Leandro Sambini: sucesso com negócio de família

Leandro Sambini
Leandro Sambini

Parte de uma família de sorveteiros, Leandro Sambini não teve muita escolha. Tios e primos somam juntos 135 sorveterias em todo o país e foi inevitável que o empresário se enveredasse pelo mesmo caminho.

Sambini diz que se apaixonou pela atividade com gelatos quando uma tia o convidou para ajudar a administrar um negócio, no interior de São Paulo. Lá ele ficou por dez anos. Depois, foi a vez de criar uma parceria com um cunhado e daí surgiu a Sr. Sorvete.

Em 2009, Sambini foi à Itália participar do Salão Internacional da Sorveteria, Pastelaria e Panificação Artesanais, a maior feira do mundo do setor. De Rimini, onde aconteceu o evento, o empresário resolveu ir à Bolonha para conhecer a Carpegiani Gelato University, a única universidade do gelato no mundo. Lá, participou de dois cursos e virou chef gelatiere.

Sazonalidade e concorrência são dois assuntos que Leandro tira de letra. Para driblar a diminuição do público nos meses mais frios, a Sr. Sorvete conta com produtos adequados ao inverno como sabores mais encorpados e sorvete assado. Já sobre a concorrência, o chef ressalta que os concorrentes são uma fonte de inspiração. “A concorrência nos ensina muito”, pondera.

Ao Novo Negócio, Leandro Sambini conta a sua jornada até chegar à Sr. Sorvete, fala do mercado e de seus principais erros e acertos. Confira:

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Novo Negócio – Você vem de uma família de sorveteiros. Como essa tradição foi iniciada em sua família?

Leandro Sambini – A história toda começou em 1985 com os meus tios maternos. O interesse pelo sorvete foi passando de irmão para irmão e todos acabaram abrindo sorveterias. Os filhos e primos também continuaram no negócio e hoje a família possui juntas 135 sorveterias espalhadas pelo país.

Novo Negócio – Por que você resolveu seguir o mesmo caminho?

Leandro Sambini – No meu caso a escolha foi inevitável. Sorvete e sorveterias faziam parte da minha vida e qualquer atividade em família. Dessa forma, decidi tentar e aprender a arte de fazer sorvete. E claro, me apaixonei pela profissão.

Novo Negócio – Como foi a sua trajetória até chegar a Sr. Sorvete?

Leandro Sambini – Comecei a trabalhar na área depois que fui convidado por uma tia, que na ocasião tinha uma sorveteria em Jaú, para ajudar a administrar o empreendimento, onde trabalhei por 10 anos. Depois disso fui para outra sorveteria que pertencia ao meu cunhado, em Ibitinga, também como administrador. Depois de quatro anos atuando em parceria com ele, finalmente decidimos montar a fábrica em Itápolis, onde também foi aberta uma unidade própria da Sr. Sorvete.

Novo Negócio – Quando você se transformou em um chef gelatiere?

Leandro Sambini – Tudo começou por causa de um sonho meu que era transformar Itápolis na capital nacional do sorvete devido ao grande número de sorveteiros na cidade. Fiz várias pesquisas na área e liderei o projeto “Itápolis – Capital Nacional do Sorvete”. Durante esse período promovi junto com a prefeitura diversos cursos, seminários, workshops e até uma feira do setor, a primeira no interior do estado. Foi um período em que ganhamos muito destaque na imprensa e na ocasião, em 2009, fui para a Rimini, na Itália, para participar da SIGEP (Salão Internacional da Sorveteria, Pastelaria e Panificação Artesanais), a maior feira do mundo do setor. Passei por Bolonha para conhecer a Carpegiani Gelato University, a única universidade do gelato no mundo, onde acabei participando de dois cursos, recebendo o titulo de chef gelatiere.

Novo Negócio – Quando surgiu a ideia de franquear o negócio?

Leandro Sambini – Quando atuava ainda em Ibitinga nossa sorveteria era muito visitada e elogiada pelos turistas. Como a cidade é a capital nacional do bordado, recebe diariamente um grande número de pessoas e essas passaram a se interessar em saber como levar a sorveteria para suas cidades, daí surgiu a ideia de expansão. Foi quando registramos a marca Sr. Sorvete, entrando no mercado de franquias que, acredito, é a maneira mais profissional de expandir.

“Eu recomendo pesquisar muito e estudar bem o mercado antes de fazer qualquer investimento. O principal é que seja uma atividade que vai te dar prazer ou, pelo menos, te satisfazer profissionalmente, pois a dedicação tem que ser constante”.

Novo Negócio – Qual é o ponto mais positivo do seu trabalho?

Leandro Sambini – O ponto positivo é o fato de ser apaixonado pelo que faço.  Fazer sorvete é uma arte, misturar aromas e criar novas receitas me dá uma satisfação muito grande.  Mas o mais importante é quando recebo um elogio ou o sorriso de um cliente.

Novo Negócio – Você precisou fazer escolhas. O que você teve que deixar para trás para colocar a Sr. Sorvete no mercado?

Leandro Sambini – O mais difícil é conciliar com a família e o dia a dia.  Ter uma rede franquias e trabalhar uma marca exige muito tempo e dedicação. São muitas viagens, tempo para pesquisas e reuniões e acaba sobrando pouco tempo para a família. Isso é algo que também precisa ser administrado.

Novo Negócio – Seu negócio sofre com a sazonalidade? O que fazer para driblá-la?

Leandro Sambini – A sazonalidade é uma dificuldade existente nesse segmento, mas hoje a Sr. Sorvete está preparada para passar por esse período, pois temos diversos produtos voltados para o  inverno. Além de sorvetes com sabores encorpados, ideais para essa estação mais fria, as lojas também oferecem opções de sobremesas, cafés e salgados no cardápio.  Produtos como sorvete assado e taça de banana caramelizada também são muito procurados nesse período. Essas ações já implantadas no cardápio fazem a diferença durante os meses mais frios.

Novo Negócio – Como você lida com os concorrentes? E quando os concorrentes são da própria família?

Leandro Sambini – Os concorrentes são uma fonte de inspiração. Funcionam como uma bússola e acredito que o inverso também aconteça.  A concorrência nos ensina muito.

Novo Negócio – Que erros você cometeu? O que aprendeu com eles?

Leandro Sambini – Meu maior erro foi não ter estudado o suficiente no início da carreira, principalmente pontos relacionados a administração da empresa e marketing.  Hoje no mundo corporativo é imprescindível dominar essa duas técnicas.

Novo Negócio – Qual é a avaliação que você faz do mercado atualmente?

Leandro Sambini – O mercado está muito instável e a economia retraída. Mas acho que com muito trabalho e responsabilidade da para fazer uma empresa crescer, pois em momentos de crise, as franquias acabam se sobressaindo por ser algo que já foi testado e comprovado, o que dá muita tranquilidade para o investidor. A Sr. Sorvete passa por um momento positivo e de expansão. Vamos inaugurar duas novas unidades agora no segundo semestre .

Novo Negócio – Empreender, no Brasil, é um bom negócio? Quais são suas dicas para quem quer ter o próprio negócio e vencer na vida?

Leandro Sambini – Empreender no Brasil é uma aventura. As despesas fixas são muitos grandes devido à especulação imobiliária, o alto custo da energia elétrica, além da elevada carga tributária cobrada pelo governo. Eu recomendo pesquisar muito e estudar bem o mercado antes de fazer qualquer investimento. O principal é que seja uma atividade que vai te dar prazer ou, pelo menos, te satisfazer profissionalmente, pois a dedicação tem que ser constante. E algo que não pode ser esquecido nesse ponto é o capital inicial de investimento, é muito importante não fazer dívidas no início do negócio.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA