Franchising faturou 127 bilhões em 2014




Success ExpansionAgora é oficial: o desempenho do franchising em 2014 foi acima da média esperada. A ABF – Associação Brasileira de Franchising anunciou os números do setor em 2014 e o crescimento foi de 7,7% em faturamento no ano passado, totalizando R$127 bilhões. O balanço de 2014 indicou a existência de 2.942 marcas operando no sistema de franquias no Brasil, enquanto que em 2013 esse número era de 2.703. Isso significou para o setor um crescimento de 8,8%. Já em unidades também houve aumento comprovado: no fim do ano passado, 125.378 unidades franqueadas estavam em operação no Brasil, 9,6% a mais do que no ano anterior.

Em relação ao crescimento por período, os resultados da Pesquisa Trimestral de Desempenho do Franchising revelaram um bom crescimento do setor entre outubro e dezembro, diante da desaceleração da economia observada em 2014. A receita do sistema de franquias no quarto trimestre aumentou 12,8% em relação ao trimestre anterior, subindo de R$ 32.281 para R$ 36.397 bilhões. Quando comparado ao mesmo período de 2013, o crescimento no último trimestre do ano passado foi de 4,9%.

De acordo com projeções da CNC – Confederação Nacional do Comércio, o varejo deve crescer 2,6% em 2014 e 3% este ano. Para a Abrasce – Associação Brasileira de Shopping Centers, a previsão é de que as vendas do setor no ano passado aumentem 8,3%. Já os dados da CNI – Confederação Nacional da Indústria indicam que em 2014 haverá retração do setor industrial de 1,5%, com crescimento de 1% em 2015. “As franquias são exemplo da vocação empreendedora brasileira e sua expansão para todo o território nacional confirma que as redes estão investindo cada vez mais para levar marcas, produtos e serviços para todo o público consumidor, ao mesmo tempo em que geram emprego e distribuem renda”, ressalta Cristina Franco, presidente da ABF.

Ainda segundo Cristina, o franchising não está isolado das demais indústrias que compõem o varejo como um todo, mas apresentou desempenho superior se comparado ao registrado no setor industrial. “Isso mostra que a cadeia do varejo está mais preparada para as oscilações do mercado. Por esse motivo, o franchising demora a sentir os efeitos da retração econômica e também é o primeiro a sair da crise, no momento de retomada”, completa.

Perspectivas para 2015

Para esse ano o otimismo anda em alta. Com base nos estudos trimestrais da ABF e no levantamento de dados macroeconômicos, espera-se que o crescimento do faturamento do setor ficará entre 7,5% e 9,0%. Já o número de marcas deve aumentar 8% e o de novas unidades, crescer entre 9% e 10%. “Nosso objetivo é continuar municiando o mercado com dados fidedignos para que todos os seus atores tenham subsídios para a tomada de decisão ao longo dos próximos 12 meses. Os números da indústria do franchising confirmam que somos um setor amadurecido que está fazendo a sua parte nos esforços da sociedade para o desenvolvimento da Nação”, conclui a presidente da ABF.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes




 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.