Como Funciona Uma Franquia

Como funciona uma franquiaAprenda como funciona uma franquia e veja se é um bom negócio no seu caso!

Você cansou de se dedicar intensamente ao seu trabalho e continuar ganhando o mesmo salário? Decidiu dar um basta nesta situação e investir no seu negócio? Existem diferentes caminhos que podem ser seguidos para se tornar o seu próprio chefe, sendo possível começar do zero com um empreendimento ou adquirir uma franquia, que é o meio mais utilizado para quem busca entrar no mercado com segurança.

No Brasil, a abertura de franquias cresceu 127% nos últimos dez anos, o que se deve ao fato desta modalidade de negócio ter se democratizado bastante, uma vez que comporta empresas que atuam em diferentes segmentos, as quais vão desde o ramo alimentício até o de prestação de serviços. O país conta com mais de 220 mil franquias que faturam em torno de um bilhão por dia. Apenas no estado de São Paulo estima-se que a cada hora são abertas duas unidades de franquia.

Comprar uma franquia traz uma série de benefícios para o franqueado, mas antes de fechar negócio com uma marca do seu interesse é recomendado compreender completamente como funciona esta modalidade de negócio. Para te ajudar a entender melhor desenvolvemos este texto ensinando como funciona uma franquia, além de excelentes informações sobre o assunto. Confira abaixo:

Entenda o Que é Uma Franquia

Você certamente já ouviu falar em O Boticário, Bob’s e McDonald’s, não é mesmo? Sabe o que estas grandes marcas têm em comum? Todas elas operam as suas atividades na modalidade de franquia, que tem um funcionamento muito simples. Basicamente, as franquias são empresas que disponibilizam a sua marca e estrutura para que os empresários interessados possam desenvolver a atividade em uma determinada cidade.

Sua Ideia de Negócio é Lucrativa?

Saiba quais são as 4 Perguntas Poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais...

PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!.

 

Para ter direito a trabalhar com a marca de uma empresa franqueadora é necessário pagar uma quantia específica para a aquisição e arcar com uma mensalidade, que depende dos níveis de faturamento que é possível obter com a unidade franqueada. Todas as questões de valores, além de direitos e deveres, tanto do franqueado quanto do franqueador, são estipulados em um contrato.

É importante frisar que existem franquias que cobram outras taxas e outras sequer cobram sobre o faturamento mensal, por isso é de suma importância ler com atenção a COF (Circular de Oferta Franquia), na qual especificará todos os pontos referentes à franquia.

As franquias estão entre alguns dos principais pilares da economia mundial, visto que algumas das maiores marcas trabalham neste sistema, difundindo os seus serviços e gerando emprego em inúmeros países. Inicialmente, as principais franquias atuantes no Brasil eram estrangeiras, mas na última década este cenário mudou muito, contando com pequenas e grandes franqueadoras nacionais.

Está interessando em trabalhar com empresas estrangeiras? Não tem problema, você pode conferir o nosso texto que trata especificamente das franquias internacionais, as quais mantém uma excelente aceitação no mercado brasileiro.

Ao Abrir Uma Franquia Você se Torna o Seu Próprio Chefe?

Se ao abrir uma franquia o franqueado se torna o seu próprio chefe é uma das dúvidas mais comuns entre as pessoas que se interessam por esta modalidade de negócio. O franqueado tem mais liberdade quanto aos seus horários e lucros financeiros, mas ele ainda não é totalmente independente.

O contrato de aquisição de uma franquia prevê que o franqueado estará sempre ligado à marca, tendo que responder a um superior e seguir à risca as orientações dadas para que o negócio mantenha o seu padrão de qualidade. O franqueado não tem o poder de alterar nenhum produto ou serviço da marca, pois do contrário estará sujeito a arcar com multas.

É comum as pessoas ficarem em dúvida entre abrir um negócio próprio ou franquia, e isso é perfeitamente normal, já que ambos tem vantagens e desvantagens, caso esta seja uma das suas dúvidas, poderá solucioná-la com nosso texto é melhor comprar uma franquia ou começar uma marca nova?

Quais São as Vantagens

O aumento significativo da abertura de franquias no Brasil não é à toa, tendo ocorrido principalmente em razão dos benefícios que esta modalidade de negócio é capaz de proporcionar para os empresários.

Uma das principais vantagens de abrir uma franquia é o fato de ser um negócio com menos riscos, pois se trata de negócios que já estão estabelecidos no mercado, são planejados, possuem um modo de operação e contam com um público-alvo definido.

Além disso, ao contrário dos empreendimentos comuns, as franquias têm um retorno financeiro muito rápido, pois se estima que elas possuam um prazo máximo de recuperação de capital de 24 meses, podendo ser antes, dependendo do valor da marca. As franquias também oferecem facilidade de crédito para os franqueados, pois a maioria delas é conveniada à Caixa Econômica Federal, o que permite o financiamento do negócio.

As franquias são opções lucrativas de negócio, pois os franqueados trabalham com uma marca que é facilmente reconhecida pelos clientes, sem a necessidade de ter que passar de forma tão dificultosa pelo processo inicial de conquistar a confiança dos consumidores. Outra vantagem de ser um franqueado é poder adquirir melhores contratos com os fornecedores, pois as franquias podem comprar os suprimentos em uma quantidade maior, recebendo descontos.

A quantidade de segmentos que as franquias atuam é imensa, na verdade, dificilmente você não encontrará uma franquia que suas habilidades não se adequem, já que estão no ramo de alimentação, tecnologia, prestação de serviços e muitos outros.

Outra dúvida bastante comum em relação às franquias é o custo para montá-la. Existem franquias de todos os portes, algumas realmente exigem investimentos altos, contudo, você poderá encontrar facilmente uma vasta quantidade de franquias baratas.

Taxas Para Adquirir Uma Franquia

A aquisição de uma franquia envolve uma relação de dois lados, sendo o do franqueador, quem vende os direitos do sistema do negócio e do seu nome, e o do franqueado, pessoa que compra a franquia. Esta relação é totalmente embasada em um contrato, no qual são indicados os direitos e deveres a serem cumpridos, além das taxas que precisam ser pagas.

Primeiramente, o franqueado paga o valor de aquisição da marca de franquia, o que é feito apenas uma vez como, por exemplo, a do McDonald’d, que custa aproximadamente R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais). Geralmente, nesta taxa inicial estão inclusos os gastos com estruturação do espaço físico da unidade, compra de equipamentos para trabalhar, treinamento de funcionários e gestores, abastecimento do primeiro estoque, entre outras coisas.

Os gastos da abertura e manutenção da unidade de franquia que não fazem parte do valor de aquisição são os de aluguel do imóvel, água, luz, internet e telefone, impostos fixos (ISS e IPTU), além do pagamento dos funcionários e dos sócios. Normalmente, um contrato de compra de franquia dura dez anos, durante este período o franqueado terá que pagar uma mensalidade, cujo valor depende da marca adquirida. O contrato pode ser renovado se houver interesse por parte do franqueado e do franqueador.

No valor da mensalidade paga para o franqueador estão inclusos a taxa de royalties, que gira entre 1% e 30%, a taxa de publicidade que é de em média 10% e a taxa de fornecimento de suprimentos, que depende do tipo de produto comercializado.

Cláusulas Restritivas

A maioria das franquias se torna bem sucedida no mercado devido ao modo como operam as suas atividades. Sendo assim, ao adquirir os direitos de trabalhar com uma marca o franqueado se comprometem com cláusulas restritivas, tendo que manter o segredo dos sistemas operacionais, produtos e métodos da marca, evitando o vazamento das informações para a concorrência. Caso descumpra esta cláusula o franqueado terá que arcar com uma multa.

Além de proteger os segredos de operação da marca, algumas empresas também podem exigir que o franqueado não adquira outra franquia que atue em uma atividade similar durante a vigência do contrato ou em prazo pré fixado após o seu término. As cláusulas restritivas geralmente são maiores em franquias internacionais, famosas e de grande porte.

Uma boa dica para quem não é experiente no segmento de franquias e busca iniciar no negócio é procurar por micro franquias, as quais exigem um baixo investimento e tem uma boa taxa de rentabilidade.

O Franqueado Escolhe o Ponto Para Montar?

O local em que um negócio é montado é de suma importância para o seu funcionamento. Neste caso, as franquias mais bem conceituadas no mercado são as próprias responsáveis por escolher o ponto em que os seus franqueados irão instalar as unidades, estudando se a cidade tem potencial para bons rendimentos, quais são os riscos e focos de concorrência.

O estudo realizado pelas franquias de grande porte é realmente eficiente, sendo que, caso as mesmas averiguem que o negócio não será bem sucedido na localidade, a mesma “nega” o pedido do franqueado. Por isso é cobrado pelas franquias maiores um valor para que os especialistas venham até a localidade e façam todo o estudo prévio do negócio.

Neste quesito, as franquias menores e mais baratas oferecem mais liberdade para os seus franqueados, permitindo que eles mesmos escolham o local em que desejam abrir a unidade, desde que respeitem as características do negócio e exigências do contrato.

Aprendeu Como Funciona Uma Franquia? Deixe Suas Dúvidas.

3.00 avg. rating (69% score) - 1 vote

 

► Dica Importante!


Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Estude em livros, contrate uma consultoria, use o Kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas NÃO ARRISQUE suas economias e o bem-estar da sua família em um chute!


 

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite.

    Gostaria de saber eu aderir a uma franquia, eu necessariamente deveria comprar os produtos para a comercialização do próprio franqueador. EX: Vou abrir uma franquia do MC Donalds, os alimentos, tais como, hambúrgueres, pão, suco etc. , deveriam ser comprados do próprio fornecedor ou eu poderia ir até a um estabelecimento de vendas por atacado e comprar todos eles? Estou com essa dúvida e gostaria de saber se alguém poderia nana-la para mim.

    Francisco Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA