Sílvia do Prado aconselha empreendedores na sustentabilidade

Silvia do Prado
Silvia do Prado

A cada camiseta, menos duas garrafas PET no meio ambiente. Se você acha que tem tudo a ver com essa pegada ecológica, baseie o seu negócio na sustentabilidade. Silvia do Prado fez isso.

Há dois anos no mercado, a Camiseta feita de Pet, empresa de Sílvia, é uma marca que desenvolve produtos sustentáveis a partir de fibras de poliéster presentes nas garrafas PET.

Negócios como esse, ajudam outras marcas a ter valor agregado e a ressaltar junto à sociedade o respeito pelo planeta, tornando-se referência de valores contemporâneos e sustentáveis, já que a empresa não preserva apenas o planeta, mas incentiva toda a sociedade a pensar em mudanças.

E aí, quer saber o que fazer para ter um negócio de sucesso, pilarizado na sustentabilidade? Confira as dicas da Sílvia do Prado:

Saiba sobre sustentabilidade

O empreendedor precisa conhecer de sustentabilidade prática, ou seja, ir além de economia de água e luz e recolhimento de óleo de cozinha. As ações sustentáveis compreendem conjuntos de ações que partem da educação ambiental (que é uma grande dificuldade hoje) para ações práticas. Quando falamos em sustentabilidade, logo pensamos em economia de água e luz, mas e os outros recursos naturais? Eles são imprescindíveis para o planejamento estratégico que deve envolver, inicialmente, um diagnóstico da empresa, o que ela pretende fazer, qual o mercado que pretende atingir e onde a sustentabilidade pode ser o diferencial competitivo para o sucesso do empreendimento.

Crie micro-departamentos

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

É necessário dividir a empresa em micro departamentos de modo que todos os colaboradores participem ativamente da construção do processo sustentável. As empresas são como engrenagens de carro, que precisam funcionar em conjunto para que a empresa ande. A sustentabilidade é ainda um assunto que é deixado de lado pelos empreendedores, que estão às vezes tão focados em resultados que não percebem que mudanças no micro ambiente com a ajuda de colaboradores pode trazer, além de resultados sustentáveis, rentabilidade. Envolver os departamentos com chuvas de ideias, por exemplo, é uma solução sustentável que na nossa empresa trouxe resultados animadores. Hoje, temos uma embalagem que saiu de um micro departamento, chamada eco-sacolinha, que além de resolver o problema de excesso de resíduo, já gera lucratividade. Ou seja, criamos um novo produto com resíduo.

Atualiza-se sempre

O empreendedor precisa estudar muito sobre o tema, participar de cursos, palestras, workshops a fim de trazer conhecimento para a sua cultura organizacional. Conhecimento é a arma mais poderosa que um ser humano pode ter. A sustentabilidade ainda é um como um deserto que precisa ser explorado, todos os dias muitos materiais, e soluções são descobertas com pesquisas e estudo, e o empreendedor que não estuda, obviamente fica pra trás – e sua empresa também.

Pratique o que prega

Entender o processo dos 8 erres que são: Refletir, Reduzir, Reutilizar, Reciclar, Respeitar, Reparar, Responsabilizar-se, Repassar – de modo que ele seja referência quando o assunto for sustentabilidade. Sustentabilidade para mim é encarada como um processo de melhoria contínua do ser humano, porque se praticarmos os 8 Rs, temos a possibilidade de transformação pessoal. Ou seja, quando o ser humano melhora como pessoa, a sociedade também melhora. Afinal, “precisamos deixar pessoas melhores para o mundo”.

Estimule o comercio do entorno

Conhecer um raio de um quilômetro de onde está instalado, a fim de contribuir socialmente com a economia do bairro, priorizando o comércio local. O Sebrae recentemente lançou um programa chamado “compre do pequeno”, pois, hoje, as PME representam 60% da economia. E em virtude da crise econômica que estamos vivendo, priorizar a compra no seu bairro estimula o comércio local, ajuda as pessoas a terem melhor renda e, portanto, não precisam sair do bairro para trabalhar nas grandes metrópoles. Isso é sustentabilidade, quanto se economiza de C02 por exemplo? Estimular o comércio onde sua empresa está é também um outro diferencial competitivo.

Tenha fornecedores alinahdos com os seus propósitos

Conhecer muito sua cadeia de fornecedores, analisando os perfis de cada empresa, para saber se elas podem agregar valor à marca. Esse item é de suma importância, porque ao praticamos os 8 erres e valorizar o ser humano, precisamos saber se nossos fornecedores fazem o mesmo. Recentemente, muitas notícias foram veiculadas de grandes magazines que exploram comercialmente pessoas de bairros afastados em termos de costura. Isso é certo? Seu fornecedor faz ações sociais? Ele recicla os produtos? Ele tem logística reversa? São assuntos que hoje devem ser abordados para que seu produto seja o mais verde possível.

Pratique o comércio justo

Favoreça financeiramente toda a cadeia produtiva. Qual é hoje a lucratividade adequada? Em países com alto índice de desenvolvimento, ganha-se o necessário para se ter uma vida confortável, ao contrário dos países da América Latina, em que o comércio é uma via de mão única e o consumidor paga demasiadamente por produtos, deixando os empresários cada vez mais ricos e poderosos. Trabalhar com comércio justo é ganhar menos de cada pessoa e atingir mais consumidores, é achar esse ponto de equilíbrio entre a real necessidade e riqueza a qualquer custo. Comércio justo é a solução para produções mais verdes.

Foque na redução sempre

Trabalhar com foco na redução de perdas, sejam financeiras, materiais e humanas. Ninguém gosta de perder, porque as perdas (financeiras, materiais e humanas) refletem no fracasso do empreendimento. Se analisarmos o alto índice de mortalidade das empresas, vamos ter estatísticas claras: falta de planejamento e zero de sustentabilidade. O pilar da sustentabilidade: o menos é mais!

Trate o colaborador como indispensável para o sucesso

Ninguém consegue ser auto suficiente para criar, gerenciar, administrar um sucesso empresarial sozinho. Se compararmos um corpo humano a empresa, o colaborador é o coração da empresa. Ele é que faz o restante da empresa bater. Pense em tratar seu colaborador como estratégico, você verá que seu resultados serão muito melhores, sua empresa será mais competitiva e sua marca terá maior valor sócio-ambiental.

Seja o modelo para as pessoas

Tenha atitudes éticas, sérias, transparentes. Nós estamos vivendo a era da transparência. Seja sempre o espelho, com atitudes, porque como você pode cobrar o que verdadeiramente não faz? Hoje com a globalização e a maximização da mídia, só fica no mercado, as empresas que são sérias. As demais viram fumaça.

Quer se juntar ao grupo com um negócio sustentável? Conte para a gente o que você faria para dar certo.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA