sempre disto: boas ideias de negócios existem aos montes, difícil é ter pessoas capazes de desenvolvê-las corretamente!

Para garantir que a sua empresa seja bem sucedida, é essencial realizar uma boa administração do capital de giro, garantindo-lhe estabilidade financeira. Este processo é composto por uma série de etapas, que devem ser respeitadas para que se atinja um resultado funcional. Para te ajudar criamos esse texto com as etapas da administração do capital de giro, bem como com algumas dicas que consideramos importantes para que você se torne um verdadeiro empresário de sucesso! Pronto?                                       

Entenda o Que é o Capital de Giro?

Você quer otimizar a administração do seu negócio? Então, antes de qualquer coisa, é necessário entender o que de fato é o capital de giro. Pois bem, como o próprio nome diz, o capital de giro se configura por ser aquele dinheiro que “gira”, ou seja, circula dentro da empresa que é de sua posse.

De forma teórica, o capital de giro é defino como o valor em dinheiro que a empresa detém, podendo estar em forma dos produtos disponíveis no estoque e dos créditos que a receber dos clientes em decorrência das vendas realizadas à vista ou a prazo. É importante ressaltar, que no capital de giro não se soma os valores existentes, que são os de tesouraria e de patrimônio, pois eles não estão relacionados ao setor de vendas.

Veja, sua empresa recebe cheques em forma de pagamento, os quais, muitas vezes, são pós-datados, ou seja, você apenas receberá daqui a X período. Contudo, seu negócio tem custos, precisa de matéria prima, pagar funcionários e etc. Nesse caso, ou você efetua a troca dos cheques e paga um percentual ou utiliza-se de um capital guardado para que sua empresa possa “trabalhar”, e é justamente isso que é o capital de giro.

É um valor disponível na sua empresa que tem como função permitir o desenvolvimento das atividades.

O Que é Administração do Capital de Giro?

Agora que você já sabe o que é capital de giro é preciso compreender o que é a administração deste setor. Entenda que uma empresa passa por constantes mudanças como, por exemplo, a realização de vendas e a reposição do estoque, o que faz com que o capital de giro alterne com frequência, sendo necessário acompanhá-lo de maneira permanente para controlá-lo de forma rígida e eficaz.

A administração do capital de giro se dá através de um controle que é estabelecido sobre as fontes de renda interna do negócio, as quais podem entrar e sair da empresa, bem como os produtos em estoque e as vendas realizadas junto ao público-consumidor. A administração do capital de giro é essencial para manter as finanças do negócio bem organizadas, além de gerar informações que podem auxiliar no planejamento estratégico, principalmente no setor de vendas.

Veja como vender mais e melhor.

Como Administrar o Capital de Giro?

Você ainda não estabeleceu um controle sobre o capital de giro da sua empresa? Saiba que está mais do que na hora de desenvolver este processo, pois ele ajuda na obtenção de resultados positivos, além reduzir as chances de prejuízos e ter informações para montar planejamentos para o setor de vendas.

Caso você ainda não tenha um plano de negócios, sugiro a leitura do nosso texto: a importância de um plano de negócios.

Acompanhe abaixo nossas dicas de como administrar o capital de giro.

1- Controle de Estoque Faz Parte da Administração do Capital de Giro

Em se tratando do capital de giro, um dos seus principais componentes é o estoque, o qual se caracteriza por ser dinheiro em forma de produtos e que carece de um controle especial. Portanto, a sua primeira missão é estabelecer um método de controle para o estoque, que deve estar de acordo com as necessidades específicas do seu negócio.

Primeiramente, há que se observar o número de vendas realizadas pela empresa, somente a partir daí é possível determinar um volume compatível de produtos a serem comprados para o estoque, evitando que sobre ou que faltem, deixando os seus clientes desapontados. Após montar o estoque é necessário continuar controlando-o, analisando a quantidade que está sendo vendida, assim se pode saber o valor do capital de giro que está em estoque e quando é preciso repô-lo.

2- Administração do Capital de Giro – Componente Dinheiro em Caixa

Para manter a saúde financeira da sua empresa é de fundamental importância promover a administração do dinheiro em caixa, ou seja, de todos os valores que entram para o seu negócio. Levando isso em consideração, é preciso controlar todas as quantias em dinheiro que giram na empresa, comece fazendo um controle do total de vendas realizadas, tanto à vista quanto a prazo, semanalmente, quinzenalmente e mensalmente.

A partir do controle das vendas é possível analisar se o dinheiro que está entrando no caixa corresponde ao total de transações concretizadas. Também é importante administrar o fluxo de caixa, ou seja, a quantia que entra e, principalmente, que sai, para a compra de novos produtos, pagamento de contas e dos funcionários. Com estes dados em mãos pode-se identificar se as contas estão em dia ou se existem gastos desnecessários, que devem ser cortados.

Esse é um dos pontos mais importantes para administrar o capital de giro, pois é o que reflete mais diretamente no “guardar” e manter o capital de giro na empresa.

3- Controle das Contas a Receber no Capital de Giro

Um dos principais problemas enfrentados pelas empresas é o prejuízo que ocorre em decorrência do não pagamento das compras realizadas pelos clientes. Você não quer que o seu negócio sofra com esta situação, não é mesmo? Então, passe a administrar e controlar as contas que o negócio tem que receber num determinado período de tempo.

Pegue a lista elaborada anterior do total de vendas realizas e construa uma nova lista, colocando apenas as aquelas que foram feitas a prazo, ou seja, que devem ser pagas através de prestações, bem com os dados dos clientes, os valores e as datas que têm que ser quitadas. Com este relatório é possível saber o número de clientes que são adimplentes e inadimplentes, o que permite desenvolver planejamentos para otimizar este processo se houver necessidade.

4- Defina Estratégias Com as Contas a Receber

Para não sofrer prejuízos com calotes dados por clientes inadimplentes, é recomendado definir estratégias com as contas a receber. Em primeiro lugar, é preciso definir uma data de recebimento de pagamento, que supra as necessidades da empresa e dos clientes, que geralmente é do 5º ao 15º dia do mês.

Na sequência, pode-se estabelecer cobranças de juros para as parcelas que são pagas após a data de vencimento. Dessa maneira, a empresa não fica no prejuízo, mesmo que ocorram atrasos. É importante lembrar que os juros praticados devem estar de acordo com a economia do mercado para o tipo de produto que está sendo comercializado, além de observar as disposições legais.

5- Melhore as Opções de Pagamento na Administração do Capital de Giro

Há casos em que os clientes não pagam as dívidas com as empresa em dia por culpa dela mesma, uma vez que não possuem um sistema de cobrança eficaz. Sendo assim, é necessário melhorar as opções de pagamento, principalmente para as compras realizadas a prazo.

Torne o pagamento mais acessível para os consumidores, possibilitando que eles possam pagar por meio de carnê, faturas e até mesmo internet. Também é indicado “lembrar” os devedores, enviando e-mails ou fazendo ligações para alertar que determinada parcela está atrasada e é necessário negociar o pagamento.

6- Faça Um Relatório do Capital de Giro da Empresa

Após colocar em prática todos os pontos citados anteriormente é preciso fazer um relatório do capital de giro da empresa, detalhando cada estratégia e informações obtidas. Desse modo, pode-se acompanhar o fluxo do capital de giro e saúde financeira da empresa.

Lembre-se, o capital de giro no início, pode ser uma “aplicação” de valores pelos proprietários, porém, posteriormente, passará a ser recursos obtidos do próprio negócio.

Pronto Para Começar a Administração do Capital de Giro da sua Empresa?

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA