Marcus Vinicius Andrade: uma história que vem do coração do Brasil

Marcus Vinicius
Marcus Vinicius

Formado em Administração, o sul-mato-grossense Marcus Vinicius Andrade, 28 anos, encontrou muitos desafios para tornar-se um empresário de sucesso no Centro-Oeste do Brasil. Em 2009, no auge de uma crise financeira mundial, criou o ICTQ – Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade Industrial para oferecer cursos técnicos adequados à realidade e necessidade dos profissionais e novas profissões que estão surgindo no mercado farmacêutico mundial. Em apenas três anos a entidade já está presente nos principais polos farmoquímicos do Brasil. Líder de mercado no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Goiás, é a única instituição de educação técnica e executiva do setor em Campinas (SP).

Marcus começou a trabalhar em uma empresa governamental, onde acumulou experiências que o levaram à coordenação dos cursos de pós graduação a profissionais da indústria farmacêutica. Chegando ao posto máximo, naquele setor, não via horizontes que projetava para a vida, não cresceria mais por anos… Era hora de buscar novos rumos.

Em 2008, mesmo com todo o pessimismo do mercado financeiro no Brasil e no mundo, o administrador fez da insatisfação uma oportunidade, tornando-se um microempresário. Sem capital para investir, a saída foi conseguir um empréstimo. Marcus pediu o apoio do pai para abrir legalmente, em dezembro de 2008, o ICTQ, na forma de um portal que oferecia cursos presenciais.

O empresário reuniu-se com diversos profissionais de alto gabarito da indústria farmacêutica e apresentou propostas que suprissem as necessidades de profissionais na formação específica, e focada em suas áreas de atuação – como era o caso de Qualidade e Assuntos Regulatórios. Uma rede de network puxada por outras redes. O boca a boca sobre a qualidade das propostas e organização dos cursos começou a espalhar-se. “Desenvolver uma rede estrategicamente, posicionada, no setor em que se quer atuar é fundamental para crescer com qualidade e segurança – mesmo num mercado onde a demanda é aberta, livre de fortes concorrentes”, garante o empresário.

Executivos, técnicos e empresários de São Paulo e Rio de Janeiro interessaram-se pelos cursos que aconteciam somente em Anápolis (GO), no início do ICTQ. “Nós nos adaptamos ao mercado  de tal modo que nossos cursos são a visão e concepção de profissionais que estão dentro da industria farmacêutica”, relata ainda Marcus, em busca sempre de opiniões e parcerias fortes.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

E como tornar-se conhecido, aos 25 anos, num mercado altamente competitivo e exigente? Manter um excelente corpo técnico em sua rede de contato faz a diferença. A associação de Marcus a pessoas informadas, influentes e bem posicionadas no mercado farmacêutico o colocou pronto para atender as demandas de um setor tão complexo – em termos mercadológicos e regulatórios quanto é o farmacêutico.

Do trabalho em home office a tornar-se líder de 180 colaboradores diretos e indiretos trouxe novos desafios a Marcus, que teve problemas de saúde, crises de estresse e prejuízos na qualidade de vida, comprometida pelo trabalho desordenado e excessivo. Estas questões foram corrigidas com  conhecimento de como aplicar liderança e ferramentas empresariais que o ensinou a deixar o “gestor” fora de casa. Hoje, o empresário está aprendendo a “passar a bola” – centralizar não é mais interessante! “Eu corrigia até e-mails que seriam respondidos a alunos. Tudo tinha que estar perfeito, mas nem sempre é possível controlar 100% das ações. Vi que era hora de aprender como delegar poderes e conseguir resultados positivos. Aprender a confiar e acreditar no potencial dos colaboradores: o passo mais importante neste processo”, analisa as experiências passadas.

Hoje o ICTQ mantém uma sede exclusiva em Anápolis e escritórios em São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro. Em seu quadro de professores há nomes ligados às melhores instituições nacionais e internacionais e empresas de consultoria renomadas no mercado. Dentre elas estão USP, UFRJ, Fiocruz, HSV Consultores, Anvisa e Vigilâncias Sanitárias dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Brasília. Além de diretores, gerentes e até presidentes de empresas privadas ministram aulas, palestras e seminários no ICTQ.

Dentre os parceiros estratégicos da instituição estão a Fiocruz / Farmanguinhos, considerado no mercado uma peça chave estratégica no Sistema Único de Saúde (SUS) e na formação de profissionais da Agencia Nacional Sanitária – ANVISA. Além de instituições de referência no ensino superior do Brasil, a capital americana, Washigton D.C., é um dos locais onde o ICTQ realizará cursos, como forma de estratégia pelo diferencial.

À medida que o ICTQ crescia, inúmeras oportunidades e propostas de negócios surgiram para Marcus. “Foi preciso dizer “não” para muitas propostas tentadoras, mas que nos tiravam de nosso objetivo principal. O foco nos fez concentrar maior energia e poder de realização em nosso trabalho”, garante o empresário.

Desde muito cedo, Marcus foi ensinado pelos pais que o mundo é muito maior do que se parece. Aos sete anos de idade já havia morado e conhecido inúmeras cidades e estados brasileiros. Ao olhar o histórico escolar sorri ao observar que a cada ano estava em uma cidade e escola diferentes. “Era uma vida meio cigana”, afirma. Isto foi fundamental na construção da visão que o empresário tem para os negócios e para os serviços que presta à educação de executivos e técnicos. A visão de que o mundo é sem fronteiras. “Para mim é uma honra saber que estou conectado pessoas ao redor do mundo para alavancar conhecimentos que promovam, em suma, a vida” relata o empresário.

Nessa conversa com o Novo Negócio, Marcus Vinicius Andrade conta como o ICTQ ganhou o mundo, fala sobre as responsabilidades da carreira e as expectativas para o futuro. Confira:

Novo Negócio – Por que você decidiu investir, inicialmente, em cursos de curta duração?

Marcus Vinicius Andrade – Desde a concepção até a fase de projeto e execução do plano, o ICTQ, Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade industrial, foi  desenhado para ser uma instituição de ensino em Ciências Farmacêuticas. Começar com programas de curta duração, de certa forma, foi criar a oportunidade de adquirir a expertise necessária para programas de especialização, que são por sua natureza mais complexa. Outro ponto é que o mercado precisava conhecer o ICTQ. Programas de curta duração foi nossa apresentação como instituição de ensino aos profissionais e empresa do setor farmacêutico.

Novo Negócio – O que pesou na hora de escolher a área farmacêutica?

Marcus Vinicius Andrade – O conhecimento do mercado farmacêutico nacional, a rede de relacionamentos estratégicos e colaborativos, a experiência e vivência adquirida em educação continuada no setor e o apoio de empresas e profissionais da área que me fizeram perceber a oportunidade e o potencial do empreendimento. Então, na verdade, não escolhi a área farmacêutica, esse encontro aconteceu naturalmente, porque circunstâncias abriram-me portas para este setor e eu abracei a oportunidade como minha missão na vida profissional.

Novo Negócio – Empreender fora do eixo Rio-São Paulo traz que tipo de dificuldades?

Marcus Vinicius Andrade – Empreender no Centro Oeste não me trouxe dificuldades porque a natureza do empreendimento na educação continuada é muito flexível. Goiás é o centro do país e nossos diretores e professores podem se descolar em poucas horas para qualquer ponto do Brasil. Especificamente Anápolis (cidade onde estamos sediados), conta com dois aeroportos a menos de uma hora (Brasília e Goiânia), e ainda sedia o segundo polo fármaco industrial – o que no caso do ICTQ foi extremamente estratégico. Além de Anápolis, nossas equipes estão presentes em São Paulo, Campinas (SP) e Rio de Janeiro – agora, também em Recife (PE). Goiás, comparado ao eixo Rio-São Paulo, nos recursos humanos e nos recursos tecnológicos não há diferença. Os recursos são os mesmos, o que mudam são os perfis dos empreendedores quando o assunto é criação de valores e mapeamento de oportunidades.

Novo Negócio – Como foi a transformação da sua microempresa em um instituição líder em educação continuada?

Marcus Vinicius Andrade – O trabalho alinhado às reais demandas de conhecimento do mercado, o diálogo e relacionamento aberto com nossos alunos e com o mercado farmacêutico fez com que a indicação e a referência acontecessem naturalmente nos últimos anos. De um modo geral, quando algum profissional ou estudante vai escolher um curso de especialização, pesquisam, buscam referências e indicações. Hoje, mais de 50% de nossos alunos chegam à instituição por recomendações e indicações espontâneas – resultado de um trabalho levado a sério e realizado com qualidade. Logo, penso que a transformação do microempreendimento ICTQ para a escolha número um do mercado farmacêutico, se deve aos nossos alunos que nos referenciam, também à toda equipe, que acredita na instituição e no desenvolvimento do mercado farmacêutico.

Novo Negócio – Antes de decidir empreender, você trabalhava no setor público. O que foi determinante para que você deixasse o emprego para se dedicar a um negócio próprio?

 Marcus Vinicius Andrade – A base de tudo foi o meu sonho profissional. Estava limitado no setor público e ao mesmo tempo via inúmeras oportunidades e valores a serem explorados que eu não podia trabalhar e executar no lugar onde estava. A partir daí o meu sonho transformou-se em missão de vida profissional – e isto foi determinante e fundamental para que eu me dedicasse 100% ao ICTQ.

Novo Negócio – Você encontrou obstáculos no caminho?

Marcus Vinicius Andrade – Sim, muitos. E ainda os encontro nos dias de hoje. Obstáculos são tão naturais quanto levantar pela manhã para trabalhar. Sempre tive comigo uma verdade: dificuldades e obstáculos podem ser intransponíveis para pessimistas e derrotistas. Para os positivistas e empreendedores, obstáculos são desafios que ensinam e que engrandecem os resultados, Além disso, é no meio da adversidade que moram as grandes oportunidades. Existe uma frase atribuída a Henry Ford, grande empreendedor americano, que faz muito sentido para mim: “obstáculos são coisas assustadoras quando desviamos os olhos de nossos sonhos”.

Novo Negócio – Em três anos, o ICTQ cresceu bastante, a ponto de ser considerado referência. Qual foi a receita para todo esse sucesso?

Marcus Vinicius Andrade – O sonho de um empreendedor + um projeto fundamentado em realidades do mercado que se quer explorar + uma rede de relacionamentos estratégicos + inovação e pioneirismo +atenção ao feedback de clientes e mercado x muito trabalho e persistência = sucesso

Novo Negócio – No mundo corporativo fala-se bastante sobre network. Como você utilizou o seu?

Marcus Vinicius Andrade – No mundo corporativo a política da “compensação” é muito bem vinda, porém, difícil de ser praticada. Criar valores e “recompensas” aos seus contatos faz com que eles criem o interesse em contribuir com o seu negócio.

Novo Negócio – A oferta de intercâmbio é um grande passo para o ICTQ?

Marcus Vinicius Andrade – Sim. Primeiro saímos de um mercado regional para a atuação nacional. Agora estamos evoluindo do mercado nacional para o internacional. E na educação continuada do mercado farmacêutico, este é um grande diferencial.

Novo Negócio – Nesse tempo como empreendedor, qual foi a sua maior ousadia? A atitude rendeu bons frutos ou arrependimento?

Marcus Vinicius Andrade – A introdução de uma metodologia inovadora em um mercado tradicional e conservador. Tenho certeza de que rendeu bons frutos, porque somos os mais recomendados no mercado industrial farmacêutico pelos resultados que nossa metodologia apresenta na carreira dos profissionais que se especializam pelo ICTQ.

Novo Negócio – Especialistas de todo o mundo fazem parte do corpo docente do Instituto. Como você faz essa seleção de profissionais?

Marcus Vinicius Andrade – Buscamos os melhores, das mais bem referenciadas instituições nacionais e internacionais. A indicação de docentes que já trabalham conosco desde o início também tem contribuído muito com a formação do quadro de professores da instituição.

Novo Negócio – No início do seu negócio, você trabalhava em home-office. Hoje isso ainda é possível?

Marcus Vinicius Andrade – Sim. Apesar de termos uma sede em Goiás, onde está disponível toda infraestrutura de um escritório moderno e contemporâneo, nosso sistema organizacional de trabalho é inspirado no modelo da empresa Google. Cada um administra seus horários e decide o ambiente de trabalho para desenvolver as atividades diárias. O que importa para nós são os resultados.

Novo Negócio – De que a rotina de trabalho te fez abrir mão?

Marcus Vinicius Andrade – No inicio, abri mão de muitas coisas: qualidade de vida, viagens e tempo para mim mesmo e minha família. Há dois anos a história mudou. Aprendi a confiar e a delegar mais poder e autonomia à minha equipe. E isto fez toda a diferença. Hoje, vivo plenamente tudo o que é possível para um cidadão comum: tiro férias duas vezes ao ano e ainda sobra tempo para competir em maratonas e corridas de ruas pelo país.

Novo Negócio – Quais são os seus objetivos para os próximos três anos?

Marcus Vinicius Andrade – Nós, do ICTQ, queremos olhar a história profissional dos indivíduos que se especializam conosco hoje, e queremos ter a certeza de que contribuímos de forma efetiva para a evolução de cada um. No futuro vamos ver lideres e dirigentes do mercado farmacêutico brasileiro com formação e sobrenome profissional levando o nosso símbolo, a nossa marca.

Novo Negócio – O que você diria a jovens que, como você, querem empreender e fazer a diferença?

Marcus Vinicius Andrade – Minha mensagem a quem está para empreender é observar que a base de sustentação para qualquer empreendimento ou negócio está no sonho, no desejo e nas atitudes de realização de cada um. O sonho sempre está conectado à sua missão de vida. Então, o primeiro passo e se perguntar: qual é o propósito de minha vida? Como posso servir as pessoas com o meu propósito, com os meus valores, com a minha visão de mundo? Quando existe um sonho, ligado a uma causa, tudo o que se faz é realizado com dedicação, transpiração, persistência e, principalmente, paixão! E não há nada melhor do que a paixão pelo o que se faz para transformar planos de negócios em empresas de sucesso. O impossível em realização, o fracasso em oportunidade de aprendizagem, os riscos em desafios e o trabalho cansativo em horas de diversão na realização de suas funções como empresário empreendedor. Descubra qual é a sua missão, sonhe, faça deste sonho a paixão de sua vida e transforme os ambientes à sua volta. Estes mesmos ambientes são um reflexo do que você tem dentro de si mesmo.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA