Nilson Filatieri: metas ousadas e caminho certo para chegar ao resultado

Nilson Filatieri
Nilson Filatieri

Nilson Filatieri é um jovem de visão. Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Londrina, foi professor de Matemática e Física, intercambista, presidente da empresa junior do curso e trainee da empresa Gerdau.

Em 2010, aos 25 anos de idade, Filatieri fundou a Eadbox, que fornece soluções em software para empresas que precisam capacitar seus funcionários. Finalista do programa Startup Brasil, do Governo Federal, em 2013, a EadBox recebeu um investimento de quase R$ 200 mil, valor revertido em sua equipe de tecnologia.

As metas de Filatieri são sempre bastante ousadas. Para 2014, o objetivo é ter faturamento de R$ 1 milhão e alcançar 250 clientes – hoje são 60 entre eles estão IBM, Buscapé e Reckitt Benckiser.“Nossa estratégia é conquistar um forte crescimento nas pequenas e médias empresas e redes de franquias, além de conquistar algumas grandes contas em grandes empresas”, afirma o empreendedor.

Ao Novo Negócio ele conta que tem um sonho: ajudar a melhorar a educação do Brasil. Nesse bate papo, Nilson Filatieri fala também sobre a sua empresa, o mercado e as metas. Veja:

Novo Negócio – Conte-nos quando você decidiu empreender e como deu início à EadBox.
Nilson Filatieri – Sempre quis ter um negócio que tivesse a ver com tecnologia e educação, dois temas que gosto muito. Enquanto trabalhava em empresas, vi que as iniciativas de e-learning eram mal feitas, ninguém fazia os cursos, nem mesmo eu, que gostava muito de aprender, fazia aqueles cursos oferecidos, era tudo muito ruim, desde o conteúdo até a plataforma para estudo. Para você ter uma ideia, eu nunca soube meu login. Desde então vi a oportunidade de criar um serviço que ajudasse as empresas a engajar mais os alunos, aí começou.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Novo Negócio – Seus planos são de crescer 500% até 2016. Não é uma meta ousada?
Nilson Filatieri – Meta ousada, assim como a do ano anterior, que faturamos 200mil e definimos que faturaríamos 1 milhão este ano, e que vamos atingir. Metas devem ser ousadas e exequíveis, sabemos como chegar lá, por isso estipulamos isso. Por outro lado, temos um mercado que comporta este crescimento e pessoas que podem executar a estratégia.

Novo Negócio – A EadBox é uma plataforma de educação corporativa à distância, que aposta na forte demanda das franqueadoras por cursos de treinamento online para impulsionar seus negócios. E como está sendo a aceitação por parte das franqueadores? Estão dentro das suas expectativas?
Nilson Filatieri – Está sendo boa, mas pode aumentar. Sabemos da necessidade dos franqueadores por este tipo de solução. Onde ela é implantada é como se fosse um divisor de águas na qualidade do treinamento dos franqueados, o que impacta posteriormente na qualidade do serviço das franquias e geração de negócios no final. Muitas franquias ainda não priorizam treinamentos de qualidade num processo otimizado, estamos educando o mercado agora, mostrando uma possibilidade real que até pouco tempo era inviável. A tendência é crescer.

Novo Negócio – Qual é o diferencial do e-learning?
Nilson Filatieri – Flexibilidade, menor custo, escalabilidade

Novo Negócio – A EadBox foi finalista do programa Startup Brasil, do Governo Federal, no ano passado, e recebeu um investimento de quase R$ 200 mil. Foi uma surpresa ou você já imaginava o alcance do negócio?
Nilson Filatieri – Fazia parte dos objetivos do ano passado, como a empresa já tinha bons resultados financeiros e um produto consolidado, esperávamos ser selecionados no programa. Foi uma grata surpresa termos sido selecionados justamente pela Wayra, que considerávamos a melhor aceleradora do programa e que estava na lista das nossas favoritas.

Novo Negócio – Você já fez uso dessas plataformas em algum momento da carreira? O que achou?
Nilson Filatieri – Sim, em duas empresas. As experiências foram bem ruins, sistemas muito lentos e pesados. Tinha que ser algo mais leve e direto para ser usual.

Novo Negócio – Como manter os alunos motivados nesse tipo de ensino?
Nilson Filatieri – Interatividade + conveniência. O aluno tem que ver que tem mais pessoas fazendo o curso, e que existem vários pontos de interação com demais alunos e tutores. Tem que ser conveniente, precisa poder acessar uma parte do curso em 5 minutos que ele tiver livre. Por exemplo, quero ver um vídeo de 3 minutos pelo celular, o curso tem que se ajustar ao dia a dia do aluno, e não o contrário.

Novo Negócio – Em sua opinião, o Brasil é um país de empreendedores?
Nilson Filatieri – Com certeza, um perfil bem voltado à execução. A tendência é termos cada vez mais casos de sucesso. Temos um grande mercado e pessoas cada vez mais preparadas e dispostas a empreender.

Novo Negócio – De que forma o governo poderia incentivar mais pessoas a serem donas de seu próprio negócio?
Nilson Filatieri – Na minha visão, não dificultando o processo de abertura de empresas e diminuir drasticamente tributos para micro e pequenas empresas, que ainda são altos.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA