Como Aplicar o Princípio de Pareto no Seu Negócio

Princípio de ParetoJá ouviu falar em Princípio de Pareto? Veja o que é e como aplica-lo no seu negócio!

Você tem ou pretende montar uma empresa no setor do comércio? Neste caso, uma das primeiras questões a serem levadas em conta é que tipo de produto será comercializado e qual o seu foco para atingir o público-alvo.

Um erro muito comum entre os negócios que estão se estabelecendo no mercado é trabalhar com uma ampla cartela de produtos, porém, nem todos acabam sendo de interesse do seu público consumidor, acabando por ficar acumulados nas prateleiras, gerando prejuízos financeiros.

Uma boa dica que pode auxiliar na resolução desse problema é utilizar um programa de controle de estoque, o qual irá fornecer informações precisas sobre quantos produtos tem no estoque, facilitando a decisão e comprar ou não novos produtos.

A sua empresa enfrenta este problema? Uma opção bastante eficaz para resolvê-lo, trata-se da aplicação do Princípio de Pareto, estratégia que serve para definir em quais produtos a organização deve focar para atender às necessidades do seu público-alvo e garantir a sua margem de lucro, mesmo deixando de vender todos os tipos de mercadoria.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

O Princípio de Pareto é uma espécie de cálculo ou diagrama, o qual tem como papel definir a porcentagem de produtos que o negócio deve ter para conseguir manter o nível do seu volume de vendas, evitando que eles fiquem encalhados ou não tenham tanta saída quanto o esperado.

Quer saber mais sobre o Princípio de Pareto e como utilizá-lo na sua empresa? Criamos esse texto especial com ótimas informações e ensinando como usar o Princípio de Pareto no seu negócio. Confira!

Entenda o Conceito De Pareto

Para melhorar os processos de venda do seu negócio, uma das primeiras coisas a serem feitas é entender o que é o Princípio de Pareto. Pois bem, o Princípio de Pareto também conhecido como 80-20, pode ser definido como uma ferramenta de qualidade, executada por meio da construção de um gráfico ou cronograma que desempenha o papel de determinar uma ordenação nas causas e perdas que precisam ser sanadas.

O Princípio de Pareto tem este nome devido ao fato de ter sido desenvolvido pelo italiano Pareto, durante o século XX, que descobriu que 80% da riqueza do mundo estava nas mãos de 20% da população, depois o método foi adaptado visando melhorar os processos de venda das empresas.

O Princípio de Pareto tem a função de entender a relação de ação e benefício entre as escolhas dos produtos que serão comercializados, dando preferência para a ação que trará melhores resultados.

O gráfico do Princípio de Pareto se caracteriza por ser composto por barras que ordenam as frequências das ocorrências, sendo em ordem decrescente, indicando quais são os produtos que mais representam causas e perdas, ressaltando que 80% das consequências decorrem de 20% das causas.

Este Princípio De Pareto 80 20 pode ser considerado complicado em um primeiro momento, mas estuda-lo e aplica-lo pode trazer benefícios incríveis na sua empresa, por isso vale a pena aprofundar-se ainda mais.

Por Que Aplicar o Princípio de Pareto na Sua Empresa?

As prateleiras da sua empresa estão cheias de produtos que não estão tendo uma boa saída de venda? Certamente isto irá lhe gerar prejuízos financeiros, se já não está, visto que as vendas projetadas não estão sendo concretizadas.

Para resolver a sua situação, uma boa opção é recorrer à aplicação do Princípio de Pareto, que possibilita fazer a identificação de pequenas falhas que estão causando transtornos para o negócio.

Um dos principais benefícios da aplicação o Princípio de Pareto é possibilitar que a empresa descubra quais são as mercadorias compradas pelos 20% dos clientes que são responsáveis por 80% dos seus lucros. A partir daí, pode-se dar preferência para a compra destes artigos e evitar que eles fiquem parados nas prateleiras.

Veja, se 80% das vendas são responsáveis por 20% dos produtos, os outros 80% dos produtos precisam ser adquiridos em pouca quantidade, inclusive, devendo-se averiguar quais realmente valem a pena serem comprados para manter em estoque.

A demanda no seu negócio está estagnada e deseja aumenta-la? Já pensou na hipótese de vender pela internet? Essa pode ser a forma ideal para você maximizar suas vendas sem custos excessivos, pense na ideia.

Como Usar o Princípio de Pareto

De fato, o uso do Princípio de Pareto pode trazer muitos benefícios para as vendas e rendimentos financeiros do seu negócio, por isso é necessário aprender como usá-lo da forma correta para alcançar todas as vantagens pretendidas, garantindo a sua satisfação e a do seu público consumidor. Acompanhe abaixo como usar o Princípio de Pareto:

1- Determine o Objetivo da Aplicação do Princípio de Pareto

Antes de qualquer coisa, para melhorar os processos de venda da sua empresa é necessário determinar o objetivo da aplicação do Princípio de Pareto, ou seja, qual é o seu objetivo principal ao promover o desenvolvimento deste estudo?

Por exemplo, descobrir quais são os produtos que despertam mais interesse do público consumidor ou aqueles que possuem baixo consumo e representam um problema para o negócio.

Para determinar qual é o objetivo da aplicação do Princípio de Pareto é preciso ter um profundo conhecimento sobre os processos de venda do negócio, sabendo com exatidão qual é o seu leque de produtos em sua totalidade. Somente desta forma é possível descobrir quais das opções podem ser mais vantajosas.

O objetivo precisa ser estudado e não “escolhido” de qualquer maneira. Nada em um negócio deve ser feito por fazer, estude o assunto, planeje-se e assim conseguirá excelentes resultados.

2- Levantamento das Vendas no Princípio de Pareto

Para dar início à aplicação do Princípio de Pareto é necessário fazer um levantamento das vendas da empresa. Faça um amplo estudo sobre todas as vendas realizadas pelo negócio em um determinado período de tempo, que pode ser de seis meses a um ano completo, tempo suficiente para obter resultados mais precisos no momento do cálculo.

Caso o seu negócio sofra bastante com a incidência da sazonalidade, o ideal é você sempre fazer o levantamento com prazos longos (anual), isso porque alguns produtos podem ter alta demanda naquela data sazonal e quase nada no restante do ano.

O levantamento dos dados referentes aos produtos mais vendidos e o total de vendas concretizadas pela empresa nos últimos tempos pode ser feito por meio da análise de documentos, registros de caixa e etc, como é o caso das notas fiscais e demais contratos e comprovantes, que oferecem informações mais confiáveis.

Se a dificuldade do seu negócio está em conseguir concretizar as vendas, uma boa dica é conferir nosso texto sobre técnicas de vendas, o qual fornece conhecimentos para maximizar o processo de conversão de visitantes em compradores.

3- Separe os Produtos Por Categoria Para Aplicar o Princípio de Pareto

Você fez uma lista das vendas de todos os produtos do seu negócio nos últimos tempos? Na sequência, para tornar a aplicação do Princípio de Pareto mais organizada, o ideal é separar todos os produtos registrados por categorias, quanto mais detalhados forem os estudos melhores serão os resultados alcançados no final.

A separação dos produtos pode ser feita de formas diferentes. Por exemplo, em uma loja de sapatos é possível reunir em uma lista as mercadorias comercializadas e que fazem parte de uma mesma categoria como sapatos femininos. A outra maneira é separar a categoria de sapatos femininos por marcas que estão na sua cartela de vendas.

4- Descubra Quem é o Público dos Produtos Mais Consumidos

Após fazer a lista dos produtos comercializados pela sua empresa é importante observar qual é a frequência de venda que cada um possui, pois a partir daí é possível saber qual é a margem de lucro que cada um representa para o seu negócio.

Na sequência tem-se que descobrir quem é o público consumidor dos produtos mais vendidos, o que possibilita desenvolver ações mais eficazes para mantê-los interessados em sua empresa.

A descoberta de quem é o público que mais consome os produtos que são responsáveis por 80% do seu lucro pode ser realizada através do estudo dos preços que são praticados.

Se as mercadorias são de uma marca mais conceituada e possuem um valor elevado, é provável que os consumidores destes itens têm um poder aquisitivo maior. Através do resultado deste estudo pode-se verificar a viabilidade de inserir novos produtos exclusivos para atender esta demanda.

5- Faça a Lista dos Produtos Mais Comprados Para Aplicar o Princípio de Pareto

Para finalizar a aplicação do Princípio de Pareto é necessário fazer uma lista de quais são os produtos mais comprados e os seus respectivos compradores. A partir desta informação o gestor da empresa pode focar mais na compra das mercadorias que possuem mais saídas e consequentemente dão mais retorno financeiro.

Além disso, este resultado pode ser usado para desenvolver ações estratégicas para deixar os produtos mais consumidos em maior evidência, de modo a estimular os clientes a aumentar o interesse e o volume das suas compras.

O Aprimoramento do Princípio de Pareto Depende de Aplica-lo! Comece Agora Mesmo e Conte-nos os Resultados.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA