Micro e Pequenas Empresas

Micro EmpresasAs Micros e pequenas empresas são importantes desde que fazem parte do total de 99,2% de empresas brasileiras.

A importância das micro e pequenas empresas  para a economia do país representa o percentual de 20% do Produto Interno Bruto, além da empregabilidade que representa 60% da capacidade de gerar empregos.

Fazem parte do perfil das micro e pequenas empresas, empresas de serviços como: padaria, cabeleireiro, consultor de informática, costura, escritório de advocacia e outros.

As empresas comerciais de pequeno porte são papelarias, armarinhos, varejo de moda, lanchonetes e outros.

O importante é ressaltar que as empresas de micro e pequeno porte estão em ascensão e o empreendedorismo crescente é um fenômeno atual, com isso o presente artigo tem como compromisso tratar os principais aspectos deste fenômeno, vejamos abaixo:

Políticas Específicas Das Micro e Pequenas Empresas

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Com a importância das MPES para a economia o governo estruturou várias políticas para as MPES. Políticas como a Lei Geral de Micro e pequenas empresas, a Lei geral foi criada em 2006 e consiste em uma Lei que amplia as vantagens das MPES e regulariza diversas empresas quanto a classificação econômica e registro dessas empresas.

Lei da Micro empresa oferecem uma série de facilidades, dentre elas estão: facilidades tributárias, tratamento diferenciado em licitações públicas e outras vantagens como a tributação pelo regime simplificado.

A nova lei já tirou da informalidade cerca de 1 milhão de empresas.

Empresas Que se Enquadram na Classificação MPES

Muitos se perguntam, o que é uma micro empresa? É fácil, para que uma empresa seja considerada Pequena e Média empresa no Brasil deverá se enquadrar em uma das três definições:

Para ser uma Micro Empresa, a empresa deverá ter um faturamento de no máximo, R$ 240 mil por ano.

E para se enquadrar como uma Pequena Empresa, a empresa deverá ter um faturamento anual entre R$ 240.000,01 e R$ 2,4 milhões.

Quanto a classificação econômica da empresa, pode ser considerada uma micro empresa de acordo com o número de funcionários e setor de atuação no mercado, fica a encargo do Sebrae classificar o porte das empresas .

Se a empresa pertencer ao setor de serviços ou comércio terá um número de 9 funcionários. E se a empresa pertencer ao setor industrial para ser micro empresa a empresa deverá ter numero de funcionários igual a no máximo 19 funcionários.

Para ser considerada uma pequena empresa, a empresa de serviço e comércio deverá ter um número de no máximo 49 funcionários. E empresas industriais de pequeno porte deverão ser empresas com no máximo um número de 99 funcionários.

A classificação para empresas que concedem crédito é realizada de forma diferente, ou seja, para o BNDES é considerada micro empresa a empresa que possui faturamento de nó máximo R$ 1,2 milhão e as pequenas empresas deverão contar com um faturamento de no máximo R$ 10,5 milhões.

O Empreendedorismo e as MPES

Não tem como falar das MPES e não falar do fenômeno do empreendedorismo, apesar do empreendedorismo não ser um tema novo, mas ao mesmo tempo nunca foi tão discutido.

Afinal, empreender atualmente significa iniciar uma MPEs de sucesso e concorrer com as mesmas possibilidades de mercado que as grandes empresas.

Pois, desde 1949, Schumpeter já conceituava o empreendedor como um agente capaz de destruir a ordem econômica e construir algo novo e que traga novas soluções.

Portanto, o empreendedorismo é um fenômeno capaz de introduzir no mercado novos modelos de negócios, novos produtos e serviços e soluções antes não pensadas.

O empreendedor é, portanto, responsável por mudanças não só no Brasil como no mundo. E tanto a globalização como os avanços tecnológicos se tornaram ou devem ser tornar agentes que auxiliam o sucesso dos empreendedores.

Pois, empreendedores são aqueles que enxergam tendências e as antecipam. Possuem capacidade de liderança e de se apaixonar pelo que fazem e têm facilidade de se organizar para obter sucesso.

Sendo que as características dos empreendedores é fruto de desenvolvimento profissional e intelectual, podendo ser fruto também de um modelo exemplar de educação.

O Que os Empreendedores Consideram ao Empreender

Contar Com Uma Ideia Interessante – o empreendedor deve ter uma grande ideia ou uma ideia que pelo menos tenha uma ideia com viabilidade econômica e comercial e que conte com produtos ou serviços que consigam atender a demanda com a mesma capacidade de produção e qualidade.

Trabalhar Com Desafios – os empreendedores devem contar com diversos desafios no caminho, entre eles estão:

  • Como lançaremos o produto ou serviço?
  • Quem é meu cliente-alvo?
  • Como devo elaborar o plano de negócios?
  • Como alocar recursos para o meu negócio?
  • Entre outras questões gerenciais.

Planejamento Tributário – o empreender pode ser uma experiência estimulante, a realização do sonho, mas empreender também possui tarefas obrigatórias como pagamento de impostos, por isso, é necessário conhecer direitos e deveres e em que regime tributário se enquadra.

Motivos Que Levam os Empreendedores a Empreenderem

Empreender significa enfrentar riscos e lidar com desafios, por isso, para empreender é necessário entender quais os motivos reais que levaram o empreender a montar um negócio.

Entender a motivação para se empreender é importante não só para se entender os desafios ao montar um negócio, como também para identificar o perfil do empreendedor brasileiro e quais os condicionantes essenciais para que o empreendimento encontre a continuidade das operações.

Um dos principais motivos que levam o profissional a empreender é:

Oportunidade e Necessidade – os empreendedores empreendem por necessidade por diversas razões: Necessidade de renda extra, necessidade de obtenção de renda por estar em condição de desemprego, possibilidade de desenvolvimento da carreira e outros.

Se levados para os motivos sociais da pirâmide de Maslow que consiste em: Temos que de forma social empreender. Significa montar o próprio negócio para se tornar seu próprio chefe, para trabalhar com estilo próprio, para fazer seu próprio horário e outros.

Oportunidades – o empreendedor empreende por oportunidade quando consegue empreender por ter vislumbrado uma oportunidade oferecida pelo mercado que tem um alto potencial de demanda e de rentabilidade.

Outra forma de empreender por oportunidade é contar com capital disponível para ser investimento em uma oportunidade de negócios que trará maiores resultados.

O tempo disponível para se dedicar a um negócio que traga retorno em um período de curto ou médio prazo.

Mortalidade Das MPES

Segundo estatísticas mais da metade das empresas que abrem as portas todos os anos não conseguem chegar ao terceiro ano de operação e encerram suas atividades por vários motivos.

Segundo pesquisas as empresas que foram abertas por motivo de necessidades são as empresas que apresentam maior probabilidade de encerrar suas atividades de forma precoce, e isso ocorre por um motivo: falta de sustentabilidade.

A sustentabilidade é encontrada por motivos financeiros e gerenciais. Os motivos apontados para a falta de sustentabilidade das empresas são:

A Elevada Carga Tributária e Falta de Planejamento Tributário – a solução encontrada para que centenas de MPES evitassem encerrar suas atividades de forma precoce foi um planejamento tributário com o auxilio da Lei Geral para Micro e Pequenas Empresas que busca a diminuição da burocracia existente no regime tributário atual.

Falta de Capital de Giro – a falta de capital de giro é um dos problemas apontados pelos empreendedores, pois a gestão do capital de giro requer planejamento para determinar um montante para gerir as operações e ainda o montante para sanar dívidas de curto e longo prazo.

Falta de Oportunidades no Mercado – encontrar oportunidades para expandir os negócios ou para o crescimento da empresa.

Para solucionar o problema de geração de oportunidades de negócios para as MPES o governo decidiu ampliar a participação dessas empresas em licitações públicas com melhores condições de concorrência como incentivo para que as MPES participem das licitações.

Todos os incentivos para auxílio das MPES estão relacionados ao próprio desenvolvimento econômico e social do país, isso porque as MPES respondem pela metade do PIB arrecadado no país e ainda a geração de empregos.

A Geração de Empregos Pela MPES

As MPES tem contribuição essencial para a geração de empregos no Brasil.

Segundo pesquisas no ano de 2012 foram criadas mais de 203.152 vagas com carteira assinada. A pesquisa foi realizada em empresas que contam com no máximo 99 funcionários.

A participação das MPES na criação de empregos formais tem sido crescente: em 2011 esse percentual era de 62% e no ano de 2012, esse percentual passou para 71,5%.

A geração de empregos pelas MPES está em sua maioria está no setor de serviços, dentre os quais estão incluídos empresas de imóveis e educação.

O setor de alimentação é capaz de gerar diversas vagas formais que estão relacionadas a criação de novos estabelecimentos ou franquias de alimentação nacionais e internacionais.

A boa noticia é que as MPES estão oferecendo vagas para profissionais que estão buscando uma recolocação no mercado de trabalho ou jovens que estão em busca do primeiro emprego.

Isso porque as empresas de micro e pequeno porte não somente são capazes de gerar emprego, como também são capazes de capacitar mão de obra e oferecer remuneração competitiva e desenvolvimento profissional.

Agora Que já Sabe Mais Sobre as MPES, Está Pronto Para Investir em Uma Pequena Empresa? Deixe Seu Comentário.

5.00 avg. rating (89% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA