Criação de Marrecos

Criação de Marrecos
Criação de Marrecos

A criação de marrecos é muito simples, dá um bom retorno e pode ser feita em locais pequenos e em qualquer lugar do Brasil. Os marrecos e os patos são aves que frequentemente são confundidas. Os criadores experientes fazem a distinção entre uma e outra a partir de vários motivos. Uns apresentam carúnculas, que são verrugas vermelhas, em cima do bico e na região periocular, além de serem aves mais alongadas. Estamos falando dos patos, e quanto aos marrecos são mais definidos, compactos e padronizados.

Em relação à criação doméstica, podemos perceber alguns aspectos quanto ao comportamento dos marrecos, que é o desapego das marrecas com os filhotes. É de fundamental importância que o empreendedor de criação de marrecos tenha a ciência de alguns destes aspectos. O ambiente que os marrecos utilizam para crescerem, desenvolverem e procriarem não precisa ser sofisticado e nem imensos. Os marrecos são animais rústicos que tem a capacidade de adaptação a vários tipos de clima, conferindo certa resistência à espécie.

Uma particularidade muito interessante é que os veterinários não são precisos em uma criação de marrecos, pois estes animais que não precisam de cuidados como outros tipos mais sensíveis. No máximo, o profissional é acionado para a aplicação de vermífugos antes e depois da postura dos ovos. É uma excelente ideia começar uma criação de marrecos, e para que o empreendedor se sinta mais a vontade daremos algumas dicas que irão facilitar este começo de negócio. Confira.

Produtos

Os marrecos podem ter sua carne aproveitada, assim como seus ovos. Além disso, as penas e plumas são muito procuradas principalmente por empresas que lidam com artesanato e decoração. É muito frequente que as plumas e penas da criação de marrecos componham edredons e travessos, que são bem mais macios e confortáveis do que quando se utiliza materiais artificiais para a confecção. O adubo para hortas e insumo para piscicultura também são exemplos da utilização da criação de marrecos, e a observação destes parâmetros é necessária para que o empreendedor comece a traçar o perfil do consumidor para chegar a conclusões importantes quanto ao marketing que será empregado.

Piscicultura

Os peixes alimentam-se de vários tipos de alimentos, e alguns deles são microrganismos. Os marrecos quando entram em contato com a água espalham fezes e possibilitam a formação destes mini seres, que podem chegar ao organismo humano e causar doenças, mas serve de alimento e são consumidos pelos peixes. Parece uma realidade distante, mas frequentemente vemos a associação destes dois tipos de empresas: a criação de marrecos e a criação de peixes. Pode-se aproveitar e começar a fazer parcerias sugeridas pelo empreendedor nestes dois negócios. O objetivo é chegar a vendas mais exuberantes e conseguir uma clientela ainda maior.

O sucesso do empreendimento

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

As formas que o empreendedor tem para aumentar o sucesso de seu empreendimento são diversas. A primeira e mais comentada é sempre a divulgação, que leva a informação até o consumidor a oportunidade de adquirir produtos de um determinado negócio. Mas, especificamente dentro da própria criação de marrecos, pode-se aproveitar ao máximo estes animais, como por exemplo, investindo em técnicas que propiciem uma boa qualidade de vida a estes animais. Logo, menos marrecos morrerão e o empreendedor ganha com a sua venda. Além disso, a produção de filhotes também poderá ser vista no objetivo de selecionar as aves para que não deem origem a marrecos consanguíneos. A consanguinidade seleciona mais ou animais enfermos do que os perfeitos, e é justamente de animais sem defeitos para reprodução e sadios que a criação de marrecos necessita.

Mão de obra

Para começar a criação de marrecos necessita-se apenas de um marreco e uma fêmea. As aves devem ter indicação e serem captadas de criadores idôneos. São conhecidas 15 raças de marrecos e a mais indicada para a produção de carne e ovos é a Pequim, pois tem um crescimento bem mais rápido que as demais. A fêmea pesa cerca de 3 kg e o macho chega até os 4 kg. A ave corredor-indiano é muito indicada para a obtenção de ovos.

Estrutura

A criação de marrecos precisa de sarrafo de madeira, tela de arame, telhas de barro ou amianto, pregos, ou seja, tudo necessário para a criação de ninhos cobertos para que os marrecos possam se abrigar das chuvas. Na redução de custos, outros materiais podem ser utilizados para este fim, como sapê e bambu. A área mínima para a criação de marrecos deve ser de 1,5 m² por ave e altura de 60 cm para o cercado.

Alimentação

A ração balanceada é utilizada por três ou quatro vezes por dia, garantindo a boa nutrição dos animais na criação de marrecos. Os reprodutores são aqueles que possuem apenas duas refeições por dia, pois a engorda pode prejudicar a postura de ovos. O complemento para a alimentação dos marrecos é feita através de hortaliças como folhas verdes, farelos, legumes e frutas. Os pedriscos ajudam na trituração e na digestão da comida.

É hábito dos marrecos comerem e beberem ao mesmo tempo, e por isso é necessário que os comedouros fiquem longe dos bebedouros na criação de marrecos. Isso porque os animais acabam derrubando água na ração e isto é extremamente desinteressante para o negócio, já que forma sujeira, a atenção de micróbios para o local e outros problemas. O desperdício de ração também deve ser desaconselhado.

Reprodução

Os marrecos são animais que iniciam muito cedo a sua fase de reprodução. Com 6 a 8 meses de vida, já estão prontos para começarem um ciclo reprodutivo e darem origem a ovos que gerarão novos marrecos. A cada ano, há a estimativa de cerca de 180 ovos postos por cada fêmea, e isso é influenciado pela alimentação dos animais. A produtividade cai se as refeições forem à base de restos de comida e milho. Por isso o empreendedor não deve deixar faltar todo o substrato necessário para que seu negócio prospere o mais rápido possível.

A melhor época para a postura de ovos na criação de marrecos é a primavera. A raça Pequim deixa de pôr ovos apenas na época de troca de penas, e o empreendedor que dispõe de capital pode investir em chocadeiras elétricas para que os ovos levem de 28 a 30 dias de incubação, já que as marrecas não se dedicam a isso.

Divulgação

A divulgação da criação de marrecos pode ser feita a partir da observação do público-alvo.  A indústria da decoração movimenta muito dinheiro todos os anos na compra da pele de animais, inclusive das penas e plumas dos marrecos. Por isso, a propaganda deve conter benefícios de compra e pagamentos, concessão de brindes e outras vantagens para que haja o interesse por parte destas empresas em fazer negócios. Assim como a decoração, o mundo da moda também se interessa muito pelo efeito que as penas dos marrecos trazem nas roupas.

Pode-se procurar o contato de diversas empresas próximas que talvez necessitem do trabalho de uma criação de marrecos e fazer-lhes propostas. Folders, telefonemas, e-mails são ideias que podem funcionar. É necessário ainda que o empreendedor consulte a renda disponível a ser gasta em divulgação para traçar os melhores métodos de chegar ao consumidor. E não adianta gastar muito dinheiro com propaganda se não há um público-alvo para a criação de marrecos definido através de estudos e observações.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA