Pergunte-se: é o momento certo?

Inovação parece palavra de ordem entre as empresas que querem se consolidar e dar certo em um mercado tão competitivo. Ter criatividade e apresentar para os consumidores um produto ou serviço diferente tem muitas vantagens. O que atrapalha é certa cegueira que toma conta do empreendedor quando este passa a achar que inovação é sinônimo de sucesso total.

Muitos empresários, às vezes, na ânsia de mostrar ao mundo a inovação, não pensam se o momento é propício ou se o seu público alvo está preparado para receber a novidade. E é por isso que vemos por aí tantos produtos que não deram certo nas mãos de uma empresa mas que viraram sucesso absoluto através de outras. Mas porque isso acontece? “Se um empreendedor desenvolveu um produto ou serviço inovador e ele não decolou, talvez seja culpa do timing. Claro que existem infinitas variáveis neste processo, mas, às vezes, a falta de timing pode ser a grande vilã”, pontua Wagner Marcelo, coordenador do grupo de Startups na PUC-SP e sócio diretor da Intellecta.

Desistir? Não! Mude a rota!

Então, uma vez lançado por outra empresa, já era a inovação. Mas não deve haver abatimento. Do limão, faça uma limonada. Afinal, ninguém pode garantir que o produto ou serviço da sua empresa seria um sucesso, não é mesmo? Arregace as mangas e trabalhe com aquilo que você tem: a percepção do público. “O que parece ser uma derrota em inovação, pode significar conhecimento adquirido que pode ser utilizado em novos projetos e, quem sabe, ser relançado com ajustes após a aderência do produto ou serviço no mercado”, observa o consultor.

Mas pense: realmente, com a ideia no mercado, o empresário tem outra coisa a seu favor: a grande oportunidade de desenvolver um produto ou serviço muito melhor, mais adaptado às expectativas do seu público, uma vez que já houve uma avaliação prévia de quem interessa e já estão julgando os pontos positivos e o que apontaram como negativo naquele projeto.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Se o produto ou serviço é bom, se foi bem aceito pelo mercado, você deve ir fundo e apostar na melhoria dele para alcançar o sucesso, superando, muitas vezes, até a concorrência. Mas se a expectativa do público não for muito favorável, não pense duas vezes: nada de ficar dando murros em ponta de faca. É necessário saber parar e esquecer. “É hora de enterrar o projeto sem dó”, decreta Wagner Marcelo.

Obstáculos trazem benefícios

Pode não parecer, mas todo esse trabalho ao longo do processo de estruturação de uma nova ideia vai incluir, na sua bagagem empreendedora, grandes ensinamentos e muitos contatos. Sem lamentos, trabalhe duro e conquiste, com mérito, o seu espaço. Dessa forma você, empreendedor, estará com o psicológico mais preparado para lidar com os percalços – grandes e pequenos – que, eventualmente, possam aparecer ao longo do seu caminho.

E você, já passou por alguma experiência parecida e gostaria de compartilhar conosco? Conte como lidou com a situação, se deu a volta por cima e que lições tirou do episódio!

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA