Alexandre Loudrade: empreendedor desde cedo

Alexandre Loudrade
Alexandre Loudrade

Empreender sempre foi com ele.  Aos 14 anos, Alexandre Loudrade ganhava seu próprio dinheiro vendendo geleias. E, naquela época, já usava a tecnologia a seu favor: o telefone celular era seu aliado e ajudou a aumentar bastante o lucro. 

Hoje, Alexandre é um dos sócios do Grupo VA, holding responsável pelas redes Evolute Cursos Profissionalizantes, Doutor Lubrifica, Pop Idiomas Interativos e Web4BR Agência de Marketing Digital. Desde 2013, o executivo está ocupando o cargo de diretor-presidente.

Para ele, o boom das microfranquias que aqueceu o mercado e deu oportunidades para pequenos investidores, deverá se firmar em 2015, basta que o empreendedor tenha quatro ingredientes: união, trabalho, dedicação e humildade.

Nessa entrevista ao Novo Negócio, Alexandre Loudrade fala sobre seu negócio, suas expectativas e o futuro das redes. Veja:

Novo Negócio – Quando você decidiu empreender e qual era o panorama da sua vida na época? 

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Alexandre Loudrade – Decidi empreender a partir do momento que entendia que algumas mudanças deveriam ser adotadas, porém meus patrões geralmente não me ouviam. Foi, então, que decidi fazer as coisas da minha maneira, por meio do meu próprio negócio. Na ocasião, eu era casado, tinha uma filha de seis meses, morava de aluguel e tinha uma carro de aproximadamente R$ 8 mil ainda financiado.

Novo Negócio – Empreendedorismo sempre esteve em você? 

Alexandre Loudrade – Sou muito comercial e as vendas estiveram comigo a vida toda. Empreender foi uma consequência disso. Com apenas 14 anos de idade eu já vendia geleias e naquela época já era um adepto de novas tecnologias, como ferramentas para impulsionar as vendas. Na ocasião, eu era um dos poucos vendedores de geleia que possuía telefone celular e, por isso, conseguia resultados significativos para a fábrica.

Novo Negócio – Hoje parece que existe um boom de redes e, principalmente, de microfranquias. Você acredita que ainda há bastante espaço para essas empresas de baixo custo e, consequentemente, para os empreendedores da classe C? 

Alexandre Loudrade – Definitivamente sim! O mercado de microfranquias no Brasil já tem mais de 30 anos, porém realmente está mais aquecido nos últimos anos, além de muito promissor. Estamos apenas começando. Com o avanço da classe C esse processo foi rapidamente acelerado. Outro ponto é que o brasileiro é muito criativo, com isso, tenho certeza de que muitas ideias ainda estão por vir e como uma de nossas marcas, a Doutor Lubrifica, várias podem e irão também tornar-se tendências. Não acho justo que uma ideia tão boa tenha que crescer apenas de acordo com a velocidade de seu idealizador, mas sim ser disseminada por todo país numa velocidade muito maior e o franchising nos proporciona isso.

Novo Negócio – A entrada desse novo tipo de empreendedor gerou que mudanças para o mercado? 

Alexandre Loudrade – Sim, sem dúvida! Esse mercado vem sendo renovado a cada dia e precisamos estar atentos tanto para novos negócios, quanto para novos tipos de investidores.

Novo Negócio – As cidades pequenas também têm atraído negócios. São um bom local para investir? 

Alexandre Loudrade – Sim, todas as cidades possuem as mesmas necessidades. Algumas numa escala muito maior que outras, mas a maioria compartilha disso. Com o avanço das comunicações, a demanda para que determinado produto ou negócio chegue mais rápido em pequenas cidades também ficou maior. Por isso, também são ótimos lugares para se investir e isso proporciona maior capilaridade da marca em todo território nacional.

“O mercado de microfranquias no Brasil já tem mais de 30 anos, porém realmente está mais aquecido nos últimos anos, além de muito promissor. Estamos apenas começando”.

Novo Negócio – Seu alvo foi a educação. Por que optou pelo segmento? 

Alexandre Loudrade – Este era o ramo que eu já estava projetado quando decidi empreender, pois eu e meu sócio, Vinicius Almeida, já conhecíamos todos os processos de uma escola e bastava adaptá-la apenas com as mudanças que tínhamos em mente, mas não podíamos fazer por não ser de nossa propriedade. Outro motivo foi pelo fato de além de ser um negócio rentável, também é um negócio mais sólido, pois não tem problemas com sazonalidade, moda ou luxo e não depende de questões políticas ou econômicas para se manter. Afinal, educação só tende a crescer em nosso país.

Novo Negócio – O que uma rede precisa ter para dar certo? 

Alexandre Loudrade – União, trabalho, dedicação e humildade.

Novo Negócio – Quando começou, seu investimento também foi bastante reduzido. Isso te trouxe alguma dificuldade ou soube trabalhar com o que tinha, sem estresse? 

Alexandre Loudrade – Foi muito difícil, mas sabíamos que valeria a pena se fizéssemos da maneira correta, sem fugir do plano ou esquecer da causa.

Novo Negócio – Você é jovem e bem sucedido. Como chegar ao sucesso? Que conselho te deram e que você aplica até hoje?

 Alexandre Loudrade – Eu me espelhei em histórias de empresários de sucesso que me motivaram a cada vez mais trabalhar e conquistar meu espaço, pois vi que era possível para todos.

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

DEIXE UMA RESPOSTA